Smash 1x02 - The Callbacks




Surpresa, surpresa... o musical já tem sua Marilyn.

O episódio começa com a indecisão entre os produtores sobre quem será a estrela de seu musical, Derek estava querendo Karen a todo custo, enquanto que Tom favorecia Ivy, assim decidem chamar as duas para mais um teste.

Karen é Marilyn em pessoa, ela tem dentro dela sua essência. É o tipo de pessoa que não precisa tentar demais, não precisa forçar, tudo já está dentro dela e ela somente precisar lapidar esse talento bruto. Durante o episódio deu para ver isso, ela tem todo aquele sentimento, aquele “fogo” que Marilyn tinha, só precisa colocar isso para fora. Só que esse é o grande problema, lapidar todo esse talento. A dança é difícil de ela acompanhar, a atuação é fraca e a performance falta emoção.

Já Ivy é o tipo perfeccionista, passando muitas vezes como forçada. Ela não tem aquela naturalidade da qual Marilyn era sempre lembrada. Para Ivy cada papel deve ser altamente estudado, cara movimento muito pensando, assim pecando no quesito “deixar fluir”. Porém durante o episódio podemos ver o quanto Ivy quer o papel, o quanto ela estudou o personagem e seus sentimentos. E isso fez com que Derek começasse a mudar de opinião sobre sua escolha para o papel principal.

Como era de se esperar o musical começa a afetar a vida conjugal de Karen. Ela não consegue ir à um jantar super importante para o namorado, pois como não está tendo um desempenho muito bom no seu número, é forçada a ficar mais tempo no ensaio para melhorar sua performance, gerando um atrito entre os dois.

Problemas no casamento de Julia também começam a acontecer, já que seu marido, ao saber que uma adoção demora em torno de dois anos, decide abandonar o processo. Porém, Julia decide continuar no processo, escrevendo a carta para a mãe biológica de sua futura filha, seu marido ouviu ela lendo está carta e decidiu dar uma segunda chance para o plano de adoção. A propósito, amei a carta, foi muito bem escrita.

O próximo problema que deverá ser resolvido é o do financiamento do musical, já que Eileen ainda está brigando com seu marido pelo dinheiro que os dois tinham enquanto casados. Aposto que isso dará maior problemão no futuro.

Então chega o tão esperado momento e Karen faz seu teste para ser a próxima Marilyn. (Os atos musicais estão impecáveis, né?) Mas não foi desta vez, depois de Ivy fazer o teste do sofá com Derek, ele muda de opinião sobre a moça e ela acaba sendo a escolhida para viver Marilyn no teatro. E para comemorar ela canta Crazy Dream de Carrie Underwood de forma muito linda e majestosa.

Estou amando cada segundo desse musical, as músicas são bem escolhidas, os números musicais bem produzidos, o roteiro está muito bom e ela é toda bem escrita. Também gostei do fato dos produtores não prolongar muito a escolha de Marilyn, isso traz uma agilidade muito boa para a série. Agora nos resta esperar para ver o que acontecerá com Karen, se o marido de Julia voltará a trabalhar e saber quais consequências isso trará para o casal.

Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment