American Idol 12x01/12x02 - Auditions 1: New York / Auditions 2: Chicago (Season Premiere)


"Your range is better than Mariah" por Nicki Minaj.

Foi dada a largada para saber quem será o próximo American Idol. E, como sempre, as melhores partes estão nas "Auditions". Mas o que acontece quando Nicki Minaj acaba roubando a cena ao invés dos aspirantes à Idol? A resposta seria... muita confusão e barracos! Além de diversão 100% garantida! Venha conferir com a gente o que rolou nas audições na Big Apple (NY) e na cidade do blues (Chicago). Será que o próximo American Idol estaria numa destas cidades?


Melhores Momentos e Momento Vergonha Alheia! - New York

Alguns candidatos tentaram roubar toda a atenção de Nicki. Dentre eles Michael Buonopane, que não parava de cantar enquanto a trupe se entendia e via como iria funcionar o programa. Ele foi o primeiro candidato a tentar uma vaga no programa e o primeiro a receber um não coletivo. Sem mencionar que logo de cara, começaram as alfinetadas de Nicki para cima de Mimi (Mariah). Rozanna Shindelman bem que tentou uma vaga, mas seus gritinhos e desafinação total fizeram com que recebesse um belo não. Quem sabe ano que vem ela não tenta de novo? 

Quem também tentou passar foi o filho de PSY, que nem lembramos o nome (isso para vocês verem o quanto ele era importante); Ben Gaisey, que tentou com sua roupa de Michael Jackson ganhar uma vaga, mas acabou ganhando um não, além de quase rasgar a roupa. Aliás, como esquecer do efeito sonoro que a roupa de couro do Ben produziu? Impossível! Além de Albert Chang, no qual deveria ganhar o prêmio de desafinação do ano. Confira o vídeo da audição dele abaixo, e cuidado para que não fique surdo!





Mas a grande surpresa, e choque, foi ver que, pela primeira vez no Idol, um WGWG (who guy with guittar) não foi para Hollywood. Sim, vocês não estão vendo coisas não! Evan Ruggiero, parente distante de Arizona, foi com seu violão e perna mecânica tentar uma vaga e provar que pode ser o próximo Idol. O problema é que ele tentou fazer tudo isso com a música errada. Se tivesse tido mais confiança e escolhido uma música melhor, estaria em Hollywood agora.


Entre os que passaram estão: Tenna Torres, uma fã do programa e da Mariah; Frank Ford, um cara com um sonho e que não tem parentesco nenhum com a Ford Carros; Sarah Restuccio, que ficou no meio de mais uma briga entre Mariah e Nicki, além de ter uma voz doce e encantadora; Angela Miller, que conquistou os jurados com seu jeitinho meigo; Gurpreet Singh Sarin, o Bin Laden versão American Idol, que veio provar que os muçulmanos podem ter outros dons - acho que da Hollywood Week ele não passa - e acabou agradando os jurados; e  Ashlee Feliciano, a pimpação do programa na 1ª audição. Será que um deles irá ser o novo American Idol? Separamo o vídeo da Ashlee, pois foi a melhor apresentação de uma audição um pouco fraca, já que apenas 41 passaram para 2ª fase. Com certeza os jurados neste ano estão mais rígidos.



 E o momento vergonha alheia foi para...




Melhores Momentos e Momento Vergonha Alheia! - Chicago

Em Chicago a história foi outra. Logo de cara nos encantamos por Mackenzie Wasner, uma menina doce e com uma voz fofa. Além da fofa Mackenzie, passaram para a fase de Hollywood: Kiara Laniar, uma garota com voz potente e que poderá chegar até o Top 24; Stephanie Schimel, ótima voz e muito confiante; Gabe Brown, que com seus gritinhos exagerados conquistou os jurados; Isabelle Parell, que tentou cantar Keith, mas acabou conquistando todo mundo; Griffin Peterson, o bonitão sem namorado que Nicki seduziu; Curtis Finch Jr, para alguns, o novo Joshua (American Idol season 11); Josh Holiday, um sonhador que tem futuro; Johnny Keyser, que voltou mais bonito e melhor; Kez Ban, a primeira maluca desta edição; e o melhor da noite e com certeza um ensinamento de superação, o gago Lazaro Arbos (não meus caros, ele não é irmão do Blaine, Glee, nem parente do vencedor do ídolos brasileiro). O rapaz veio provar que, embora não consiga falar direito, ele sabe muito bem cantar. Confira o vídeo abaixo dele e entenda a pimpação toda.


Claro que tivemos audições péssimas e terríveis, mas num geral, Chicago deu de mil à zero em relação à NY. Mas como de praxe, vamos ver os candidatos que tentaram uma vaga para o Idol, mas que conseguiram um lugar no circo, rs.

Melissa Bush, a massagista, bem que tentou, mas não conseguiu uma vaga não. O sonho dela era maior que sua voz para cantar e a vontade de rir com ela cantando contagiou todo mundo. Já Ashley Curry, uma estudante de teatro musical deveria reavaliar sua profissão. A menina desafina muito e quase foi impossível reconhecer a música que ela estava cantando. Nem Nicki com sotaque fake britânico conseguiu ser mais engraçada do que ela cantando. E para melhorar ainda mais, os jurados só riam, eu ria e ela continuava cantando e assassinando a música. Mas para mim a melhor da pior audição veio com Kevin Nabity. O rapaz conseguiu lançar uma nova língua e canta mais rápido que narrador de futebol. Por isso, devemos rever a audição dele e quem conseguir decifrar e traduzir o que ele cantou, manda para nós, rs!



E o momento vergonha alheia vai para ...



Semana que vem tem mais audição e eu espero vocês para mais uma review. Agora a pergunta que não quer calar: qual destes novos jurados vocês mais gostaram? E quem será o próximo American Idol? 
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment