Private Practice 6x06/07 - Apron Strings/The World According To Jake



A mãe biológica de Henry apareceu pra visitá-lo.


Devo admitir que não compreendi muito bem o acordo de adoção feito entre ela e Addison. O acordo dizia que a mãe biológica tem o direito de visitar o filho uma vez por mês. Mas concordo com Cooper nesse quesito, ainda acho que se uma mãe coloca o filho para adoção, ela não tem que ficar aparecendo na vida da criança.

Para mexer mais ainda com Addie, sua mentora na medicina apareceu no hospital com câncer terminal e sem família para lhe apoiar. E se não bastasse vê-la morrendo, Vivian também teve uma filha que sua mãe deu para adoção. Vendo isso, Addison acabou ficando dividida entre afastar ou não Judy da vida de Henry. Chorei rios ao ver Vivian ditando a carta para sua filha e Addison fazendo o paralelo de como deve ser difícil para Judy se manter afastada de Henry. Addie acabou decidindo por insistir que Judy participe a vida do filho, como uma segunda mãe. Espero que esse arranjo dê certo.

Gostei de ver Addison doando um fundo para o hospital empregar sua ex-paciente que tentou lhe processar. Ainda bem que tudo acabou bem pra ela e sua filha deficiente.

Jake apareceu pouco neste episódio, mas vê-lo tomando conta de Henry e ‘conversando’ com ele sobre esportes foi a coisa mais fofinha! E o choque ao ver Addie pedindo Jake em casamento nos deixou ansiosos pela continuação.





O episódio, todo focado na vida e nos problemas de Jake, começa logo após Addison tê-lo pedido em casamento. Ele não rejeitou, mas também não aceitou e ela ficou envergonhada por ele não ter respondido.

Addie anda achando que ele dá muita atenção a suas pacientes. Realmente, um médico de fertilização que atende uma paciente em casa no meio da madrugada… Aí já forçou a barra, né. A mulher ainda tentou dar em cima dele e quando não conseguiu, achou que Addie acreditaria na sua mentira.

Então pudemos ver um outro lado da vida dele. Ele ainda “conversava” com sua falecida esposa sempre que quisesse desabafar. E agora tudo o que ela “fala” pra ele condiz com o que Addison pensa. Até mesmo ela já percebeu que Jake está feliz com Addie e pede para que ele siga com sua vida.

Pra piorar, sua filha está namorando um professor universitário com mais do que o dobro da idade dela. Ri muito com a cena dos quatro se esbarrando no cinema e a cara de susto da Addie e do Jake. Addie rindo quando o cara vai embora foi impagável.

Tentando aceitar e apoiar a filha, Jake convida ela e o namorado para jantarem juntos. Nunca pensei que Jake seria capaz de ameaçar alguém de verdade, mas ele colocou as garras pra fora e ameaçou o professorzinho para que ele terminasse o namoro.

Juntando isso ao fato de que a assistente social tem que conhecer Jake, já que agora ele mora com a Addie e a ajuda a criar Henry. Até aí, tudo certo. Porém, ela checa os antecedentes criminais da pessoa e Jake tem uma passagem pela polícia de quando ele bateu no traficante que vendia drogas para sua falecida esposa. Tomara que tudo se resolva e que isso não dificulte a adoção de Henry.

Jake também andou aconselhando Amelia a se deixar levar pelo momento e sair logo com James. O coitado a chamou pra sair umas quatro vezes e em todas elas Amelia o rejeitou. Finalmente ela aceitou sair com o médico bonitão.

Ao fim de todo esse dilema na vida de Jake, ele decorou a casa toda para responder ao pedido de casamento de Addison. Se antes eu já achava o casal mais coerente de todos os que a Addie fez parte, agora temos a certeza de que esse é o casal mais fofo ever!

Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment