Chicago Fire 1x07 - Two Families

Semana de Ação de Graças e isso só pode significar duas coisas: reprise de episódio ou um episódio sem grandes acontecimentos. Chicago preferiu seguir a segunda opção.

Com o caso do Detetive Voight resolvido (por enquanto, creio eu), Casey respirou um pouco mais e o foco maior, apesar de pouco, foi no Severide e seu vício aos medicamentos para dor. E o pior pesadelo dele vira realidade quando eles atendem um chamado numa escola e o zelador estava "cozinhando" metanfetamina no porão, fazendo com que todos os bombeiros que atenderam a chamada fossem obrigados a fazer um teste de drogas. Mesmo enrolando o cara responsável pelo teste e tentando fugir, Severide ficou sem opção e teve que mijar no copinho, só que ele acabou sendo salvo pela Shay, que tirou o dele da reta e colocou o dela, ao fazer o teste no lugar do Kelly.

Falando em Shay, a ex-namorada grávida e casada resolve aparecer e decidir que não ama mais o marido e vai buscar  abrigo na casa da Shay, que é completamente apaixonada por ela ainda. A melhor parte do episódio foi a ideia do Otis de fazer um podcast sobre os bombeiros do esquadrão. E depois de várias tentativas erradas com o Mouch, que não tinha a mínima ideia do que estava fazendo e só estragava tudo. Mas no final, o resultado foi bem legal e até um ponto emotivo no episódio. Fora isso, apenas um episódio no estilo americano com muito peru, torta e senso de família (menos para o Casey, que parece que vai aparecer solteiro já já com a notícia daquela noiva chatinha dele que não quer ter filhos).
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment