Fringe 4x18 - The Consultant


Se você acha que as coisas estão ruins agora, saiba que elas ficarão muito piores.

Esse foi aviso de Nina Sharp para Bolívia que estava determinada em descobrir quem era o bode expiatório dentro da Fringe Division. O mais interessante foi descobrir que Broyles não era um Shapeshifter como imaginávamos, sua motivação para trair seu departamento e se juntar a Jones era uma grave doença em seu filho. Jones lhe concedeu a cura para o garoto e assim Broyles se viu forçado a ceder aos pedidos do vilão.

O episódio foi bem dinâmico (apesar de não ter tido muita ação) ao mostrar bastante dos dois universos. O caso da semana foi mais uma vez totalmente ligado aos planos futuros de Jones para o universo. O tal Amphilicite que pode causar grandes estragos era o responsável pelos eventos que faziam acontecer a mesma coisa nos lados A e B.  Eu não tinha muitas dúvidas que Broyles ia se entregar ou algo iria impedi-lo  de colocar aquele dispositivo na doomsday machine, afinal, o melhor será guardado pro final.

Em alguns fóruns estão havendo discussões sobre a intenção de Jones e eu acho que isso está bem claro. Com os dois mundos entrando em colapso e provavelmente uma extinção da raça humana, Jones poderá criar esse novo mundo com as criaturas evoluídas mostradas no episódio 16. Foi bem enfatizado que Jones quer dar uma de Deus criando seu próprio mundo e aí está a oportunidade. Confesso que estou bem animado pra essa idéia e torço pra que a série seja renovada, dando a ela o direito de pelo menos mais um cliffhanger que exploda nossas cabeças.

Mais uma vez o episódio veio com alguns detalhes sobre as diferenças entre os dois universos. Lado B não existe as caixas pretas nos aviões e sim satélites que gravam todas as comunicações de vôo e diga-se, seria bem mais prático em caso de acidentes. Também não existe Sherlock Holmes, quando Walter cita “o cachorro que não latiu” Bolívia fica sem entender.

Aliás, essa aproximação de Walter e Bolívia me agrada muito, principalmente por causa das atitudes de Walter. É visível que as perspectivas dele mudaram muito, quando ele fica todo animado ao ver Olívia e Peter juntos fica claro que tudo está da maneira que tem que estar e que esse é o universo que conhecemos há três temporadas, com apenas algumas alterações. Eu ainda tinha aquela sensação de que alguma coisa ainda deveria se encaixar, mas não, Peter está no lugar certo, onde sempre esteve e as motivações agora são outras, maiores e mais importantes.


Fiquei super animado ao encontrar pela primeira vez o observador, sem ter que xeretar em outros blogs ou fóruns, por isso dessa vez irei compartilhar a imagem com vocês. Ele apareceu  quando Jones foi entregar o dispositivo para conectar na Doomsday Machine em Broyles.


O Glyph Code da semana trás a palavra SIMON. Em Fringe Simon foi uma das crianças tratadas com cortexiphan e apareceu no episódio 3x12 Concentrate and Ask Again com a habilidade de ler os pensamentos dos outros, exceto Olívia.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment