Hart of Dixie 2x02 - Always on My Mind



"Even if we grow, we all have 15 years in our hearts."

A segunda temporada de Hart of Dixie mal começou mas já chegou mostrando a que veio: pra fazer a gente rir e chorar como se não houvesse amanhã. Muitos sentimentos ambivalentes pra uma série só e ao fim de cada episódio minhas opiniões ficam mais divididas a respeito dos rumos das storylines de cada personagem.

Zoe estava certa: ela se escolheu. Não a Wade, nem a George, mas a si mesma, no sentido de ser quem está se dando melhor no fim das contas. Nossa doc é uma sem vergonha das mais experientes e está conseguindo deixar todos presos a sua confusa teia de sentimentos enquanto deixa George esperando e faz sexo sacana com Wade. Não sei vocês, mas eu teria pago 100 dólares pra Wade no ato da aposta, porque só Zoe mesmo pra se fazer de durona como se conseguisse resistir a lavar a roupa naquele tanquinho. O que acontece é que todos os fãs de Hart of Dixie também estão presos nesse nó de Zoe, porque let's face the truth: George é um fofo. E quem não se derretou com aquele discurso dele de "eu vou ser a melhor versão de mim porque você merece"? Duvido que vocês não. Então fica difícil não ficar com o coração apertadinho quando a gente vê aquele outro pedaço de mal caminho (damn Zoe, dá um pouco dessa sorte pra cá mulher) se derretendo por ela.

Também estou achando incrível esse negócio de Lemon querer ser independente porque eu sempre tive um amor pela personagem mesmo quando ela era uma vaca e agora que ela está se transformando nessa criatura tão madura e responsável, só vejo razões pra torcer ainda mais pra que ela seja feliz, independente da sua vida amorosa. Seu trabalho no Rammer Jammer realmente não é dos melhores, visto que ela sem querer quase matou a namorada do pai e vive dando lições de etiquetas para os clientes, mas como dizem por aí, o que vale é a boa intenção e isso ela tem de sobra. Mesmo tendo sido demitida, acredito que sua saga pra se tornar uma mulher independente ainda vai nos surpreender e muito. 

E yay, finalmente os eventos de Bluebell voltaram e dessa vez, graças a Rose. O Bluebell Palooza foi super agitado, tanto em quesito musical, quanto em quesito confusão. Zoe foi atrás da ex namoradinha cantora de Wade para ajudar Rose a tornar o festival um sucesso. A menina era uma comédia: neurótica e hipocondríaca. Zoe conseguiu fazer Lily até Bluebell mas o inconsciente da doc trabalhou mais rápido e a menina acabou indo embora da cidade pensando estar com um problema no nervo de um dos dedos. Todo mundo sabe que na verdade Zoe estava com medo de uma reconciliação entre ela e Wade e como Lavon, sendo aquele melhor amigo foda que é, bem disse é tudo porque ela gosta dele. 

Falando em Lavon, eu sabia que aquela high school girlfriend era na verdade uma encrenqueira das boas. A mulher chegou chegando, iludindo o prefeito com a seu papinho nostalgia e no final das contas ela queria é poder, se candidatando a prefeita de Bluebell. Não sei porque mas essa Ruby mas parece a Tereza Cristina do Alabama. Sei não hein? Lavon que se cuide.

Mais um excelente episódio da série que como alguns já disseram, passou de mais fofurinha para  mais safadinha. Mal posso esperar pela semana que vem. E vocês, já sabem de que lado do triângulo estão?


Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment