The Good Wife 3x13 - Bitcoin for Dummies


Moeda Virtual, Conferência de Criptografia, Nerds espertos além dos códigos e mais um ótimo episódio.

The Good Wife provando que busca sempre trazer casos relevantes e condizentes com a realidade traz a história em que o suposto advogado de um cliente responsável pela criação da moeda virtual Bitcoin, contrata os serviços da Alicia para defendê-lo do Departamento de Tesouro que alega que a invenção é uma uma moeda real o que classificaria um crime federal.

Tivemos o retorno do Sr. Higgs dessa vez enfrentando a Alicia diretamente (perdendo de novo) e tivemos de volta o destaque merecido da Kalinda que além de ser responsável pela finalização positiva do caso matou a charada por trás do Sr.Bitcoin, descobrindo que o negócio era cria de três amigos que jogaram não só com os federais mas também com ela atribuindo a suspeita em diferentes momentos para cada um deles. 

Enquanto isso a trama principal sobre o processo do Will vai tomando rumos cada vez mais perigosos e somos agraciados outra vez com a presença ilustre da Esbelth que continua com o escritório em reforma, interrompe a Wendy oferecendo bebida e ainda consegue arrancar o nome dos juízes em que o processo é baseado, isso sem falar do jeitinho dela dizer que não quer saber detalhes sobre os casos que podem fazer a vida do Will ainda mais complicada. Falando nesses casos, sobre a ameaça de processar Alicia pelo documento forjado do episódio passado Dana arranca da Kalinda (ao menos aparentemente) materiais que podem ajudar bastante a promotoria e acabar de vez com o Will. 

Acredito que pode sim ter alguma coisa relevante ali mas Kalinda não é boba e já deve ter tudo arquitetado além do mais acho que sua amizade pelo Will e lealdade pela firma são reais só não superam como foi provado aqui sua superproteção quando o assunto é a Alicia. 

Ainda teve o Zach pagando de manipulador que ao comparar a atitude da mãe em relação a sua namorada com a da avó fez Alicia abrir mão de todo o seu discurso e deixar a menina continuar frequentando a casa em tempo integral. Tudo para não soar como a Jackie, né? 


P.S - Juntaria Bitcoins (que existem mesmo, por sinal) para ir a essa convenção fake de criptografia mesmo que minha possibilidade de conversar mano-a-mano com qualquer um ali fosse quase impossível. 
Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment