Freaks Watch On - O que eu assisto!

Era pra ter feito esse post a muito tempo atrás e antes que o pessoal do blog comece a reclamar ainda mais da minha demora, aqui vão as minhas respostas.



Primeira série: Lois and Clark: The New Adventures of Superman. Eu assistia aleatoriamente nos domingos da Globo, na época não tinha nenhuma noção de temporadas muito menos de séries, mas adorava ver o Clark salvando sempre a Lois e convenhamos era muito mais gratificante ter uns programas desses pra assistir do que o que vemos hoje.



Melhor série: Breaking Bad. Essa eu demorei pra conhecer mas quando o fiz não quis mais largar. Depois da maratona das três primeiras temporadas me juntei ao bando que ansiava pela Season 4 e juntava expectativas para saber se os produtores conseguiriam superar o que já haviam feito até ali. E eles conseguiram.
Uma série que te conquista pela evolução da história e por atuações cada vez mais marcantes e que mesmo abordando temas "pesados" o faz com uma excelência que te prende ao longo dos 50 minutos semanais.


Série Preferida: One Tree Hill. Essa aqui também pode ser considerada minha primeira, porque foi depois de assistir ao seu piloto no SBT (que tirou do ar na outra semana) que eu fui atrás e descobri o universo dos seriados na internet. Minha queridinha, a que defendo até o fim, a que participo de fóruns e corria atrás de noticias, a que eu faço camisas, compro boxes (e não empresto a ninguém), a que sei o nome de todos os atores, sei as músicas mais marcantes, canto a abertura, enfim a minha favorita pra sempre.


Pior Série: How to be a Gentleman. Certeza que devem ter piores ao longo desses mais ou menos 7 anos de seriadora mas meu trauma mais recente foi esse. Uma "comédia" que dava tédio até em defunto e que felizmente privaram o sofrimento da humanidade cancelando após 3 episódios exibidos. História ruim, atuações também, piadas nem se fala.


Quero voltar a assistir: Sons of Anarchy. Só vi o piloto, gostei mas não tive como continuar na época. As indicações frequentes dos amigos e os comentários de quão boa essa história dos motoqueiros é me fazem querer colocar ela em dia o mais rápido possível.


Poderia virar filme: Veronica Mars. Essa aqui é fácil de responder e óbvia pra qualquer fã de VM, uma das séries canceladas mais injustamente. Eu consigo imaginar tão bem uma história que acompanhasse nossa detetive sarcástica e sua saga no FBI, bem aos moldes dos 15 minutos do 4x01 que a WB estupidamente decidiu não levar adiante.


Não quero que acabe nunca: Flashpoint. Séries policiais tem uma probabilidade maior de nunca acabar e se tenho que escolher que seja aquela que não me decepcionou ainda ao longo dessas quatro temporadas. Flashpoint, essa série canadense infelizmente pouco conhecida, tem excelentes personagens e conta seus casos semanais de um modo mais envolvente que outras séries do gênero, na minha opinião. Trilha sonora e as cenas de ação também fazem dela um das minhas preferidas. (Infelizmente até em sensatez os produtores da série são superiores e resolveram anunciar o fim da série após o término da nova temporada.)


Se minha vida fosse uma série seria: New Girl. Essa eu só assisti 4 episódios e nem achei tão engraçada como dizem por ae mas me comparo facilmente com a protagonista. Desastrada, estranha, sem nenhuma habilidade de conquista, rodeada de amigos homens e fã de Dirty Dancing(ráh).
Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment