Game of Thrones 2x10 - Valar Morghulis (Season Finale)

Tudo que é bom dura pouco...


Final de temporada, bate aquela tristeza de saber que teremos de esperar mais um ano para revermos Tyrion Lannister, Arya Stark, Jon Snow, Daenerys Targaryen e Cia. E além disso, ficamos com um gostinho de quero mais, com os cliffhangers deixados (muitos!) em cada um dos núcleos. 

Pode se dizer que esse episódio serviu basicamente para isso, deixar cliffhangers. Antes de comentá-los preciso tirar um peso das costas: O Anão Vive!!! Confesso que fiquei com medo de que George R. R. Martin fosse fazer a maior cagada de todos os tempos matando o personagem mais querido de toda Westeros. Já havia lido a história no livro dois, mas com tantas mudanças entre livro e série, achei que algo do tipo não estaria distante de acontecer. 


E já que estamos falando de Tyrion, comecemos por ele, que permanece debilitado de toda a batalha de Porto Real. Assim como Varys bem disse, ele não será recompensado por sua coragem, e por ter salvado Porto Real da invasão de Stannis, e além disso deve ter cuidado já que sua morte aparentemente foi encomendada por Cersei. Tudo o que resta a ele, agora que Tywin assumiu como mão do rei, foi a sua amante Shae, que prometeu a ele sua companhia apesar de tudo que aconteceu. Vale comentar aqui mais uma vez a atuação de Peter Dinklage que quase me fez chorar quando caiu em prantos ao lado de Shae. Espero que ele se recupere logo e que bote todo mundo para correr, como vinha fazendo quando era mão do rei.

E por falar em Rei, quem se deu bem nessa história toda foi Joffrey, que não só conseguiu se manter no trono de ferro, como também ganhou uma nova prometida/esposa, a bela Margaery Tyrell. Ainda não conhecemos a personalidade de Margaery, mas o que sabemos é que ela estava determinada a se tornar rainha, e parece ter conseguido o que tanto queria. Algo me diz que teremos uma nova Cersei no pedaço, talvez ainda pior que a original. Cansa Sansa, inocente como sempre, saiu rindo da situação esquecendo-se que os Lannister ainda a tem como prisioneira, independente de com quem Joffrey decida se casar. E no meio da bagunça aparece Mindinho, novo senhor de Harenhall, sendo uma possibilidade para ela de liberdade. Ao que sabemos de Mindinho, no meio disso não pode sair coisa boa. Enquanto Mindinho tentava ganhar Sansa na conversa, vimos um diálogo que pareceu ser bastante importante entre uma de suas prostitutas e Varys. Não faço a menor ideia do que irá acontecer, mas ao que parece pode ser o trunfo que virará o jogo entre os dois manipuladores.


Enquanto tudo isso ocorria em Porto Real, Robb conseguiu fugir do seu compromisso com os Frey e se rendeu aos encantos de Talisa, casando-se com ela. Resta saber as consequências disso, já que todo a história de Rei do Norte foi construída com base na aliança entre os Frey e os Stark. Uma parte que ficou meio sem conexão aqui, foi que ele deixou de lado sua revolta contra Theon só para se casar? Achei que ficou meio fora de lógica que ele se preocupasse com isso enquanto Winterfell permanecia tomada por um traidor. Já que Robb não deu as caras, Theon fez o favor de cavar sua própria sepultura, num cerco dos nortenhos à cidade (também sem muita explicação), seus aliados voltaram contra si e botaram fogo na cidade, destruindo tudo por lá (alô? Cade o povo que cercava a cidade?). Tudo isso criou a oportunidade perfeita para libertar Bran e cia, que seguindo o conselho de Meistre Luwin se dirigem ao norte para encontrarem com Jon Snow.

E no meio dessa bagunça que se tornou Westeros, com todo mundo inimigo de todo mundo, Jon Snow é o mais perdido de todos, em meio aos selvagens e os Outros, no fim do mundo para lá da muralha. E que cena foi aquela com os Outros, que me lembrou Senhor dos Anéis, onde eles marchavam em direção ao sul. Não consigo nem imaginar o que irá acontecer, caso selvagens e Outros (não sei se eles lutarão juntos) consigam ultrapassar a muralha e chegar mais ao sul. Enquanto esse povo todo se aproxima da muralha, quem vai ao encontro deles é Arya, que em seu último encontro com Jaqen H'ghar ganhou uma moeda, que aparentemente poderá salvá-la mais uma vez no futuro. De alguma maneira senti Jaqen ligado com Melisandre e todo aquele papo de Deus vermelho, vamos esperar para ver se a minha teoria estará certa.



Do outro lado do mar estreito, Daenerys finalmente deu a volta por cima fazendo a multiplicação dos Dothrakis. Sério gente, esse povo todo surgiu de debaixo das pedras? Ou os dragoezinhos botam ovo dothraki? Porque sinceramente, quando levaram os dragões tinham matado muita gente do pessoal dela, e pelo que me lembro ela só tinha ficado com a escória do exército de Khal Drogo. Mas bem, como ia dizendo, ela finalmente conseguiu recuperar seus dragões, e arrecadar dinheiro o bastante para comprar um navio. Adorei a cena dos dragões cuspindo fogo, e reitero meu desejo de vê-los gigantes cuspindo fogo em Westeros (se possível, matando Joffrey queimado).



E assim terminou-se a segunda temporada de Game of Thrones. Em geral, gostei da temporada, achei bem feita, apesar da pouca ação. O episódio 2x09 foi sem dúvida o melhor de toda a série, e excedeu todas as minhas expectativas. Esperemos então que a próxima temporada continue no mesmo nível, e que contenha um pouco mais de ação do que vimos nessa segunda. Muito obrigado a todos vocês pelas visitas e pelos comentários, e nos vemos no ano que vem. 
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment