Bones 7x11 - The Family in The Feud / 7x12 - The Suit on The Set


Max está de volta! 

Brennan conseguiu irritar tanto os diretores da creche de Christine que a criança foi suspensa. E Brennan estava muito seletiva ao tentar encontrar uma babá. Booth resolveu, então, trazer o pai dela para ajudar enquanto não arrumam ninguém. Achei bacana a maneira como colocaram a insegurança da Brennan como filha, seu trauma com o abandono pelo pai na infância e seu senso de proteção com a sua filha, neta de Max, ao ser deixada aos cuidados dele. Sem dizer que ver a Brennan toda protetora e preocupada com sua filha é cada vez mais fofo, já que na 1ª temporada ela era conhecida como uma mulher muito racional, quase sem sentimentos.

Depois de muito reclamarmos, nós, fãs de Bones, finalmente comaçamos a ver mais cenas apaixonadas entre Booth e Brennan. Desde que os dois de juntaram de vez no finale da 6ª temporada, a relação deles parecia mais uma amizade entre duas pessoas que se curtem, mas se sentem bem sem algo mais. Nosso clamor foi ouvido e desde o episódio 7x09 passamos a ver B&B mais como casal. Neste 7x11 vimos Brennan surpreendendo a todos, e até mesmo Booth, ao beijá-lo em meio à cena do crime.

Achei muito legal a Daisy ir a fundo na centenária questão fundiária das famílias envolvidas no assassinato e descobrir o real motivo da tal rixa. Sempre a achei bem chatinha, com poucos momentos engraçados, mas agora estou percebendo-a cada vez menos irritante. Ah, e como poderia me esquecer do Hodgins. Por que, , essa história de cozinhar com os instrumentos do laboratório foi legal na primeira vez (episódio passado), mas agora a coisa começou a ficar sem graça.



E eis que Bones atinge as telonas.

“Bone of Contention. Action so intense you can feel it in your bones.” O slogan mais ridículo que já vi para um filme que estrapola os limites da escala tosca de ser. E isso tudo fez o episódio ser muito engraçado. Brennan e Booth vão até os estúdios de gravação do filme baseado no livro de Brennan para acompanhar o andamento das filmagens. E Brennan, é claro, percebeu todos os elementos toscos e fora da acurácia científica no set, dando chilique e tudo. Até o corpo em decomposição ser encontrado no lugar do boneco usado na cena. Foi muito engraçado ver Brennan feito criança pedindo para Booth tomar a jurisdição da cena do crime para que eles pudessem solucioná-lo e, assim, as filmagens não serem paralisadas.

E Booth realmente deu um show nesse episódio com suas caras e bocas. Quem é que não riu do seu convencimento ao ser comparado com Steve McQueen pelo ator “pseudo Booth” do filme? Ou da sua reação ao tentar pegar o depoimento do diretor e o “pseudo Booth” o derrubou como se o cara fosse fugir?

Agora a cereja do bolo veio com o curta-metragem estrelado por Cam nos anos 80, “The Invasion of The Mother Suckers”. Meldelss, como eu ri da foto dela no pôster do filme. Se o filme baseado no livro de Brennan já era muito tosco, este então… pfff. Desde o nome do filme até o próprio filme em si, era tanta coisa tosca junta que eu não conseguia parar de rir.

Foi bom ver um episódio bem descontraído antes que o serial killer retorne à serie até o fim da temporada.


Stay tunned for scenes of our next episode:

 [PROMO] 7x13 - The Past in The Present (Season Finale)


Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment