Criminal Minds 8x06 - The Apprenticeship

Depois de um episódio medonho na semana passada, Criminal Minds resolve mostrar que as coisas podem sim piorar. Por exemplo, pra que fazer um caso com um serial? Vamos fazer um caso com dois psicopatas, um mais louco que o outro. Só que como a Garcia disse muito bem: "meu limite só vai até cachorros mortos".

Dessa vez nós (BAU) fomos até a cidade do Dexter, Miami. O BAU foi chamado pela MDPD após vários cachorros (filhotes, na verdade) terem sido sufocados e espancados com saco plástico nos últimos meses e pelo caso mais recente, uma prostituta morta do mesmo jeito que os cachorros foram mortos, indicando a presença de um possível serial killer que está evoluindo seus jeitos. Pelo jeito do assassinato, descuidado e desesperado, o psicopata só pode ser jovem e inexperiente, mas o segundo assassinato já é mais contido e com "macetes" para acabar com a maior parte das evidências, nossos amados já se ligam que tem uma segunda personalidade mais experiente, ou seja, basicamente é uma promoção: Pague por um psicopata e leve dois.

Não vou mentir, fiquei o episódio inteiro rezando pra que não mostrasse nenhum cachorrinho sendo assassinado ou foto de um morto. Basicamente, sempre que aparecia um na tela, eu fechava os olhos. Ou seja, ver foto de gente morta e ver gente morrendo em série, não me incomoda nem um pouco, mas agora colocar foto de animal fofo já é sacanagem. Isso me faz uma psico também? Hm. Continuando, Garcia mais uma vez foi a bússola desse pessoal perdido e achou a direção certa com o nome e foto do mentor, e após invadirem a casa do homem, descobrem a cara do aprendiz. Como psicopata não é de confiança (quem diria!), os dois acabam brigando pra ver quem tem o direito de matar a nova vítima, é mole? Claro que o mentor ganha (após ter matado o coitadinho do aprendiz) e como sempre, os mocinhos chegam bem na hora pra dar uma de heróis, salvando a vítima e matando também o mentor.


O ponto alto do episódio foi logo no final, onde o Hotch recebe uma ligação da polícia de Dallas falando que acharam um corpo com a boca costurada, bem estilo O Silenciador (lembra do primeiro episódio dessa temporada?). Aí ficou a pergunta no ar: eles acusaram o cara errado (já que o suspeito morreu) ou é um simples copiador? E também no final, a gente viu que durante o jogo de softball (que o Reid ganhou pro time do FBI lindamente, se jogando em direção a última base e se ralando todo) tinha alguém de tocaia tirando fotos de todos os integrantes do BAU. Será que ele é o mesmo cara que mostrou no primeiro episódio e que tá com cara de ser o novo psicopata do pedaço? Espero que semana que vem ao menos uma dessas perguntas sejam esclarecidas porque eu tô perdida nesse mistério. E claro, no da namorada misteriosa do Reid - que eu tô começando a achar que a pessoa misteriosa que ela tem tanto medo é o mesmo que anda tirando as fotos.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment