Fringe 4x11 - Making Angels


Um destaque merecido para Astrid.

Chegamos à metade da quarta temporada de Fringe e até agora não sabemos o destino definitivo da série e se pensarmos que talvez essa possa ser a nossa ultima temporada, o destaque dado para Jasika Nicole nesse episódio foi muito bem colocado e no momento certo.

Conhecemos Astrid e nos simpatizamos com ela, creio que desde o início da série ficaram com ela e Peter o papel de representar o que público estivesse pensando cada vez de descobríamos uma pista ou quando era revelado um grande segredo na temporada. Quando conhecemos Astrid do lado B ou D, o que vocês preferirem, ficamos um pouco assustados pelo fato da personagem ser tão diferente da que já conhecíamos.

Astrid do universo alternativo nunca foi amorosa e atenciosa, sempre foi muito centrada no trabalho, aparentemente mais inteligente que a do universo original e um tanto fria e anti-social. Mas a morte do pai fez com que seu lado humano se revelasse, levando-a até o seu universo oposto para questionar a si mesma os motivos que levaram seu pai morte e se ele realmente a amava. Fiquei bem comovido com a história das duas e achei bem legal a interação de Walter com ambas e com Bolívia, que também se transportou de universo com o objetivo de levar Astrid de volta.

A cena em que Astrid do lado A descreve que seu pai é frio e não muito carinhoso e depois vemos na seqüência que ele é totalmente oposto do que ela disse foi muito comovente, ficou claro que ela só disse aquilo pra confortar o coração de sua versão alternativa. Que venha mais destaque para ela num futuro bem próximo!

Já no caso da semana tudo também foi bem interessante. De início eu pensei que não estava tendo muito haver com a trama principal da temporada, mas foi muito pelo contrário. A gente sabe que a maioria dos acontecimentos ocorridos durante toda a trajetória de Fringe são conseqüências das atitudes de Walter e de September, que salvou Peter no lago Reiden. Tudo isso parece estar se estreitando aos poucos, os observadores estão aparecendo com mais freqüência e até agora não sabemos o que aconteceu com September.

O criminoso da semana que era obcecado por números descobriu o bastão azul no lado Reiden perdido por September justamente na época que Peter foi salvo e a partir daí começou a estudar e acabou descobrindo uma forma de ver o futuro assim como os observadores. E por uma espécie de misericórdia cometia assassinatos de pessoas que iriam sofrer e fazer as pessoas ao seu redor sofrer junto. O caso foi resolvido principalmente por causa de Astrid do lado alternativo, a moça mostrou toda sua inteligência e percepção das coisas, deixando Walter encantado cada vez que abria a boca.

Mas o que me intriga mesmo no caso dos observadores é que agora eles descobriram que September não cumpriu o que tinham lhe mandado. Como vimos na premiere dessa temporada September esteve prestes apagar Peter de vez da linha temporal, mas no ultimo momento ele recuou, pelo visto ele existe uma espécie de afeto por Peter e foi isso que impediu de fazer o determinado. Agora os observadores já sabem que Peter ainda existe e provavelmente ele está correndo perigo.


O Glyph Code da semana nos trás a palavra EMPATH (EMPATA). Existem dois significados: é aquela pessoa que atrasa a vida dos outros ou é uma pessoa que tem a capacidade de ter sentimentos e emoções de outra pessoa, o que se encaixa bem no caso das Astrids.

PS: Apesar de não ter comentado muito, adorei Bolívia e aproximação dela com Walter. Com certeza ela é bem mais divertida e interessante que a original

Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment