Grey's Anatomy 8x17 - One Step Too Far

Pelo visto o casamento de Cristina e Owen não tem jeito mesmo.

Cristina está tentando de todas as maneiras, mas parece que nenhuma é suficiente para que o casamento dos dois volte a ser como antes. Estava achando que essa trama estava sendo muito alongada, o que de fato está, mas estão fazendo de forma tão primorosa que não dá pra reclamar.

 A atuação de Sandra Oh como sempre está impecável e é possível sentir toda a angústia junto com ela. Owen está traindo Cristina, não com a enfermeira Emily (Summer Glau), mas está traindo e isso provavelmente venha a ser o ápice para a separação definitiva dos dois. Não fico com raiva do Owen, pois o ser humano comete os piores erros em uma situação de crise. Mesmo assim morro de pena de Cristina, ela está tentando de todas as formas, muitas vezes de maneira errada e nada faz com que a cabeça de Owen mude.

Além do drama de Owen e Cristina, o episódio dessa semana também trouxe um pouco de tensão para Meredith e Derek. O casal anda vivendo o sonho da família perfeita agora ao lado de Zola, mas foi só Derek chamar Meredith para estar novamente com ele na neurocirurgia que as coisas começam a ficar complicadas.
 
Meredith é impulsiva e isso novamente fez com que ela arriscasse demais dentro da sala de cirurgia. O caso da moça que teve danos na fala após a retirada de um tumor cerebral por Meredith e Lexie sem o consentimento de Derek foi ótimo para ilustrar esse lado dela. Felizmente o casal está amadurecido e esse tipo de situação não afeta tanto o relacionamento dos dois. Ficou claro que Meredith não optará pela neurocirurgia, principalmente por ter que trabalhar junto com Derek. Agora resta saber o que ela irá realmente escolher.

O restante do episódio foi um mesclado de situações cômicas e tocantes ao mesmo tempo. E como sempre uma das partes mais emocionantes foi o discurso de Richard sobre Adele. Ele flertou o dia inteiro com Catherine Avery, mas ao final do dia não conseguiu acompanhá-la a um jantar, pois precisava ver a esposa.  É interessante ver o grande comprometimento de Richard que no passado deixou a esposa tantas vezes para viver um romance com Ellis Grey, parece que o destino está sendo bem duro com ele.

Já com Karev o destino parece estar querendo fazer um repeteco das coisas. Novamente o cara está se envolvendo emocionalmente com uma mãe desamparada, a diferença é que dessa vez o envolvimento é com uma de suas internas e a ligação dos dois antes de tudo é bem mais emocional do que a que ele tinha com Rebeca.

Mark, Avery e April , assim como Callie e Arizona ficaram bem em segundo plano e o flert de Avery com a médica que trabalha com sua mãe, na verdade foi bem insignificante. Catherine Avery, que eu já mencionei acima, serviu apenas de alívio cômico flertando com Richard. Mesmo assim esses momentos foram muito bem colocados e serviram pra dar aquela dinâmica que a gente gosta de ver na série.

PS: É impressão minha, ou Bailey foi tão insignificante quanto Teddy nesse episódio? A personagem está cada vez mais apagada, a única diferença é que nós gostamos dela, já Teddy?...
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment