One Tree Hill 9x12 - Anyone Who Had a Heart


"Essa é a chance 3001..."

Como eu queria que essa frase fosse de algum diretor da CW dizendo que One Tree Hill apesar de tudo não estava cancelada e voltaria para mais uma temporada como ocorreu ao longo desses 9 anos. Mas não, e mesmo sabendo que é o melhor pra série e respeitando a opinião de não fãs que afirmam que ela já passou do prazo, é difícil demais dizer esse adeus, aceitar que eu não saberei mais como estará indo a vida desses personagens que aprendi a admirar e amar tanto. Por mim a história durava até Naley, Brooke e cia  virarem avós e morrerem bem velhinhos, mas já que não pode ser assim que terminemos com final feliz e com aquela overdose de nostalgia do melhor jeito Mark Schwahn de ser.

Uma coisa que sempre foi comum entre Nathan e Brooke eram seus pais e as habilidades que tinham de estragar a vida dos filhos, e, se no episódio passado Nathan teve a chance de finalizar as coisas com o Dan, nesse foi a vez da Brooke acertar os pontos com o Ted dando a ele mais uma oportunidade que aparentemente não será em vão. Gosto demais quando atacam pra esse lado da comédia, a Sophia manda super bem e quando junta com a  Daphne Zuniga (Victoria) então fica impagável, Brooke agora enfim tem motivo para uma felicidade completa com sua empresa nova, os pais juntos e sendo mais legais do que nunca e com aquela família linda que construiu com o Julian.

Falando nele, a idéia do seriado foi aprovada e ao que parece será algo mais centrado na Brooke com direito até a um Julian versão high-school que roubaria o posto do Lucas ao fazer o ponto final do campeonato. Adorei toda a sequência inicial do episódio, o ensaio da entrevista com a Brooke e os bichinhos de pelúcia, a zoação discreta com os vampiros e lobisomens, o cogitar de uma Tree Hill com zumbis (quem ia perder isso, diz aí) e até a menção a The Creek, o seriado que o Dawson cria contando a sua própria história em Dawson's Creek. Vi nas falas do Julian um Mark que explicava com calma e detalhadamente o porquê que aquela história simples seria tão emocionante e apaixonante (como de fato nós sabemos que foi).

Como se não bastasse centrar o episódio no Burning Boat Festival, amei demais isso e confesso, só veio em minha mente o Lucas colocando o nome 'Scott' da camisa para queimar e a citação do  E. E. Cummings com a música do  Eastmountainsouth  de fundo lá de volta ao 1x03 (sim, sou viciada a esse ponto), eles foram tão fiéis aos detalhes que enquanto o Julian descobre mais sobre a Brooke do passado pelo diário o flashback mostra ela com uma bolsa rosa exatamente igual a que personagem usava nas primeiras temporadas.

E coadjuvante também merece ter sua história encaminhada para um final feliz não é mesmo? Assim vimos o Mouth emagrecer milagrosamente rápido (rumores que indústrias de emagrecimento o contratarão para comerciais) e eu não vou me prender muito nisso porque estamos em Tree Hill, a cidade onde qualquer um pode virar apresentador de programa de tv. Skills passou a assumir o show com a Millie para que o nosso querido ex-gorducho possa voltar a se dedicar aos esportes. E como não dá pra viver só de aturar o Chuck, Chase também ganha um rumo na vida com a possibilidade de virar dono da Tric e enfim fazer valer o título de 'Bar Manager'.


A mais nova família fofa e invejável da série estava incrível nesse episódio. Com uma história pra lá de simples, Logan vindo dormir pela primeira vez na casa do pai e depois o medo dele de conhecer o mar, só me fez perceber que o Mark conseguiu de novo e me fez ao longo desses três anos gostar de Clay e Quinn como se eles fossem genuínos a esse universo e vivessem aqui desde o inicio. A doçura do Logan é um show a parte e só fez a história do casal ficar melhor e não teve como não amar a cena final com o pedido de casamento excêntrico com direito a anel do Lanterna Verde. 

P.S - Só falta um.
P.S¹ - Eu tento mas tá difícil imaginar a vida de seriadora sem a minha série preferida.

Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment