Grey's Anatomy 9x04 - I Saw Her Standing There


Estava desacreditado de que Grey’s Anatomy ia conseguir voltar a sua velha formula.

O grande motivo de a série estar recuperando o fôlego depois de episódios duvidosos em qualidade é a pegada cômica. Acho que já deu pra perceber que o drama em excesso não me agrada e quando a série opta por fazer um episódio mais leve deixando o drama em doses pequenas acabo aproveitando muito mais, tanto que na temporada passada não faltaram elogios.

O assunto sexo percorreu pela maioria dos casais e foi tratado daquela forma que a gente conhece. Mas foi em Catherine/Richard e April/Avery que podemos nos divertir mais. É uma história que não tem grande impacto dentro da trama. Essa paranoia de Avery não ficar confortável com a relação da mãe com Richard parece coisa de criança, mesmo assim acaba funcionando. Até no caso dele com April eu acabei gostando. Simplesmente porque ela parou de se importar com o lance da virgindade, mesmo que seja prometendo que cada transa seja a ultima.

No caso de Meredith e Derek foram mostradas apenas as consequências de um casamento saudável, pois foi isso que a relação deles se tornou. Obviamente o fato dela não querer contar sobre a cirurgia do tumor não iria afetá-los e nem a gente ia aguentar alguma crise entre os dois, mesmo que pequena. Acho bem positiva a atitude de Derek em ensinar sem fazer drama por causa de sua mão, mas prefiro uma reviravolta nisso.  Acho bem mais interessante assistir Derek fazendo cirurgias arriscadas do que ele ensinando aquele monte interno sem relevância nenhuma.

Com Meredith tudo foi muito bom também. Acredito que eu já tenha falado em alguma review o quanto eu gosto da personagem ter amadurecido e se tornado essa que a gente vê hoje. O modo medusa apresentado na premiere foi deixado um pouco de lado e não acho que isso vá voltar. Os momentos cômicos com Alex, Avery e April também estão ótimos e vê-la disputando cirurgias difíceis com Bailey prova o quanto ela se tornou uma ótima cirurgiã. Bailey ainda me incomoda, mas não quero bater na mesma tecla.

Cristina fora de Seattle também está rendendo bons momentos. Estou gostando da amizade que ela criou com Dr. Thomas e o quanto os dois podem aprender um com o outro. Mas a relação de amizade de sexo com Parker pode acabar não dando muito certo. Vejo nisso os motivos para a possível demissão de Cristina no futuro.

O episódio foi bom porque até o drama de Callzona foi tolerante. Fico feliz que Arizona começou a ter progresso. Mas foi difícil engolir a grosseria que ela fez com Callie por causa de uma mensagem. Mas tudo bem, pois acabei o episódio satisfeito porque ela começou a se conformar com a situação. Karev teve uma grande parcela de ajuda nisso, ele foi o primeiro que ela foi gentil depois de toda arrogância. O problema é que isso deve mudar quando ela descobrir que foi ele que cortou sua perna.

PS: Owen é a nova Bailey, só que ninguém se importa se ele tem função ou não.

PS²: Outro hiatus infelizmente. Grey’s só retorna dia 8 de Novembro.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment