One Tree Hill 9x09 - Every Breath Is A Bomb


Eu realmente não queria dizer adeus...

Parafraseando a @camisbarbieri: "Vcs tem noção de que em 4 semanas One Tree Hill acaba pra sempre?". Essa é minha última review individual aqui no blog, então já me desculpem pela choradeira principalmente do último parágrafo. Mas primeiramente, vamos ao que interessa. O episódio da noite foi mais um episódio sem a presença do James Lafferty, mas isso foi compensado pela atuação (brilhante, diga-se de passagem) em conjunto, do Paul e da Bethany. Os dois estão impecáveis nessa temporada, é realmente impressionante.

O plot Clay/Logan foi realmente muito emocionante, e o Logan assim como o Jamie quando era mais novo tem um carisma muito grande. O não que o Logan disse ao Clay foi mesmo de partir o coração, e os dois realmente colocaram emoção na cena. Todo o mal que eles fizeram em ter escolhido o ator que faz o Chuck (Michael May) compensaram com os atores que fazem o Jamie (Jackson Brundage) e o Logan (Pierce Gagnon), não que o ator seja terrivelmente ruim, mas acho que ele não tem carisma. 

Achei meio sem noção a ideia da Brooke seguir o cara que perseguia ela. Quem em sã consciência iria perseguir um bandido que já tinha te espancado? Por mais que ele estivesse intimidando ela, achei muito forçado. Mas independente disso, o plot Brooke/Xavier foi muito bem sacado. Numa série com 10 anos, onde tudo de horrível que poderia acontecer já aconteceu trazer o Xavier foi no mínimo muito interessante e estou ansioso para ver onde isso vai dar. 

Outra cena que merece ser comentada foi a cena Haley vestida a lá Brooke 1ª temporada. Só eu achei que a pessoa que estava usando aquelas botas seria a Brooke? Fiquei surpreso ao ver a Haley vestida para matar daquele jeito. Ri demais com o Dan falando que ela estava vestida igual a Deb e acho que foi difícil até pra Bethany não rir na hora.

E por fim, mas não menos importante, fiquei feliz ao ver que o Mouth ganhou um plot mais significativo do que simplesmente ter engordado. Eu insisto que ele é um personagem muito importante para a história em geral. A série mudou muito, o Mouth mudou muito, mas fazer ele voltar às origens, com o (espírito/lembrança do) Jimmy, voltando a falar de esportes, seria um belo final para ele.

Como eu disse no início, eu não queria dizer adeus. A série me fez chorar muito, me emocionar e posso dizer que me fez um ser humano melhor. Isso pode soar clichê ou ridículo para quem nunca viu One Tree Hill, mas tenho certeza que cada um de vocês entende o que estou dizendo. Eu infelizmente não comecei a ver a série em 2003 quando ela começou, mas mesmo assim eu me vi crescendo a medida que os personagens cresciam. Me senti um pouco Nathan, um pouco Lucas, um pouco Haley, um pouco Peyton em vários momentos da minha vida e com certeza vou guardar pra sempre as lembranças de todos eles. Me emocionava com as citações dos episódios, ficando sempre impressionado em como elas pareciam me descrever, ou descrever o que estava sentindo. Senti raiva/ódio/pena/carinho pelo Dan ao longo das temporadas. Senti falta dos personagens que se foram, e que não voltaram, do Jake, da Sam, da Rachel, da Peyton, do Treinador (que devia aparecer em pelo menos um episódio dessa temporada), da Karen, do Keith, e de todos os outros. Sentirei saudade das aberturas antigas, de ouvir "I Don't Wanna Be" e cantar junto ou me arrepiar ao ver a "abertura preta" em vez da normal. 

E para não alongar ainda mais a review, eu gostaria somente de agradecer a vocês todos, porque a série dependeu também de vocês para existir esses 9 anos. Obrigado #OTHFamily. Nos vemos na series finale.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment