Elementary 1x12 - M.



Elementary realmente é um procedural, e um dos de maior sucesso esse ano, mas ele não costuma deixar de lado a vida pessoal de seus personagens. Pelo contrário, normalmente o episódio é dividido entre as cenas de crime e as interações entre eles, de forma a compor algo bem equilibrado e interessante. Mas e quando esses dois pontos se misturam? Essa é a premissa de "M.", onde Sherlock investiga um criminoso conhecido, que ele já tinha tentado capturar na inglaterra. Isso seria o indício de que nosso detetive não é perfeito e que já existiu um caso que ele não conseguiu resolver?

Finalmente descobrimos todo o caso de Irene em uma cena GENIAL, uma das melhores e mais emocionais cenas que eu já vi em uma série. O diálogo, as expressões, as atuações, simplesmente perfeitas! Assim que ela acabou, juro que estava até sem fôlego. O M. do título é um velho conhecido do Sherlock, de Londres, cujo caso ele nunca conseguiu resolver. Até agora. A cena de captura e de tortura foi igualmente genial, e tivemos a primeira aparição do nome Moriarty! Qualquer um que já ouviu falar da história original sabe que ele é o arqui-inimigo do protagonista, e eu espero que tenhamos casos envolvendo esse personagem e que esse lado seja melhor explorado.

A relação entre Sherlock e Watson só melhora também. Ambos finalmente declararam que se ela fosse embora, eles sentiriam falta de trabalhar um com o outro. A acompanhante até mentiu pro detetive, falando que o pai dele tinha aceitado que ela passasse mais um tempo com ele, só para não deixá-lo sozinho! E assim, temos um motivo para ela ficar por perto pelo menos até o fim da temporada ou até ela admitir que não quer mais servir de acompanhante de viciado e virar ajudante de detetive de vez. Agora é torcer pra essa relação se desenvolver cada vez mais, como tem acontecido desde sempre.

Com o melhor episódio da série até agora e um dos melhores dessa fall season, os produtores trouxeram uma carga emocional e sentimental que estava em falta, por ser menos explorada dos que os casos semanais. Fez com que criássemos ainda mais empatia pelos personagens principais e que torcêssemos pelo relacionamento. Além disso, soubemos mais sobre o passado do Sherlock e surgiu um dos principais vilões da história. E você leitor, o que achou do epísódio? Comente, e até o fim do mês, no próximo episódio de Elementary!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment