Chicago Fire 1x04 - One Minute

A diferença que um minuto pode fazer é imensa.

Nesse episódio a gente viu como a vida de um Comandante é complicada e o estrago que a nossa amada tecnologia pode fazer.

Em um incêndio num armazém, o esquadrão do Comandante Boden fica entre um lugar dificil contra um lugar pior ainda. Quando eles atendem o chamado, o fogo já está em seu estágio mais perigoso -  segundo dizem ali, pois de incêndio não entendo nada - e o tempo é curto. Como as coisas começam a piorar, o Comandante manda todos os bombeiros evacuarem o local, até que o novato vê que tem mais alguém no local mas sem saber o que fazer sai de lá e tenta convencer o Comandante a deixá-lo entrar de novo no armazém, só pra receber um não como resposta. Indignado, ele questiona a ordem na frente de um monte de gente com celulares com câmera. Já imagina né? Cai na internet, nos jornais e começa aquilo que eu já vi até em matérias de jornais locais: Sem-teto morre em incêndio. Esquecendo completamente que 3 pessoas foram tiradas com vida e os bombeiros sem ferimentos. Até porque quando a ordem de evacuar foi dada, um minuto depois, explodiu tudo.

Aí já viu, polêmica total. Era pra ele ter deixado o novato ao menos tentar ou salvar a vida dele? Após ameaça de processo e a gente descobrindo que o sem-teto morreu por causa da explosão, podemos ver como que o Comandante e o esquadrão reagiu ao fato. Eu achei um episódio incrível, pra mostrar que ser bombeiro não é coisa glamurosa não. Que tem um limite entre a sua vida e a do outro. E que eles tem que saber como e quando arriscar. O exemplo que o Comandante dá pro novato no final é um exemplo, num momento de ego em achar que pode fazer tudo e tirar todo mundo, pode custar mais do que uma vida.


Com esse sendo o caso mais importante da vez, só tiveram mais dois destaques nesse episódio: o Severide mostrando cada dia mais que é o sonho de qualquer mulher (o meu, pelo menos) e depois de desconfiar que os incêndios acidentais na casa de uma velhinha super simpática não tinham nada de acidentais, ele descobre que a senhorinha era ameaçada pois ligou pra polícia pra reclamar dos traficantes em sua rua e vai ameaçar incriminar os traficantes pra deixar a senhora em paz. Eu achei uma atitude ótima a dele "em quem você acha que a polícia vai acreditar, num bombeiro ou num traficante como você?".

E outro foi a coitada da Shay sofrendo ao encontrar uma ex-namorada por quem ela era apaixonada, casada e grávida de sete meses. E o melhor foi uma suposta aposta que rolava no esquadrão quando o Oats (acho que esse é o nome, porque quase não falam) soltou um "eu sabia, sabia que ela tinha um pé lá e outro cá". E também o Severide, sempre ele, mostrando que é um bom amigo e levando a Shay num strip club pra tirar ela da fossa <3.

No geral foi um episódio que parece que vai dar o tom por mais alguns a frente, já que as ameaças do Detetive Voight começaram e ele foi atrás da namorada/noiva/peguete do Casey e ainda tentou oferecer dinheiro pra ele mudar o relatório. Vamos ver como vai ficar essa história de certo x errado e por quanto tempo ele resiste às ameaças. Espero que o Dr. Chase não acabe morto antes de acabar a season.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment