Castle 5x07/08 - Swan Song/After Hours













E corta. Tela preta, fundo musical.


Chegamos no período estável da temporada, aqueles episódios que não são tão intensos como os iniciais e servem como ponte até aqueles mais impactantes que chegam com o hiatus do fim do ano. Resumindo, 2 episódios fillers mas que nem por isso deixaram de ser bons.

Amei a dinâmica diferente no estilo documentário que veio com o caso do sétimo episódio e apesar do propósito maior ter parecido nos fazer rir das "atuações" desses nobres membros da NYPD frente as câmeras, confesso que achei o caso super legal e bem envolvente. O membro principal de uma banda que começava a despontar, que também era ex fugitivo/membro de um culto super suspeito e que tinha sido morto com um golpe de guitarra pelo atual baixista da banda que seria expulso pra dar lugar ao amigo e mentor da vítima. Quer dizer, cansei até de narrar as voltas que o caso e deu e olha só, nem cheguei por momento algum a pensar no baixista aleatório como culpado.

Mas ok, falemos de quem realmente brilhou durante o episódio inteiro. O que foi Esposito todo trabalhado nos olhares, diálogos, ações e bancando o super-hiper-mega policial badass? Eu morri de rir todos os momentos em que ele tirava onda em frente das câmeras e como ele ficou murcho quando o primeiro suspeito, direcionado por ele, não deu em nada. Até errar o apartamento só pra pagar de super invasor ele errou. E é lógico que ele tinha que se juntar ao Castle nesse episódio, porque quem mais está numa cena de crime mas descobre que está sendo filmado e começa a divulgar suas credenciais e livros mais vendidos? Ainda estou rindo do lance do café até agora. #hooot 

Lanie e Cap.Gates também não ficaram atrás em querer ganhar destaque nas filmagens e COME ON Castle e Beckett vacilo é pouco pra vocês ficarem de fofurinhas pela delegacia enquanto tudo estava sendo gravado, sorte que o diretor concordou em desaparecer com a tal fita, embora eu atualmente também já ache que a Gates sabe de tudo e só faz vista grossa pra não ter que lidar com isso. Ri muito com ela dizendo no final que sempre agradece a equipe por ter solucionado o caso e o Castle dizendo que era aquilo que importava pra eles porque né, resolver o caso era um mero detalhe. E ele zoando o depoimento da coitada? Não é assim que você vai conseguir moral, Richard.

Finalizo os comentários sobre esse episódio dizendo : 

- Beckett, sua linda, tão eu falando toda travada pra câmera e depois trollando eles no final.
- Esposito soltando a voz fina, ui ui.. quem diria?


Já o episódio dessa semana conseguiu ser mais filler ainda e foi o mais fraco da temporada até agora na minha opinião, e não fosse os rumos até surpreendentes do caso no final e mais fofurinha Caskett eu não teria muito o que elogiar.

Gostei bastante do clima entre o tal esperado momento em que juntam-se as famílias dos dois e senti falta da Alexis ali pra sei lá, talvez aliviar toda aquela tensão. Mas o que me incomodou um pouco foi que o questionamento da Beckett voltou a ser quão diferente são os dois, já não tínhamos superado isso? Já não
tínhamos decidido viver o agora e deixar pra se preocupar depois? Espero que eles não fiquem sempre batendo nessa tecla. Mas também nada que um ameaça e correr risco de vida não resolva, tanto para nosso casal preferido quanto para Martha e Jim que agora já se tornaram amiguinhos.

Achei o caso bem fraco e pra dizer a verdade toda aquela coisa inicial deles fugindo dos capangas me pareceu série de policial barata e muito besteirol seguido. Além do mais, não consegui temer tanto pela vida dos dois hora nenhuma nem acreditar tanto assim na preocupação da Gates ou mesmo do Ryan e Esposito. A única hora que realmente senti que as pessoas temiam pelo paradeiro dos dois foi na cena dos pais.

Mas confesso que foi um grande twist a tal testemunha se revelar o assassino, até porque alguém botava fé que aquele cara poderia ser um sociopata/assassino de aluguel? O momento da ligação já deu pra sacar na hora que o Castle ia entender qualquer que fosse a mensagem da Beckett e criar a armadilha para pegar
o verdadeiro culpado.

Sem episódio novo por uma semana. Dia 03/12 a gente volta pra saber como foi o primeiro natal dos dois juntos. Até lá ;)
Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment