The Voice BR 1x06 - Batalhas 2



O segundo dia de batalhas de The Voice nos brindou com ótimas apresentações. Se comparado a semana passada, o nível das competições desse domingo foi superior, com duplas mais competitivas e equilibradas colocando sua personalidade em cada música.

Antes de começar a comentar as batalhas, é válido falar das apresentações dos técnicos. Adorei a parceria de Daniel e Lulu Santos cantando 'Apenas Mais Uma de Amor' e mais ainda o fato do sertanejo ter mostrado a meia que usava em homenagem a Lulu Santos. Adoro a interação entre os técnicos e essas apresentações são sempre ótimas. Claudia Leitte e Carlinhos Brown também se apresentaram, cantando "Tantinho", composição do cantor e não foi tão legal assim, mas ok, valeu a intenção. 

Também queria dizer que já quero Luiza Possi como jurada da próxima temporada, os comentários dela são sempre muito relevantes e ela consegue pegar em pontos importantes das apresentações, ela poderia ser uma técnica incrível, just saying.

E agora, vamos ao que interessa: as batalhas.


Time Brown: Maria Christina x Ellen Oléria (Canto das Três Raças)

Rebeca: Belo jeito de começar o programa, as duas mandaram super bem antes e eu já estava sofrendo por antecipação por ter que ver uma ir embora. Concordo que a música favorecia a Ellen, que é sem dúvidas uma das minhas preferidas de toda a competição, mas a Maria mandou super bem e mereceu o "pega" utilizado pelo Lulu.
Flavia: Gostei da batalha mas achei que a música favoreceu cem por cento o timbre da Ellen e por isso ela foi melhor e acabou vencendo. Se fosse só pela voz, eu teria escolhido a Christina sem nenhuma dúvida porque ela tem uma voz única, mas de fato a Ellen estava mais a vontade com a canção e soube traduzir isso na sua performance de maneira geral. Fiquei feliz que Lulu Santos e Claudinha tiveram bom senso e apertaram o botão para pegar Chris, que acabou fazendo a escolha certa e indo com o técnico que mais tem a ver com ela.
Anna: Concordo com tudo que as meninas falaram acima. Acho que a música favoreceu e Ellen e também acho que a Christina deveria continuar. Brown foi esperto ao manter Ellen em seu time, afinal de contas ela foi a candidata da qual mais vi as pessoas comentarem. Ela já tem uma torcida grande e acho que tem  grandes chances de ser a finalista do Time Brown.



Time Claudia: Grace Carvalho x Vinny Brito (Ainda Lembro)

Rebeca: Lulu Santos OWNED com o comentário perfeito de que foi uma batalha chata e sem vida e eu não poderia concordar mais. Morri de ri da cara de passada da Milk após o comentário do nobre colega. Pela atitude durante a batalha acho que também iria com a Grace mas nem vejo tudo isso na voz dela e o Vinny perdeu pontos com a falta de humildade logo após ser salvo pelo Daniel.
Flavia: ZzZzZzZzZzZzZ... Ninguém pode dizer que a batalha como um todo foi ruim por causa da escolha da música. Ambos tem vozes incríveis e poderiam ter dado um show com essa obra prima de som, mas não foi isso que aconteceu. Achei que Grace, individualmente, foi muito bem, mas aqui estamos falando da batalha e não rolou química. Eu adorei Vinny na audição, mas ele fez o tipo "tô nem aí" na batalha e eu não vi sangue no zóio da parte dele e nem nenhuma vontade de vencer. No final, acho que Claudinha fez a escolha certa levando Grace a diante. Vinny deu sorte e foi pego por Daniel, mas sinceramente, depois dessa postura dele na batalha eu perdi um pouco a vontade de ouvi-lo cantar.
Anna: Independente da atitude do Vinny na batalha eu acho que ele teria mais a oferecer ao time Milk que a Grace. Discordo da opinião de Cláudia e teria mantido Vinny no time. Achei a divisão da música meio desigual, tive a impressão que ela cantou muito mais do que ele. Na verdade, não acho que nenhum deles seja um grande nome em seus times.



Time Daniel: Danilo Dyba x Natálie Mendes (Um Pro Outro)

Rebeca: Não é que o Daniel soube fazer bonito nessa escolha aqui? Eu comecei gostando mais da Natálie e a voz grave dela me agrada bastante mas o Danilo foi melhorando ao longo da música e acabou se destacando. No fim das contas eu achei os dois merecedores da vitória.
Flávia: Eis que a melhor batalha do dia ficou por conta dos pupilos de Daniel. Pra mim foi impecável, as vozes casaram lindamente e ambos cantaram com uma vontade que me arrepiou do início ao fim. Pra mim deu empate, porque ambos interagiram demais e não perderam aquele clima de batalha que precisa ter, ainda bem que o problema era do Daniel e não meu.  E pela primeira vez no programa eu fiquei triste de verdade, como assim nenhum dos três bocós pegou a Natálie? Tem gente que foi salvo valendo muito menos, hein? Tô de olho.
Anna: A apresentação foi boa, mas a musica não favoreceu ela e ele é expressivo demais. Eu fiquei com medo das caras e bocas dele. Como a voz dele combinou mais com a música, achei que ele foi melhor.  Eu prefiro a voz dela, mas ele mereceu vencer. Acredito também que ele tem mais a crescer continuando com o Daniel do que ela. Realmente ela merecia ter sido "pega" por alguém e esses técnicos foram loucos de deixá-la sair do programa. Com a música certa ela poderia arrasar e deixar muitos candidatos que já foram aprovados no chinelo!


Time Brown: Quésia Luz x Sandra Honda (Killing Me Softly)

Rebeca: Começava o desfile de músicas internacionais. Achei a batalha bem equilibrada, prova de que foi uma boa dupla para se parear e elas mandaram super bem. No fim das contas eu também iria com a Quésia mas acho bem válido a Honda ter sido salva.
Flavia: WOW! Até eu que não sou de gostar dessas batalhas de divas com potencial vocal muito alto, me rendo a essas duas. Duas super vozes cantando uma música que só cai bem mesmo a cantoras com o estilo delas e fazendo um verdadeiro show. Achei equilibradíssimo e desde o inicio sabia que as duas seguiriam em frente, independente de quem ganhasse. E não deu outra, acho que Sandra vai se dar bem no time de Claudinha.
Anna: A melhor batalha e a mais equilibrada do dia sem dúvida. Nem parecia uma competição, pareceu um dueto de divas. Adorei! Também achava que as duas continuariam independente da escolha de Brown, pois cantaram maravilhosamente. Acho que Sandra pode ir muito longe no Time Milk que, na minha opinião, é o mais fraco até o momento.


Time Lulu: Greicy Schwendner x Luciana Spedo (Garganta)

Rebeca: Um salve por ser uma música nacional que não envolva um dos técnicos ou ajudantes nas versões originais. Eu amei a versão diferente que deram a música e gostei bastante das duas, o final que me incomodou um pouco porque sempre acho desnecessário ficar apelando pra ver quem termina a música ou que sabe fazer mais firulas vocais. A Greicy tem uma voz mais marcante e eu também seguiria com ela.
Flávia: Literalmente, haja garganta. Não foi ruim, mas me incomoda um pouco esse negócio da música toda sair meio gritada, numa competição paralela de quem consegue ter o grito mais afinado. Eu também teria escolhido a Greicy simplesmente porque acho a voz dela mais bonita, mas não consegui ver nenhuma outra qualidade especial em nenhuma das duas que me fizesse torcer muito pra alguém ganhar. A típica batalha que tanto faz.
Anna: Só eu achei a voz da Luciana meio irritante? Ela gritou demaaais! A Greicy soube a hora certa de "gritar" e se fez soar muito mais natural que a sua concorrente. Seguiria com a Greicy fácil e não acho que a Luciana fará falta.


Time Lulu: Gabriel Levan x Luiza Dreyer (Billie Jean)

Rebeca: Talvez a Preta Gil tenha se expressado mal e não deixou claro pra ele que o que a incomodava não era o fato dele poder machucar a voz e sim o fato que estava ruim ele forçando tanto. Achei a Luiza bem superior em termos de voz e me irritava ver ele forçar tanto pra tentar soar igual ao que ela fazia tão naturalmente, mas também concordo que ela se deixou ficar apagada demais durante a apresentação. No fim das contas, Lulu abusou demais dessa desculpa de "cantar com a alma" e acho que fez merda aqui.
Flavia: Primeiro de tudo, ousadia de Lulu colocar os dois pra cantar essa música. Segundo, posso colar as palavras da Preta Gil aqui? Porque é simplesmente tudo o que eu achei. Acredito que quando a pessoa tem a oportunidade de entrar num programa desse, deveria abstrair tudo o que os mais experientes tem a dizer. O Gabriel é realmente novo e com certeza tem aquele fogo de ser ele mesmo, mas os gritos não favoreceram nenhum pouco e ele foi imaturo. A Luiza foi melhor, na minha opinião, porque enquanto ele gritava, ela conseguiu manter seu ritmo, sem entrar na onda dele. Achei que Lulu não tomou a decisão certa... O Gabriel precisava de um ou dois anos de prática pra estar pronto e maduro pra competir num programa desse nível. Uma pena que ninguém pegou ela, um grande talento perdido.
Anna: Eu achei meio bizarra essa apresentação. Os vocais foram bem estranhos e as dancinhas que eles fizeram foram piores ainda. A Luiza foi claramente prejudicada pela escolha da música e não posso dizer que a vitória Gabriel foi injusta. Sim, ele gritou demais e sim, ela ficou mais apagada no palco. No saldo geral, achei ele foi melhor na apresentação, mas acho que a Luiza teria mais chance de ir longe na competição.



Time Claudia: Ana Rafaela x Mariana Eis (Famosa)

Rebeca: Alô queridos técnicos, posso dizer pra vocês que existem outras (E MELHORES) músicas nacionais para vocês usarem além da de vocês? Foi tudo muito chato e eu fiquei torcendo por outro comentário patrão do Lulu. Sério, as duas não são do tipo "diva" pop e mereciam uma música mais calminha e que destacasse o estilo delas. Foi simplesmente desconfortante vê-las tentando dar vida a futilidade que a música representa. Mas se era pra seguir com alguém eu teria ido com Ana também.
Flavia: Ó céus, ó Terra, ó mar: por quê? Entre tantas músicas de sua carreira, porque Claudia Leitte foi escolher logo a pior? A escolha da música em si já começou desfavorecendo as duas e eu senti uma insegurança da parte de ambas na condução da apresentação. Apesar de tudo, eu teria escolhido a Mariana, acho que ela tem mais personalidade e poderia nos surpreender nos shows ao vivo. Uma pena!
Anna: Concordo totalmente com a opinião das meninas em relação a escolha da música, mas deixando isso de lado, eu achei a apresentação até fofa. Achei que a batalha seria num nível bem pior, fiquei entretida e achei tudo muito bonitinho. Gostei do estilo Mariana desde as Audições mesmo sua apresentação não tendo sido das melhores entretanto, sou obrigada a reconhecer que a Ana mandou melhor na batalha e parecia estar mais a vontade no palco. Cláudia fez uma escolha justa!


Time Daniel: Carol Marques x Dani Montuori (Rolling In The Deep)

Rebeca: Adele de novo, Brasil? Parei de reclamar porque até gostei e fugiram um pouco da versão original podendo destacar as duas participantes. Também seguiria com a Carol e acho que a música favorecia mais ela embora a Dani tem mandado muito bem tanto que levou o "pega" do Carlinhos.
Flavia: Todo The Voice que se preze tem que ter Adele! Acho Dani maravilhosa, mas a vitória da Carol era meio óbvia pra mim. A música é mais seu estilo e o poder que a voz dela tem eram dois fatores que combinados, seriam mesmo imbatíveis. Apesar disso, Dani competiu mano a mano e mostrou uma presença de palco incrível e um carisma que deixa a gente um pouco intimidado. Amei que Carlinhos pegou ela e esse grande talento não foi desperdiçado.
Anna: Nem no reality brasileiro conseguimos nos livrar de Adele! #desabafo. Quanto a batalha eu gostei bastante, e apesar de ter gostado da Dani, acho que a Carol dominou a apresentação e mostrou mais potência vocal, logo o técnico tomou uma boa decisão. Achei legal a Dani continuar no jogo pois acho que ela ainda pode surpreender bastante.

Ao final do dia, o programa terminou com quatro mulheres a menos. Eu acredito que o melhor ainda está por vir, já que alguns grandes talentos de cada time ficaram para o último dia de batalhas, na semana que vem. Já estou ansiosa pelas batalhas de Lorena Lessa,  Bella Stone, Liah e  Karol Candido.

E você, o que achou desse segundo dia de batalhas? O que teria mudado? Quem não deveria ter ido embora? Não deixe de comentar!
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment