Bones 8x10/11 - The Diamond in the Rough / The Archeologist in the Cocoon




Buck and Wanda are back!


Depois de um curto hiatus, Bones voltou a todo vapor. E para presentear seus lindos fãs, nos deram um episódio duplo logo na primeira semana de retorno às telinhas. Tá que são episódios com storylines completamente diferentes e não relacionadas, mas presente é presente e nós não vamos fazer desfeita, né.

O crime da vez é o assassinato de uma dançarina e isso acabou mexendo um pouco com um lado até então desconhecido de Booth. Ele nos pegou de surpresa quando confessou pra Sweets que sua mãe o ensinou a dançar e que ele dava aulas de dança para mulheres mais velhas para pagar a faculdade. O melhor foi Sweets insistindo que ele era gigolô.

Se já não bastasse Sweets agora saber desse detalhe de Booth, ele resolveu dar a ideia de ele e Brennan irem disfarçados à competição de dança para tentarem descobrir o assassino. E nossos amados Buck e Wanda reapareceram para noooossa alegria! Bones toda se achando a dançarina e Booth sem jeito de dizer que ela dança mal foi impagável.

Enquanto isso, Angela tinha uma crise de identidade profissional. Só achei muito tardia toda essa crise dela. Lá no primeiro episódio da primeira temporada, quando Brennan a procurou para fazer um desenho da vítima, ela ficou super entusiasmada com o trabalho fixo que o Jeffersonian deu a ela. Tudo bem que ela se afastou um pouco da arte que ela fazia antes, mas parece que demorou pra cair a ficha, não acham?

Os momentos de B&B disfarçados foram muito engraçados. Bones desengonçada, Booth mostrando que sabia dançar, mas estava claramente enferrujado. Ela elogiando os dançarinos e ele explicando tecnicamente por que eles eram ruins. Mas o melhor mesmo foi os dois perseguindo o assassino durante a apresentação de dança de um outro casal. O casal já estava dançando muito bem, aí vem a música falando de crime passional e B&B perseguindo o cara no palco, e a galera foi ao delírio achando que a “encenação” era parte da performance.

E aquela dança no final, que era pra ser valsa, mas Bones ficou tentando a Rumba e acabou numa coisa esquisita foi até bonita. Ainda mais com Booth dizendo “It’s never gonna end, Bones. It’s always gonna be just like this”. *-*



Bones como mãe é uma ótima cientista. Seu senso de competição em relação a Christine aprender a brincar de esconde-esconde antes dos coleguinhas da creche já era de se esperar.

E falando em competição, Brennan decidiu travar uma batalha com Clark por causa de uma descoberta histórica. Além de ela ser muito competitiva, ele também não é muito diferente. Aí foi uma loucura dos dois disputando quem deveria analisar os tais ossos.

Nos por menores do episódio, vimos Hodgins com medo da esposa caso não ajudasse Clark e Lance foi promovido a Tio Sweets! Coitado do Sweets. Tá morando a tanto tempo na casa de B&B que já to perdendo a esperança de ele arrumar um lugar pra ele morar.

O bom foi ver que Brennan baixou a bola significantemente. Sim, ela ainda se acha a cientista mais inteligente e tal. Mas dividiu os louros da descoberta histórica com Clark e com o cara que morreu logo após descobrir os ossos. E, melhor ainda, ela reconheceu que não quer passar seus defeitos e falhas para Christine. Achei o Booth super fofo tentando imaginar de quais falhas Brennan falava para ele não passar para a filha. Booth, não tem nada de ruim em você gostar de beber uma cerveja banheira, seu lindo.


Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment