Chicago Fire 1x05 - Hanging On

Severide se prostituindo por remédios? Casey dando uma de badass e achando que atacar o Detetive Voight é uma boa? Dawson recebendo outra advertência por ser pavio curto e não ter paciência pra gente idiota? #tenso

Chicago Fire continua surpreendendo e mostrando que a NBC não errou e fez bem em pedir uma temporada completa para a série. Pra quem tá acostumado com drama entre polícia x bombeiro (fãs de Third Watch, por exemplo), CF cumpre a promessa e se mostra um excelente show e que vai ganhando força a cada episódio que passa.

Vamos por partes, o quinto episódio não veio com muitos casos e nem tanto drama assim, mas se mostra uma série bem estruturada que não deixa pontas soltas pra depois na season finale (ou series finale) correrem pra explicarem a temporada inteira, todo caso que começa, termina e tudo aparece com explicação se não for no mesmo episódio, no próximo. Por exemplo, Severide, que já sabemos que tem um problema sério no ombro e precisa operar e ficar inativo por até um ano, continua sentindo dores no ombro e sua amiga/companheira de apartamente Shay se recusa a dar mais droga pra ele se auto medicar. O que fazer? Qualquer cidadão normal iria ao médico, ainda mais quando durante um resgate, o ombro dele quase que se parte ao meio por ter que fazer força. Mas não, Severide usa a segunda melhor opção, liga pra uma ex-peguete dele que é representante farmacêutica, e pede por um favor. Só que a mulher, que não é burra nem nada, diz que só vai ouvir o favor depois que ele aparecer no quarto do hotel dela. Como a gente sabe que quando envolve hotel, esse povo não conversa, tu já imagina onde parou. Depois que ela se satisfaz, ele pede o favor, remédio para o ombro dele. E ela aceita, af. Pelo que ela avisa pra ele, depois de dar um saco cheio de comprimidos na mão de um praticamente viciado, pra ter cuidado pois o remédio é forte. Vamos ver como se desenvolve isso, mas não é nenhum segredo que Severide está a um passo de ser um viciado em analgésico.

Aí vem o caso Casey x Voight. Casey acha, não me pergunte por que, que ir confrontar o Detetive no meio da Delegacia de Chicago era uma boa ideia. Isso só acabou fazendo com que o cara ficasse mais puto ainda e para que o Casey dê uma de louco. Desesperado, já que sua preciosa e chata noiva/namorada também está sendo assediada, Casey fala com o Comandante da Polícia e o cara basicamente diz que não pode fazer nada porque ninguém pode provar, fazendo com que o irmão da Dawson se oferecesse pra ficar responsável pela investigação. Como eu disse, Detetive Voight ficou puto, quando um Detetive corrupto fica puto nada fica bem, resultado: Casey é atacado no meio da rua por dois caras a mando do Detetive (tá que isso ainda não é confirmado, mas fica bem evidente). Sem provas e ninguém fazendo nada, Casey dá uma de louco, mais uma vez, e chega perto de atacar Voight, sendo impedido pelo Comandante do seu batalhão bem a tempo.

Tiveram outros casos também, a Gabby Dawson fica livre de uma suspensão por ter feito "besteira" logo no primeiro episódio e ter perfurado o coração de uma menina, mas a menina sobreviveu e a Dawson, depois de muitos estresse, recebe apenas uma advertência por escrito, sem nenhuma suspensão. Só que a pavio curto, enquanto atende outro chamado, teve que lidar com um idiota que estava drogado e violento porque estava fazendo besteira (besteira = achar que pegar um carrinho de supermercado enferrujado, colocar em cima de uma rampa caseira bem pobre, e subir com um amigo dentro do carrinho é uma boa ideia) e se achando o fodão e querendo gritar com Dawson e Shay. Na hora de ir embora, o cara fica violento mais uma vez e exige ir na ambulância junto com o amigo, só que a pavio curto não deixou e deu um chute no peito do cara. Resultado, o cara reclamou na Prefeitura e agora, mais um problema pra Dawson, só que esse é mais sério e uma audiência foi marcada, podendo resultar numa suspensão.

O episódio foi um dos melhores até agora, não nos termos de explosões e fogo, mas olhando pelo lado de roteiro. Chicago me surpreendeu até, eu achando que ia ser uma série boa, mas inconsistente. O que é completamente o contrário, esse episódio, além de ser apenas pra preencher as colunas em branco, abriu outras para os episódios que estão por vir. Chicago Fire com certeza é uma das melhores premieres dessa season. Espero que continue assim, porque se continuar, a CF se firma e consegue até uma renovação antecipada #sonha.

E o que foi o Herman achando que a resposta para todos os problemas de sua vida era uma água super cheia de sei lá o que? Só pra depois de ter gastado mais de mil dólares comprando pra revender, descobre que se envolveu num esquema de pirâmide invertida? Foi ótimo pra descontrair todo o clima tenso.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment