Hawaii Five-0 3x07 - Ohuna (Secret)


Hawaii Five-0 vem se superando a cada episódio.

Outro magnífico, brilhante, excelente e sensacional episódio de Hawaii Five-0! É difícil não conseguir elogiar este episódio. Começando maravilhosamente bem com um sequestro que se transformou em tortura e resultou em assassinato. Na verdade, este episódio foi perfeito! Roteiristas, por favor, deixem a Kono brilhar que assim não receberão críticas, só elogios. Por isso, vai ser difícil não elogiar este episódio. Na verdade, foi impossível não assisti-lo e não se emocionar ou ficar com dor de estômago pensando no que poderia acontecer com Kono e os reféns!

Mary McGarrett também voltou, mais louquinha impossível. Adorei revê-la e amo as cenas dela com Steve. Agora a irmã McGarrett virou curadora de idosos e trouxe um velhinho para lá de engraçado. Mas nada, nada mesmo, superou quando ela vai até o cemitério e conta ao pai sua dor com a falsa morte da mãe, depois de descobrir que sua finada mãe está mais viva do que nunca. Ainda não entendi porque Steve demorou tanto para contar para a irmã, mas querem saber? Adorei que demorou porque ganhamos um episódio fantástico como este! Sim, ainda mais com um final daqueles em que Mary e Doris se abraçam, choram e Mary perdoa a mamãe. Se mamãe McGarrett está fingindo, deve ganhar um Óscar, porque a cena foi simplesmente emocionante! Sim, saíram umas lágrimas dos meus olhos.

Mas como eu disse, este episódio foi simplesmente perfeito porque finalmente tivemos de tudo neste episódio. E não poderia ser de outro jeito sem Kono brilhando e provando que ela é a garota da série. Ela ajudando o menino especial, o protegendo e tentando salvar a vida dos reféns se colocando no lugar para dar a senha e depois arrasando na luta mano a mano com o bandidão foi simplesmente incrível. É por isso que digo e repito que Kono e Chin merecem mais cenas na série. Merecem mais destaques do que recebem. Ou alguém vai me dizer que não curtiu toda a performance da Kono neste episódio?

E para melhorar tudo, quando pensei que tudo ia se desmoronar com Kono sendo torturada, não é que o Super Man do Hawaii, Steve McGarrett, aparece debaixo do carro em movimento e acaba com o motorista em questão de segundos?! Impossível não amar isso! Na verdade, é impossível não amar esta série. Amo o Steve, mas ele acabou sendo um mero coadjuvante em meio a toda a ação, porque pela primeira vez Kono brilhou e muito bem. Está bem, é melhor eu parar com tantos elogios, mas fazer o quê? O episódio foi fantástico. E pode ser bobagem minha, mas acho que superou o anterior e se a temporada continuar assim, tem tudo para ultrapassar a 2ª! Se eu senti saudades do bromance Stevanno? Lógico que senti, mas só quando mesmo o episódio acabou, para ser sincera. 

PS 1: Mais uma brilhante trilha sonora, não acham?
PS 2: Alguém sentiu falta da Catherine? Porque eu não, rs!
PS 3: Quero mais cenas Max e Danno, please!

Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment