Nashville 1x02/03 - I Can't Help It (If I'm Still in Love with You) / Someday You'll Call My Name


Fazendo escolhas.

Depois de um piloto que consegue apresentar bem seus personagens e a história que será desenvolvida, Nashville continua fazendo um ótimo trabalho, mas agora se concentrando em mostrar o aprofundamento desses que nos conquistaram no primeiro episódio.

O plano do produtor de Rayna é juntá-la com Deacon numa turnê bem intimista lembrando muito o início de suas carreiras. Certamente não será fácil pra nenhum dos lados, já que a ultima vez que eles estiveram juntos em uma turnê foi quando ainda namoravam. E esse passado começa a vir a tona na vida da maioria. Principalmente na relação de Rayna e Deacon que veem os sentimentos um pelo outro voltar com a execução de uma antiga composição dos dois. Foi revelado também que esse relacionamento teve fim por causa dos problemas de Deacon com drogas, um elemento que pode ser bem explorado mais adiante.

É incrível como Juliette é persistente e não desiste tão fácil ao escutar um não. Mas a personagem começa a me incomodar porque não foi muito bem trabalhada nesse aprofundamento que eu mencionei no início da review. Ok, ela tem problemas com a mãe drogada, mas isso não é desculpa suficiente pra ela agir da forma que age. Toda a maldade contra Rayna e o uso exagerado de sua sensualidade não é justificável. Vejo Juliette apenas como a bitch e só. Citando outra série musical, temos o exemplo de Smash, que apresentou a personagem Ivy Lynn. Não imaginava que os roteiristas fossem aprofundar tanto a personagem que com o decorrer do tempo estaríamos torcendo para ela pegar o papel principal. Sinto falta disso na personagem de Hayden Panettiere, pois está sendo muito fácil torcer por Rayna e querer o contrário para sua rival.

Esses dois episódios foram totalmente de escolhas para o futuro, que é incerto pra muitos ainda. Mas no caso de Scarlett e Gunnar as coisas já começam a tomar forma. Eles aceitaram a oferta de Watty, mesmo deixando Avery desconfortável com a situação. Mas ele não é bobo e deve começar a aproveitar desse envolvimento de Scarlett com Watty para conseguir benefícios pra si. Além disso, ele vai ser aquele grande obstáculo para Gunnar e analisando sua personalidade é provável que venha a tentar prejudicar o rapaz.

Na parte política da série continua o esquema de manipulações e segredos. Existe algo no passado de Teddy que ele necessita manter bem escondido e por isso vai aceitar ser o fantoche de Lamar na prefeitura da cidade. Ainda tem o problema da situação financeira que não está boa isso vai acabar sendo a favor de Lamar, ou Rayna vai acabar sendo obrigada a ceder a proposta da gravadora e fazer a turnê com Juliette pra não ter que ver sua situação financeira se afundar.

PS: As filhas de Rayna são incrivelmente talentosas. Espero que elas venham a ser mais usadas na série.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment