Grey's Anatomy 8x14 - All You Need Is Love


Aquele que não foi tão bom quanto os anteriores.

Considero esse episódio de Grey’s Anatomy um pouco mais fraco. Vínhamos com uma ótima leva de episódios e até o da semana passada que muitos acharam mais ou menos eu gostei bastante. Mas nem tudo é perfeito e pude comprovar isso essa semana.

Não quer dizer também que foi ruim, longe de dizer que Tia Shonda está avacalhando numa temporada que está espetacular. E é por isso que digo isso sobre o episódio. Em “All You Need Is Love” a história dos personagens não andou muito, dando foco mais nos casos do dia, que por sinal foram bem tocantes, mas nada com exageros.

O melhor da vez foi o da “quase” noiva, que mantinha um relacionamento com seu namorado por cerca de oito anos e nunca havia sido perdida em casamento. Isso até o dia do acidente. O rapaz a surpreendeu com um colar, menosprezado por ela de início, mas que no final dentro dele estava escrito o pedido de casamento. Mais uma vez quem vivenciou de perto esse trágico caso amoroso foi Lexie. Ela continua sofrendo (mais de uma forma tão intensa )por causa de Mark. Em minha opinião sincera, acho que essa história já se estendeu demais e mesmo sendo bonitinha por causa de Lexie que todo mundo gosta, pode acabar ficando cansativo. Eu mesmo já reclamei algumas vezes aqui nas minhas reviews, acho que tá na hora de titia Shonda dá uma lida em alguns blogs que falam de Grey’s, inclusive o nosso, é claro.

Achei o momento Meredith e Derek bem divertido. O casal se encontrou e agora vive feliz sem maiores dramas ao lado de Zola, que por sinal anda dando fortes sinais que no futuro irá ser uma boa interprete. A menina faz as melhores caras olha sempre pra onde tem que olhar e dorme quando tem que dormir, acho que todo mundo já deve tá querendo adotar um Zola. Mesmo sendo muito cute ela anda dando trabalho quando se trata da vida sexual dos dois e acabou sobrando pra Lexie a função de babá enquanto o casal tenta de divertir um pouco.

E quem ficou na mesma situação foi Mark quando Callie e Arizona resolvem acampar e ter uma noite romântica. Essa foi outra parte divertida. Primeiro foi Arizona e Mark jogando o melhor de Três com “Pedra, Papel e Tesoura”, e ainda com direito a conselhos estratégicos de Avery. Segundo foi Arizona surtando ao pensar que Callie achava que acampar era romântico, coisa que ela detesta. A exploração da parte cômica sempre é uma boa jogada quando não se tem ou não se quer desenvolver muito a história e deixando um trunfo maior pra mais adiante.

Saindo um pouco da comédia temos Bailey. O caso do jantar dela com Ben serviu como a pegada mais romântica do episódio. O fato é que ter que dividir seu tempo entre vida pessoal e cirurgias sempre foi seu maior impasse, mas agora que ela tem ao lado um médico como ela as coisas ficam bem mais fáceis. Ben acaba armando um jantar de Valentine’s Day dentro do próprio hospital, afinal ele sabia que namorando Drª Bailey as possibilidades deles perderem as reservas no restaurante eram bem grandes.

Quem não conseguiu ter um feliz jantar de Valentines foi Richard. O Alzheimer de Adele está avançando cada vez mais e agora ela nem reconhece mais o marido. O impressionante é a força que está sendo construída no personagem, apesar de todas as dificuldades ele continua firme em sua profissão. Creio que essa história do Alzheimer ainda vai trazer Derek de volta para o estudo clínico.

Não poderia deixar de falar de Cristina e Owen. O casal está por um fio, tanto que Owen até disse que iria sair de casa. Cristina sempre orgulhosa não queria dar o braço a torcer, mas no final acabou implorando pra que ele não fosse embora. Mesmo assim não acredito na reconciliação do casal, isso parece ser apenas temporário. Owen ainda tem que enfrentar o ódio de Teddy, que é extremamente compreensível. Pelo visto os problemas deles só vão terminar quando uma das partes aceitar de vez a posição do outro. Seja Owen desistindo de vez dos filhos ou Cristina sentindo a necessidade de ser mãe, coisa que acho bem difícil de acontecer.

PS: Alex parece que realmente vai seguir na pediatria. O foco dele nos casos com crianças sempre é bom, mas acho que o personagem está meio apagado na série. Cadê Izzie pra dar um gás na história dele hein?!
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment