The Voice 2x12/2x13 - Live Performances, Week 2/Live Eliminations


A semana em que muitos ficaram chocados. Muitos acham o Adam Levine o melhor mentor da competição e até eu estava muito empolgado para ver o que ele faria com o time dele, mas engano nosso. Adam não foi criativo e não orientou nada bem o time dele. Um exemplo claro disso é ele ter falado que não tinha preparado nada para a Kim cantar. Já Cee-Lo por outro lado, não só preparou bem seus competidores como organizou um show e tanto, fazendo de cada apresentação uma produção. Quem foi o melhor da noite? Confira!

Katrina Parker – Tonigh, Tonigh, Smash Pumpinks
Armando: Comparar Katrina com Adele, jura Adam? Só porque as duas são gordinhas e bonitas não significa que haverá comparações. Achei fraquinha a apresentação dela, não teve muita emoção. Ela canta muito melhor que isso, dava para colocar muita mais atitude na apresentação. Acho que ela irá para casa.
Rebeca: Concordo que já deu isso de comparar ela com Adele mas até gostei da apresentação. A música foi legal e gostei da voz dela mas também acho que faltou atitude embora ache que ela ainda continue.
Edu: O problema da comparação com a Adele foi além do que eu imaginava. Vestiram ela igualzinha! A música não ajudou muito na apresentação, mas eu vejo potencial nela. Não vi os resultados ainda, e se o público não votasse nela, eu a salvaria pois é uma das melhores do Team Adam.

Chessa – Don’t Leave Me This Way, Thelma Houston
Armando: Ela trouxe bastante energia para o programa, usou bem o palco e acho que a escolha da música foi apropriada para ela. Mas foi esquecível. Ela precisa fazer com que todos os outros do time dela, fiquem para traz, o que não acontecerá, pois o time do Cee Lo está muito forte.
Rebeca: Ficou com mimimi porque todo mundo no twitter dizia que ela não devia ter passado, aí resolveu "provar" que é boa e incorporou até uma Beyoncé ali no finzinho da apresentação. Não foi ruim mas pra mim não passa e nem deveria. 
Edu: Não gosto da Chessa, não queria que ela tivesse passado das battles mas a música dela foi uma boa escolha do Cee Lo. Para mim ela só passaria pelas escolhas que o Cee Lo fez e não por competência própria. 

Tony Lucca – In Your Eyes, In Your Eyes.
Armando: Xtina disse tudo, acho que falta versatilidade para ele. Ele é ótimo, mas ainda não mostrou nada melhor que a blind audition dele. Acho que ele passará para a próxima fase, pois é um dos melhor dos times do Adam.
Rebeca: Vai passar por falta de opção no time ao qual pertence, apresentação monótona e vocais também. Totalmente esquecível.
Edu: É outro dos menos piores do team Adam, mas achei a apresentação muito chata. Esperava mais energia vindo dele, e acho que vou continuar esperando até ele ser eliminado. Por esse apresentação eu tive a impressão de que ele não rende muito mais que isso aí.

Kim Yarbrough – Rolling in the Deep, Adele
Armando: Adam, seu cretino. Te odeio por não dar a atenção devida a ela e odeio ela por ter escolhido Adele. A apresentação foi boa, não minto. Ela alcançou notas altas que não imaginei que alcançaria. Porém o Adam tirou ela da competição.
Rebeca: Cantar Adele traz sempre dois lados: um, que fazendo bem você prova que sabe cantar de verdade; dois, que é inevitável a comparação. Apresentação foi ok e só, ela não mudou em nada a versão e assim fica bem difícil deixar marca no programa. Pelo estilo de voz e de personalidade dela eu fiquei esperando uma coisa completamente diferente.
Edu: Se ferrou com a escolha da música. Exatamente isso. O Adam foi tão féla que nem pra avisar a moça que se ela tentasse imitar a Adele iria se dar mal, e foi exatamente o que aconteceu. Se você vai cantar uma música que já um sucesso, você tem que fazer sua própria versão, dar um novo estilo pra conseguir fugir das comparações diretas, e convenhamos comparar alguém com a Adele é impossível. Para mim ela perderia até para aquela menininha que faz vídeos no youtube.

James Massone – Don’t Know Why, Norah Jones
Armando: Eu achei genial o que o Cee Lo quis fazer com ele. Mostrar esse lado mais calmo do James. Pena que a execução não foi boa, ele se perdeu quando saiu do banco e foi dar um olá para as mulheres. Mas eu gosto muito dele e acho que conseguirá passar para a próxima fase sem precisar ser salvo pelo Cee Lo. 
Rebeca: Eu amo a voz dele e realmente a primeira parte da música soou ótimo, aliás nunca imaginava uma escolha dessas, mas depois entrou uma parte mais complicada vocalmente e juntou isso a ele perder tempo demais preocupado com a platéia e a coisa desandou um pouco. Mesmo assim eu gostei bastante e acho que ele passa só não sei se pelo público.
Edu: Cee Lo mandando bem como produtor. Eu gosto do James desde as blind auditions e acho que ele tem um carisma muito grande (apesar dos casacos personalizados). Ele conseguiu entreter o público, mesmo com a escolha da música não sendo tão favorável. Desafinou em alguns pontos, mas eu o salvaria mesmo se ele fosse para a repescagem.

Juliet Simms – Roxanne, The Police
Armando: Ela é totalmente fora do meu estilo, mas eu adorei cada segundo da apresentação. Essa mulher tem uma voz incrível e altamente envolvente. Ela sabe como se apresentar e cativar ao público. Nossa, nem sem mais o que falar. Melhor da noite, sem dúvidas.
Rebeca: Uaaau! Calma aí que eu vou ali rever essa versão pela centésima vez. Melhor da noite e arrisco dizer a melhor do programa até o momento, se antes eu já torcia por ela, agora quero que ela chegue na final e vença. Engraçado que foi a apresentação mais simples do Team Cee Lo mostrando que apesar de bom quando se tem uma voz dessa nem é preciso muita firula no palco. Adorei que ela começou lenta, centrada no meio palco e depois explodiu com essa voz tão perfeita. #GoJuliet e ai desses americanos se fizerem errado essa semana.
Edu: Primeira vez que o Blake falou algo que não fosse sobre descamisados e jogar calcinhas no palco (gay!). Minha opinião é a mesma dele, foi a primeira das apresentações dela que mostrou algum talento. Foi a melhor de todas apresentações, inclusive as da semana passada, mas de agora em diante ela pode se preparar pois será cobrada à altura do que mostrou. Não torço por ela, mas estou curioso para ver se ela vai decepcionar ou não todo mundo que está torcendo.

Mathai – Ordinary People, John Lennon
Armando: Eu simplesmente amo quando ela canta, a voz dela me faz eu me sentir tão bem e confortável. Ela tem um tom muito parecido com a Corinne Bailey Rae e adorei o estilo dela no palco. Porém, ela pode fazer muito mais com a voz dela. Espero para ver o que ela fará semana que vem.
Rebeca: Lindo! Sou daquelas que aprecia muito mais uma coisa calma e simples assim, adorei a escolha da música e ela mostrou porque merece está ali. Melhor do Team Adam, passa fácil. Detalhe é que ela cantou logo após a Juliet, sem intervalo e conseguiu me conquistar do mesmo jeito.
Edu: A Mathai tem uma voz tão única e incrível que é difícil não gostar das músicas que ela canta. A escolha da música foi excelente, porque ela conseguiu mostrar que pode ser versátil cantando músicas mais calmas, que particularmente adoro. Ela é a melhor do team Adam, sem sombra de dúvida. 

Tony Vincent – Everybody Wants To Rule The World, Tears For Tears
Armando: Ok, não gostei de nada na apresentação. Ele tem um poder e uma energia incrível dentro dele, algo explosivo. Mas de que adianta ter isso e escolher uma música que não deixa explorar toda essa energia? Acho que ele fica pelo povo se conectar ao fato dele ter ganhado uma filha recentemente.
Rebeca: Também não gostei, me deu agonia ele ficar ali em cima por tanto tempo e quando resolveu descer só ficou pior. Muita coisa pra nada, sabe? Mesmo assim acho que passa nem que seja pelo voto do Cee Lo.
Edu: Fiquei com a sensação que faltou algo. Ele se mostrou muito mais enérgico, mais poderoso nas apresentações anteriores, e a música ou ele não passaram essa sensação. Ficou um meio termo, definitivamente fraco, sem emoção. Ele é bom cantor, eu até torço um pouco por ele, mas não foi uma apresentação digna de passar para a próxima fase.

Karla Davis – Airplanes, B.o.B. com Hayley Williams
Armando: Essa guria ainda não tinha sido eliminada? Nossa! Mas eu gostei da apresentação dela, foi a mais original. Mas tadinha dela, tava procurando ar aonde não tinha na parte do rap. Gostei do final, única parte aonde ela conseguiu se encontrar.
Rebeca: Vergonha alheia define. Tudo bem querer fazer diferente mas precisava escolher uma música dessa? Achei ruim desde inicio, até na parte que originalmente é cantada pela Hayley, quando começou o rap então... Karlinha pega sua Berta e suma já desse programa.
Edu: Oi? Tchau. Duas palavras para essa moça aí. O Adam é tão burro, que deixa ela passar pras live auditions para passar esse vexame aí. E ainda assim, nem escolheu uma música decente pra ela cantar. As caras que a Christina faz quando comenta o team Adam são o reflexo de quão ruim ele está sendo como coach.

Erin Martin – Walk Like An Egyptian, Bangles
Armando: Rebeca você deve ter amado essa apresentação. Já eu não entendi porque tem um monte de homem sem camisa no palco. Ela tem uma voz super agradável de ouvir, mas é a pior do time do Cee Lo. Pena, eu gosto dela.
Rebeca: Acredita que nem os homens sem camisa conseguiram me fazer gostar disso aqui? Achei a escolha da música estranha, não gostei da voz dela nem de toda a encenação no palco. Bye Bye Erin e pra mim já vai tarde. 
Edu: A voz dela é única: Ok, concordo plenamente. Ela é boa? Infelizmente não. A primeira apresentação dela, ainda nas blind auditions me chamou a atenção, mas depois disso só fez merda. Cee Lo teria feito muito mais pelos Shields Brothers do que fez por ela. Eles pelo menos tinham estilo, rock, e sabiam animar o público, ela é bonita, tem uma voz diferente e mais nada. 

Pip – When You Were Young, Killers
Armando: ROCK COM UMA GRAVATA BORBOLETA? Não gosto de rock, todos sabem, mas se gostasse votaria muito para ele sair. Cantar rock de gravata borboleta é desrespeito ao gênero, poxa! A apresentação dele foi totalmente forçada, ele não se conectou com a música. Digo mais, ele jamais será um rocker, pois não atitude nenhuma. Ele precisará ser salvo pelo Adam.
Rebeca: HAHA, juro que disse a mesma coisa quando vi ele de jaqueta e gravatinha borboleta. Sério Pip, você quer cantar rock? Não foi tão ruim, apesar de ter percebido como a Cristina disse uns momentos em que ele parecia está fora de sintonia com a banda. Mas as coisas pioram quando se conhece a versão original e pra você chegar a nível do Brandon vai ter que se esforçar muito. Acho que passa pelo público, afinal tá difícil escolher os melhores desse Team Adam. 
Edu: Coitado desse sujeito. Pinta de gravatinha borboleta com uns suspensórios em todas as apresentações e agora quer cantar rock. Péssima escolha da música, mas apesar de tudo eu tenho esperança de que o Adam escolha uma música que combine com ele, ou que ele seja menos idiota, cresça e cante uma música sem parecer ter 7 anos de idade.

Jamar Rogers – Are You Gonne Go My Way, Lenny Kravitz
Armando: Isso sim é uma estrela do Rock. Tenta aprender um pouco, Pip. Energia, carisma, atitude... Estava tudo presente. Ele e Juliet foram os melhores da noite. Parabéns, Cee Lo, você realmente é um ótimo mentor.
Rebeca: Viu aí Armando? Fiz certo em escolher Team Cee Lo como favorito. Jamar arrazou e eu até relevo aquele passar pelas pernas de pau desnecessário porque a voz e a atitude dele roubaram as atenções. Juro que pensei que ele ia pro lado mais pop/R&B e me surpreendi com a escolha mas de surpresa boa eu quero é mais.
P.S - Depois de hoje certeza que vai ser X-tina vs Cee Lo no final, a não ser que o povo americano esteja assistindo ao programa embriagado.
P.S¹ - Blake está sendo pago pra que gente? O cara além de não saber ser um bom técnico não sabe comentar nem reconhecer quando ver ótimas performances. E olha que ano passado eu torcia pra ele.
Edu: A melhor apresentação de todas. A mais completa, a mais bem produzida. O Jamar assim como o James é muito carismático, isso junto com o rock que ele cantou tornaram a apresentação perfeita. Estou torcendo por ele, e espero vê-lo na final.
Destaque para a qualidade como coach do Cee Lo. O time dele parecia ser só ok, e ele mostrou que vai brigar pela vitória do programa. Team Cee Lo x Team Xtina, vai ser a grande disputa dessa temporada.

Resultados

Depois de uma energizante apresentação da Jessie J, que está no The Voice UK (muito bom por sinal) e o Team Xtina somente fazendo Oh, Oh. Vamos aos resultados.


Sem surpresas Juliet Simms, Jamar Rogers e James Massone foram salvos pelo público. Assim Tony começou a batalha pela última vaga, cantando Sweet Dreams (Are Made Of This) do Eurythmics, música mais que batida em realitys musicais e por um momento fiquei com medo dele. A havaiana Cheesa decidiu cantar All By Myself de Eric Carmen, para mostrar seu arranjo vocal e pisou na cara de seus colegas de time, simplesmente amei, ela mostrou o por que está na competição e fez sua melhor performance até aqui. Por fim, Erin tentou mostrar como sua voz é agradável cantando Your Song da diva Elton John, mandou bem, mas a competição já tem a Mathai, então você pode ir embora Erin.

Escolha do Cee Lo: Cee Lo foi esperto e depois daquela apresentação explosiva de Chessa, ele a escolheu, como se tivesse escolha.



Depois de Mathai, Tony Lucca, e do "rocker" de gravata borboleta, Pip. Kim batalhou pela última vaga com Katrina e Karla Davis. Kim cantou Spotlight da J-Hud, mas não mandou bem, a voz estava boa, mas faltou controle de ar e a cara dela foi de derrotada durante toda a apresentação. Karla Davis cantou I Can't Make You Love Me do Bonnie Raitt, depois do desastre de ontem, essa apresentação foi anos luz melhor, porém o controle da respiração também traiu ela. E por fim, Katrina cantou Don`t Speak do No Doubt e foi muito bem, melhor das três, porém o que uma cantora de soul está fazendo cantando rock? Ai, ai.

Escolha do Adam: Adam foi vaca-vai-com-as-outras e escolheu Katrina depois de todos seus colegas mentores escolhê-la.

Audiência: As performances ao vivo marcaram uma audiência de um pouco mais de 10 milhões de telespectadores e marcaram 4.0/11 na demo. Já os resultados marcaram 3.5/9 nas demos e 8,87 milhões de telespectadores.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment