[Especial] Chuck vs as participações especiais


Dia 27 de janeiro de 2012 chega ao fim a série de espionagem mais falada dos últimos anos, e nós do Freaks 4 Series não poderíamos deixar de montar um especial sobre Chuck.
No dia 24 de setembro de 2007 um nerd recebe um programa da CIA em seu e-mail, em plena festa de seu aniversário e acaba instalando a última cópia que resta dos segredos do Governo americano em seu cérebro. E assim nós nos apaixonamos por Chuck. De lá para cá, o rapaz acabou se tornando um membro da CIA, fez amigos, arrumou uma esposa e também fez muitos inimigos. Em 5 temporadas muitos atores fizeram participações especiais na série, e nós do Freaks 4 Series não poderíamos deixar de mencioná-los, afinal Chuck é quase um James Bond.

Logo no primeiro episódio da série, Matthew Bomer (White Collar) estrelava na tela. Seu papel era o ex-melhor amigo de Chuck, Bryce Larkin. O rapaz é assassinado no piloto, mas retornaria para série ainda na 1ª temporada e, mais tarde, na 2ª, onde morreria de vez. Bryce, além de ser o melhor amigo da faculdade de Chuck, também foi o responsável pela sua expulsão e quem trouxe o mundo da espionagem para o nosso nerd, por isso que sua participação jamais poderia ser esquecida, afinal ele também era o ex-namorado da Sarah, o grande futuro amor de Chuck.


Outra participação bem especial na 1ª temporada foi de Rachel Bilson (The O. C.), que fez um par romântico com Chuck. A moça apareceu pouco, mas roubou as cenas com seu carisma e seu jeitinho fofo de ser, mas era não era nenhuma Sarah Walker, o que fez com que os dois terminassem antes mesmo de começarem algo. 



Na 2ª temporada tivemos várias participações especiais, mas iremos destacar apenas as mais importantes. Entre elas está a de Tony Hele (Arrested Development) que interpretou o chato e atrapalhado Emmett Milbarge, o novo "chefe de departamento" da Buy More. O personagem era hilário: mau-humorado, não deixava Chuck em paz e infernizou a vida dos empregados da Buy More. Ainda bem que a participação especial acabou da mesma maneira que começou: engraçada.


Se na 1ª temporada conhecemos o melhor amigo de Chuck na faculdade, nada mais justo do que conhecermos também a sua ex-namorada, correto? E assim a brasileira Jordana Brewster (Velozes e Furiosos) fez a sua participação na série, interpretando Jill Roberts, o grande amor do passado de Chuck e a inimiga da CIA.  Isso mesmo, a moça era uma espião do Fulcro e só voltou para Chuck para impedir que seu disfarce fosse descoberto. Resultado: Chuck acabou prendendo a ex-namorada e ganhou, mais uma vez, um coração partido.


Mas foi com o pai de Chuck e Ellie que nós nos emocionamos. Steve Bartowski (Scott Bakula, Man of a certain age) era o grande responsável pelo Intersect, afinal foi ele o grande inventor do programa. Conhecido como Orion, ele era um gênio. Infelizmente ele morreu na 3ª temporada, exatamente para salvar a vida dos seus filhos, mas ficará para sempre nos nossos corações.


Chuck acabou sendo renovado para uma 3ª temporada e novas participações especiais apareceram. Dentre elas estava Kristin Kreuk (Smallville) interpretando Hannah, mais um interesse romântico para o nosso novo James Bond. Totalmente do seu personagem em Smallville, na qual interpretava a doce Lana, Hannah era uma garota legal, porém não era Sarah e nosso herói acaba percebendo isso e decide terminar com a moça. Confesso que até senti uma peninha dela.


Entretanto nenhuma participação especial conseguiu tanta comoção quanto a do grande vilão da 3ª temporada: Daniel Shaw (Brandon Routh, Superman - Retorno). Daniel era um agente da CIA que acaba ajudando Chuck na sua migração de nerd para espião. O rapaz era tão mau, que acabou se envolvendo com Sarah somente para matá-la e se vingar da espiã que matara a sua esposa em uma missão. Shaw era um agente duplo: trabalhava para a CIA e para a Aliança. O cara levou um tiro do Chuck e mesmo assim não morreu, voltando na última temporada disposto a destruí-lo e matar a Sarah. Felizmente ele se foi e, pelo jeito, para sempre, mas enquanto estava em cena, Shaw arrancou suspiros e muita raiva de nós, além de matar o pai do protagonista.


Na quarta temporada foi a vez de conhecermos a mãe do nosso espião-nerd mais querido. Para isso entrou em cena Linda Hamilton (Exterminador do Futuro) interpretando Mary Bartowski. Mary era uma espiã e teve que abandonar a família para derrubar Volkoff (Timothy Dalton) o vilão da 4ª temporada. O que Chuck não sabia era que a mãe era a melhor espiã da CIA. A surpresa trouxe grandes cenas e uma temporada excelente para os fãs da série. Felizmente a mãe dele está viva e irá retornar para o último capitulo da série.


Na 5ª e última temporada tivemos grandes participações especiais, mais iremos destacar apenas uma: o grande amor de John Casey interpretada por Carrie-Anne Moss (Matrix). Carrie-Anne veio acrescentar cenas fortes de ação e comédia ao lado de Casey. A atriz acabou ganhando o papel de Gertrude Verbanski, um amor do passado de Coronel Casey, que vive brigando de gato e rato com ele. Talvez seja por isso que todos nós adoramos vê-la na série. A química da atriz foi tão boa com o elenco que merecia um destaque aqui. Gertrude é dona da empresa rival de espionagem de Chuck, mas mesmo assim ajudou bastante o protagonista, seja matando Decker (Richard Burgi, Desperate Housewives), seja com a ajuda em retirar Casey da prisão. Mas o fato é que ela é a única capaz de segurar Casey e conquistar o coração do Coronel mais emburrado e amado da série.


E assim termina o nosso especial. Gostaram? Não deixem de comentar e aguardem a series finalle mais esperada nesta sexta feira. 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment