Gossip Girl 6x03 - Dirty Rotten Scandals

“My mother is always watching… like the Mona Lisa. Like the Mona Lisa with a lot of expectations!”


Ainda não entendi essa sede de colocar todos os holofotes em Sage, mas essa pirralha começou a me tirar do sério! Menina irritante, irresponsável, imbecil e tantos ‘is’ quantos forem necessários! Mas esse episódio mostrou-se promissor quanto ao desenrolar da história, o que me mantém bastante otimista... Vamos ao que interessa, antes que percamos o 1º desfile da Waldorf Designs na temporada!

O primeiro surto da Queen B. trouxe umas das cenas mais hilárias! Ela precisa provar pra mãe, pros outros, pra si de que é capaz de comandar uma empresa sólida e bem sucedida; de que pode fazê-lo com bom gosto e requinte e é isso que vemos acontecer no ateliê. Porém, o trabalho estressante a deixa desgastada, culminando num desmaio. Quem aqui também remeteu esse pequeno incidente com o início da gravidez, levante a mão! Acontece que a modelo destaque da campanha não pôde comparecer e, quem melhor que uma ‘it girl’ pra ditar moda e ser a substituta perfeita? Com orgulho ferido, mas mostrando rasgos de amadurecimento, Blair liga pra Serena pedindo ajuda e descobre que a ARROGANTE loira não está interessada, afinal ela deixa bem claro que tem uma ‘nova família’. Eis que surge Chuck Bass pra salvar o dia, porque ninguém mais poderia ler a mente da amada de uma forma tão singular. 

Serena e sua ‘almost-step-daughter’ são um caso à parte. Ponto positivo pros autores colocarem-na na mesma posição que Cece e Lily assumiram anos atrás porque, convenhamos, Sage é uma pequena mistura dos esquemas da B com o botão ‘who cares’ da S enquanto high school. Mas eu vejo que essa instituição familiar existe, apenas, na mente de madeixas loiras, porque Steven deixa a filha malcriada por conta da ‘madrasta’ e não percebe que seu único intuito é ferrar o relacionamento do pai. Não bastava armar pra se colocar no desfile da WD, Sage tinha de estragar tudo ao tirar o vestido e ficar de lingerie; levando a ‘nova mamãe’ a fazer um discurso sobre exploração de menores, Nelly a documentar tudo avidamente para o WWD dando uma nota F de Fail. Não sendo suficiente, B&S acreditam que uma ‘armou’ pra outra, até notarem o sarcasmo no sorriso da namoradinha do Nate. Well done, more trash for this friendship! 

Por falar em Nate, o acordo de publicação do Humphrey's-Book-Original (HBO, like that!) começou com tudo! Pra quem esperava uma história sobre Bass, enganou-se! O filho pródigo soltou no ventilador o caso entre Rufus e Ivy – que viu uma chance de distanciar mais os dois e alertou a GG com rumores de processo à tríade publicitária. Poor N, mal sabia que aquele havia sido o primeiro e único capítulo do HBO em seu jornal, Dangina acabara de vender a franquia pra Vanity Fair, ensinando ao Nate que contratos vão além de um aperto de mão. Resultado final? Dan desabrigado novamente e, agora, completamente sem amigos. 

Sinceramente, eu não enxergo Dan tão superficialmente. Rufus pediu pra ser avisado quando seu ‘filho estivesse de volta’, mas é o mesmo lonely boy que mandou provas do namorado gay da irmã pra GG sem conversar com a Jenny antes. É o mesmo que sempre tentou se encaixar e ser visto como ‘um deles’. É quem quer ser notado. Porém paro por aqui, porque ele têm feito igual ao Bass de tempos atrás, está inescrupuloso e se recusa a ver algo além de seu nariz, prova disso é começar a colher a fama de seu artigo e colocar em escanteio os conselhos e a ajuda da Nelly. Cuidado, Humphrey, às vezes a gente se torna quem menos gostaria de parecer... 

Preciso, agora, fazer um parágrafo especial pra Chair. Eles, realmente, tornaram-se uma aliança. Um completar as frases do outro, estarem jutos na ‘infelicidade’ e, pasmem, na normalidade, é algo que não esperava ver dando tão certo. Chuck realmente transformou-se num homem digno e honrado e eu passei o episódio inteiro soltando ‘Awwwwwwwwwwwn’...

Petiscos:

- RUFUS, WAKE UP! Ivy é só mais uma a brincar com você! 
- Gosto dessa nova Serena e tenho impressão de que, quando ela perceber que também está supervalorizando a ‘nova família’, será ela quem trará o Dan aos eixos. Principalmente depois do “SUCK IT, HUMPHREY!”
- Josh e Savage, restam 7 episódios e vocês vão continuar nos frustrando com toda uma tensão sexual acontecendo entre Chair
- Alexa Chung e o Valentino magenta da B <3 
- Troco Chucks-boring-story-line pela descoberta da Gossip Girl em Nates-big-story-line
- "Chuck Bass reads Blair like tea leaves"... "My back is up against a wall and not in a hot Chuck Bass kind of way.” (Blair Waldorf).

Stay Tuned!
xX

V.
Share on Google Plus

About Vanessa Reis

Hey 23, call me! (@neereis)
    Blogger Comment
    Facebook Comment