Dexter 7x02 - Sunshine and Frosty Swirl



Curando um serial killer em dez passos.


Depois do final chocante da premiere em que Deb descobre enfim toda a verdade sobre o irmão, esse segundo episódio focou em como ela reagiria frente a essa verdade e como o relacionamento dos dois ficaria definido a partir de agora. Confesso que num primeiro momento eu esperava uma reação mais "revoltada" dela, mas após vômitos e um soco de leve no Dexter o amor que ela tem por ele acabou sendo superior até ao fato dela como detetive nunca se quer ter desconfiado. E digo um amor declarado mesmo porque aqui ela fala "Eu te amo" em determinado momento pra ele como se fosse já de costume para ela dizer isso, e bom, a gente sabe que não era.

E eu gostei bastante dela ser uma nova perspectiva de rumo para o Dexter e do esforço pra tentar sanar essa "dependência" do irmão, indo contra e questionando tudo aquilo que Harry de certa forma impôs a ele. Palmas aqui para a interpretação da Jennifer (como ela só melhora né?) que nos passava aquela angustia e repugnância e ao mesmo tempo um esforço e vontade de tentar entender o que o Dex sentia para conseguir ajudá-lo.

Quanto ao Dexter, primeira vez que vejo ele sendo tão aberto e sincero sobre tudo que sente e tudo que se passa na mente, seus desejos e sensações. Sim, Lila e Miguel sabiam que ele era um assassino, Lumen sabia e aceitava mais do que qualquer pessoa o dark passenger mas só aqui com a Deb ele conseguiu enfim uma definição e de certa forma um alivio ao dividir isso com alguém e ainda mais com alguém tão importante na sua vida. Prova disso foi ele ter ligado pra ela para conseguir "impedir o dark passenger" mesmo depois de ter dopado a carne. Sabemos que ele não vai aguentar isso por muito tempo e o paralelo com o presidiário que se matou no fim do episódio só serviu para confirmar que talvez não exista jeito mesmo e que qualquer coisa seria melhor que a prisão.

Louis ainda é um mistério pra mim mas o acontecimentos desse episódio me levam a crer que ele pode oferecer uma ameaça maior do que Dexter está levando em consideração, não duvido dele ser também um assassino e um admirador do BHB e saber toda a verdade sobre nosso protagonista, afinal aquele cinismo todo pós primeiro ataque é de quem tem alguma carta na manga, o que só com o tempo pra saber.

Tivemos pouco tempo gasto com LaGuerta (yaaay!) e a dupla de detetives mais inúteis da televisão segue fingindo que serve para alguma coisa. Deu pra saber pelo menos que o chefão da máfia ucraniana não veio pra brincadeira e que a coisa vai apertar assim que ele descobrir que foi o Dex que tirou um dos empregados dele do mapa.

P.S - Dexter vai dormir na casa de Deb e não leva o Harrison? Que tipo de família é essa?

P.S² - Semana que vem é a primeira aparição da Yvonne Strahovski e ao contrário do que eu pensava ela vai ser a parceira do presidiário que cometeu suicídio. Alguém ansioso?

P.S³ - Quanto tempo até Deb virar o Robin na relação com o Dexter?


Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment