The Voice 2x20/2x21 - Final Performances/The Winner is announced


Esta foi uma boa temporada, mas nossos mentores e o público americano nos desapontaram muito, eliminando pessoas com grandes chances ao prêmio de forma injusta e muito cedo na competição. Nesses dois últimos episódios vimos muitas desavenças, brigas e "mimimi". Sem dúvidas nenhuma Adam e Xtina roubaram a noite, não somente pela sua discussão, mas também pelas apresentações que fizeram com seus pupilos. Christina realizou o sonho de Chris ao cantar com ele "The Prayer" que dispensa qualquer comentário, já Adam e Tony fizeram uma versão gostinha de ouvir de "Yesterday". Cee Lo e Juliet arrasam cantando "Born To Be Wild" e o Blake cantou algo com o Jermaine (totalmente esquecível essa apresentação). Ainda na noite tivemos cada um dos competidores fazendo uma homenagem ao seu mentor e uma música de livre escolha, confira abaixo nosso comentários. (Obs: O Edu foi subtituido pela Flavia devido sua grande indignação perante ao resultado)

Jermaine Paul - “I Believe I Can Fly”, R. Kelly
Armando: Ele é o único de todos que não evoluiu, não mudou, não tentou sair da zona de conforto e é o único que, para mim, não tem chances de ganhar o programa. Todos sabem que ele só chegou até a final porque foi backing vocal da Alicia Keys e canta "marromenos". Essa apresentação não foi ruim, mas não foi boa também.
Rebeca: Eu gostei bastante do clima da apresentação, o coral e tudo mais e foi uma boa escolha de música. Desde o inicio nunca vi nada demais nele e também não acho (nem quero) que ganhe.
Flavia: Ele tem uma voz linda, o clima criado pra apresentação foi incrível, mas ainda é o Jermaine que faz a mesma coisa desde o começo. Não mostrou nenhuma dinâmica, nenhuma pluralidade e permaneceu naquela mesmice, sem convencer que pode ser um artista capaz de encarnar diversas facetas.


Tony Lucca -  “99 Problems”, Jay-Z
Armando: Eu entendo todo esse negócio dele pegar músicas de estilos diferentes e fazer dela como se fossem dele, pois é isso que um artista de verdade deve fazer. Mas eu acho ele tão brega, com essas danças toscas e sem noção.  Eu adorava ele antes, agora é totalmente indiferente e se tem uma pessoa que quero que não ganhe, é ele.
Rebeca: Ele se sai bem melhor quando faz essas versões super diferentes que ninguém espera assim, gostei do inicio da apresentação com o lance do bumbo e tal mas as caretas me incomodam demais também. Não gosto em nada do jeito que ele se move no palco e como já declarei antes para mim é o mais fraco vocalmente de todos os quatro.
Flavia: Não consegui gostar. Primeiro que a versão original da música já é bem chata e incrivelmente, ele conseguiu piorar. Achei o lance dos bumbos totalmente sem noção e nem de longe pareceu uma apresentação de alguém que é finalista de uma competição desse porte.


Chris Mann - “You Raise Me Up”, Josh Groban
Armando: Sendo sincero? Me deu sono. Mas eu "rebobinei" a apresentação e assisti prestando a atenção. Ele mandou muito bem, tem uma voz boa e a preparação do palco foi muito bem feita. Todos sabem que sou Time Xtina, espero que ele ganhe, pois ele realmente tem A VOZ!
Rebeca: Chris é o único que eu "aceito" se a Juliet não levar o prêmio. Ele esteve impecável em todas as apresentações da noite e fechou muito bem com essa, me emocionei também e curti bastante o lance da tradução para surdos e os adolescentes entrando no final.
Flavia: Diferentemente da semana passada, dessa vez Chris conseguiu me entreter. Ainda estou um pouco chateada com a saída da Lindsey, mas devo admitir que a voz dele é sensacional, merece todos os aplausos do mundo e mais do que nunca ele provou que merece ao menos um segundo lugar, tanto pela ótima apresentação quanto para honrar o trabalho incrível que a Xtina fez nessa temporada.


Juliet Simms - “Free Bird”, Lynyrd Skynyrd
Armando: Florence, é você? Ops, não... mas que a voz é potente, isso é. Semana passada ela havia me surpreendido bastante e hoje manteve o nível, é incrível a potência vocal que ela tem, só que eu ainda acho que falta um pouco mais de emoção nas apresentações dela, mas vocalmente ela é incrível.
Rebeca: Queria mesmo é uma coletânea da som livre inteira dos rocks clássicos na voz dela. Amei tudo de novo e ao contrário do Armando acho q sobra emoção no jeito que ela canta. E depois ainda descubro que ela tava meio doente quando cantou. Na boa? Até doente ela prova que merece ganhar mais do que os outros finalistas. #GoJuliet
Flavia: Quero ver alguém com pneumonia cantar tão bem quanto essa menina cantou. Eu não tenho mais adjetivos pra elogiar o que ela faz no palco e uma única apresentação de Free Bird foi suficiente pra me viciar na música. Adorei o arranjo, adorei a produção do palco, a roupa que ela estava usando, o guitarrista entrando no palco e dando um "boooom" pra apresentação. Só reforçou minha certeza de que ela é mesmo "A voz" que esse programa procura.

Jermaine Paul - "God Gave Me You", Blake Shelton
Armando: Eu adoro essa música do Blake, acho que é uma das melhores lançadas por ele. Mas queria ver o Jermaine cantando Hillbilly Bone. Quanto a essa apresentação, eu gostei. Achei até que ele fez um pouco melhor que o Blake (não me matem, por favor).
Rebeca: Não conheço as músicas do Blake (=P) então para mim foi ok não tive com o que comparar mas achei legal a mensagem que ele passou com a música.
Flavia: Também não conhecia a música e pra mim essa apresentação foi boa, assim como todas as outras que o Jermaine faz. Nada além do esperado, nenhuma surpresa, nenhum brilho nos olhos... Talvez esse seja o problema.

Tony Lucca - "Harder to Breath", Maroon 5
Armando: Achei tuda a apresentação errada. A escolha da música não foi boa, a apresentação foi super sem sal, assim como o Tony, enfim, esquecível ao extremo.
Rebeca: Esse é o Tony Lucca que conhecemos, aquele que "roubou" o lugar de Katrina, Mathai e que definitivamente está sobrando nessa final. Vergonha alheia define, se não aguentava cantar a música por que escolheu? 
Flavia: Sou do time que defende que é errado comparar um profissional com alguém que ainda está tentando chegar lá, mas dessa vez foi impossível evitar. As duas questões principais são: a) Por que Tony fez isso com a música? b) Por que o Adam deixou?  Acho que foi um dos momentos mais dispensáveis dessa temporada, sinceramente.

Chris Mann - "The Voice Within", Christina Aguilera
Armando: Eu tive que me acostumar com a ideia de um homem cantando essa música, mas depois disso foi tudo muito bem, muito belo, muito potente. Gostei da homenagem, só não sei porque ele não atingiu umas notas altas no fim da música, pois ele consegue atingir facilmente elas.
Rebeca: The Real Man. Não tenho o que reclamar dele, foi excelente e foi o mais criativo na homenagem ao coach. Amei aquela carta que ficou passando ao fundo e gostei da versão também. 
Flavia: Achei excelente e consegui me emocionar de verdade. Mais pelo fato de achar que a Xtina foi incrível nessa temporada do que pela apresentação em si, mas eu me rendo, esse cara tem muito potencial.

Juliet Simms - "Crazy", Gnarls Barkley
Armando: Juliet, Juliet, Juliet. Que voz! Muito boa a apresentação dela, porém tenho que bater na mesma tecla: faltou vontade de cantar. Mas eu te amo, Juliet!
Rebeca: Tenho para mim que quem ainda não curte a Juliet (a.k.a Edu) é porque não gosta do voz rouca dela e pronto, não vem me dizer que essa menina não é boa no que faz não. Foi a performance mais fraca dela na noite e ainda assim melhor do que de muitos outros. 
Flavia: Uma linda! De longe, a apresentação foi num nível menor se comparada as outras, mas ainda assim foi incrível. Ela estava descontraída, sorridente e conseguiu transmitir pra gente o carinho que ela tem pelo Cee Lo e essa relação tão fofa e verdadeira que eles construíram ao longo da competição. #GoJuliet

Resultados

Decepção define os resultados da noite, mas antes de chegar lá, o programa nos presenteou com a volta de vários competidores já eliminados, o que fui muito bacana. Adorei ver Lindsay, Sera, James, Jamar, Naia e cia nos presentando com performances excelentes, menos a do Tony que foi super sem graça e sem conexão entre os dois. Ainda tivemos Juliet sendo a piranha do Flo Rida e os moços sendo backing vocal de alguém lá. E antes dos resultados pausa para ir no banheiro, Justin Bieber está dançando. Agora sim, vamos lá. Depois de muita agonia...

4º Lugar: Chris Mann (achávamos que ficaria em segundo)
3º Lugar: Tony Lucca (o cara mais odiado por todos)
2º Lugar: Juliet Simms (a que todos queriam que ganhasse)
1º Lugar: Jermaine Paul (Por que ele ganhou? Porque a Alicia Quis [Roubei a piada de alguém])


Muita sorte para o moço na "carreira" dele, mas temos que expressar a nossa indignação perante o povo americano, que não sabe votar mesmo, não tem jeito. Como pode o pior competidor do pior time ganhar? Mas antes ele do que o Tony Lucca, não é? Bem, até a próxima temporada, pessoal!
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment