Raising Hope 3x06 - What Up, Bro?


Nada como uma educação preguiçosa.

Inúmeras são as histórias e os segredos que Virginia e Burt guardam sobre o passado e a infância de Jimmy. Com uma história mais absurda que a outra é difícil imaginar a que pode superar a safra de esquisitices dessa família.

O segredo da vez é que Jimmy foi adotado quando criança. Na hora que isso foi revelado eu pensei no grande twist que isso poderia ser pra série. Mas a verdade é que Virginia e Burt eram dois adolescentes irresponsáveis e acabaram dando ele pra uma família por não querer sofrer as consequências de ter que cuidar de uma criança.

O legal dessa história é que a série conseguiu trazer o quase irmão mais velho de Jimmy, um corretor de imóveis todo excêntrico, que supervaloriza o uso de seu chapéu. Foram piadas em cima de piadas por causa disso.

Foi um pouco patético ver Jimmy tentar uma relação forçada com o quase irmão fingindo que vendia a casa da avó de Sabrina. As histórias de Jimmy não me agradam muito quando ele está sozinho. O que fez o plot focar divertido foi a situação geral com todos estando envolvidos.

Como sempre Raising Hope trás aquela boa lição de vida e de moral. Porque Jimmy, que estava culpando seus pais por seu fracasso na vida, descobriu que os Jenkins, apesar de bem sucedidos eram super preconceituosos com mexicanos e negros.

E essa lição de vida se aplica a como Jimmy lidará com a criação de Hope. Certamente a educação preguiçosa dada por Virginia e Burt terá que ser aprimorada com um pouco mais de cuidado. Hope merece mais do que acampamento e fogueiras artificiais, além de histórias inventadas na mais cara de pau. Quero só ver a reação de Jimmy quando descobrir que ele foi uma menina por um mês ou que seu coração parou de bater por um tempo quando ele comeu os cigarros de Virginia. Sem dúvidas eu vou dar muita risada junto com eles.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment