[ESPECIAL] Doze personagens para conhecer antes de morrer

É fato que toda a série tem o seu personagem essencial: pode ser o protagonista, o coadjuvante ou aquele que só aparece de vez em quando mas que é importante o suficiente pra gente não conseguir imaginar a série sem ele. São aqueles personagens que algumas vezes são o único motivo pelo qual você continua acompanhando a série semanalmente, que ganham vida própria ao longo do tempo e passam a ter uma influência sobre a nossa realidade, nos inspirando, nos fornecendo uma espécie de referência diante da vida e de uma forma meio literal, se tornam nossos amigos. É por isso que a equipe do Freaks 4 Series decidiu fazer uma seleção dos personagens que nos transmitiram esse sentimento ao longo da nossa trajetória pelo mundo seriador.

Brooke Davis - One Tree Hill (por Flavia Caner)


"Ela era ferozmente independente, Brooke Davis. Brilhante, linda e brava. Em dois anos, ela cresceu mais do qualquer pessoa que já conheci. Brooke Davis vai mudar o mundo algum dia. E nem sei se ela sabe disso." Lucas profetizou nesse parágrafo algo que naquela época, nós ainda nem imaginávamos. One Tree Hill tem personagens incríveis e extremamente bem construídos mas Brooke tem a história mais real entre todos eles e é por isso que fica muito fácil se identificar com ela. De garota popular e troublemaker, ela passou por momentos de muita dor, grandes perdas e momentos de ascensão. Filha, melhor amiga, empresária, esposa e mãe, Brooke viu alguns de seus sonhos perdidos e deixou de lado aqueles que já havia realizado para estar ao lado de seus amigos e finalmente se sentir completa. "E a melhor parte da Brooke Davis é que ela sempre coloca seus amigos em primeiro lugar." Foi uma longa jornada até que ela encontrasse seu final feliz e é realmente um privilégio ter passado alguns anos chorando e sorrindo junto com aquela que por tantas vezes nos lembrou que nós somos bons o suficiente. Se você já conhece Brooke Davis, sabe do que estamos falando. Se não, sugiro que você não perca a chance.

Veronica Mars - Veronica Mars (por Armando Wunsch)


"A vida é uma vadia", é ao dizer essa frase no final do piloto da melhor série de espionagem adolescente já criada que a grande maioria dos fãs do seriado se apaixonam por essa incrível aspirante a detetive. Uma das  grandes virtudes da Veronica Mars é sua inteligencia e pensamento rápido, que unidos com seu humor sagaz e irônico faz dela uma dos melhores personagens já construídos na história da TV americana. Muitos se conectam com a personagem, pelo seu realismo, ela não se envolve em drama adolescente desnecessário e não se mostra fútil em momento algum. Ela tem suas fraquezas e não tem medo de demonstrar isso. Infelizmente, até hoje não sabemos o que realmente acontece com a personagem no final do seriado, pois ela foi cancelado sem ter um final. Porém, quem já assistiu algum episódio dessa deliciosa série, já se apaixonou pela loirinha e torce até hoje por um filme do seriado.

Seth Cohen - The O.C (por Klaus Roger)


"Estou apenas tendo uma reação alérgica ao universo". Com quotes como esse Adam Brody eternizou Seth Cohen como um dos personagens mais queridos do mundo das séries. Seth era o menino nerd, apaixonado pela garota popular da escola. Bem típico de filme dos anos 90. Mas ele consegue ser um clichê totalmente original. Seth era sarcástico, inteligente, com referências as HQs, aos filmes, era romântico e fiel amigo. Seth Cohen é o tipo de personagem que você carrega para vida e fica sonhando que fosse real. Particularmente, sempre retrato que Seth Cohen é retrato mais fiel do nerd de verdade, aquele inteligente que ama os heróis dos quadrinhos, que é deslocado mas que ao conhecê-lo você percebe o quão engraçado e adorável é. Fora que The O.C, entre seus prós e contras é uma série gostosa de assistir e com trilha sonora impecável. Quem viu vale a pena ver de novo, quem não viu não pode perder tempo: CORRE PRA ASSISTIR!

Erica Strange - Being Erica (por Rebeca Barros)



E se você encontrasse alguém que aos 30 anos ainda não conseguiu o que sonhava e nem o que o mundo esperava dela, mas que não estava disposta a desistir? E se no fim das contas não tem idade, não tem prazo pra mudar de opinião, pra corrigir os erros, pra tentar outra vez e experimentar de novo e de novo? Esses são apenas alguns motivos de porque você deve conhecer Erica Strange e seguir uma saga engraçada, romântica e cheia de lições enquanto ver a moça voltar ao passado e mudar item por item de uma lista de arrependimentos e sair de alguém sem perspectiva nenhuma na vida à alguém dona do seu próprio negócio, rodeada de bons amigos e ao lado de quem ama. Being Erica é aquele tipo de série gostosa de ver e eu desafio você a assistir e não se apaixonar pela Erica ou não se relacionar com qualquer um dos seus medos, inseguranças e dúvidas.


Dexter Morgan - Dexter (por Klaus Roger)


Falar de personagens que você precisa conhecer antes de morrer e não falar do serial killer mais amado do universo seria um pecado. Dexter Morgan é o meu protagonista masculino favorito de todos os tempos. Ele é um serial killer que mata seriais killers. No mínimo interessante. Dex é uma espécie de Superman, com dupla identidade. Durante o dia ele é um analista de sangues em cenas de crime, quando chega a noite ele mata sua sede de sangue tirando a vida dos criminosos. Como todo "herói" Dexter tem um passado, o qual o transformou no assassino que é. Logo no piloto ele nos conquista com toda sua frieza e falta de emoções, coisas que com o decorrer da série vão sendo quebradas, e ele começa a perceber que está criando sentimentos até mesmo de amor. Michael C. Hall faz um Dexter na medida certa, fazendo impossível, até mesmo para os que tem medo de sangue, não se apaixonar poe ele.

Walter White - Breaking Bad (por Rebeca Barros)



De mocinho a vilão. De correr do perigo à ser a personificação do mesmo. De professor de Química de classe média que descobre que tem câncer de pulmão sem nunca nem ter fumado à chefe da maior distribuidora de metanfetamina de Albuquerque. Walter traz consigo umas das transformações de personagem mais incríveis de se acompanhar. Seguir um cara desesperado, sem esperança que viu nas fabricação de drogas a "salvação" financeira da sua família e passou por mal bocados para garantir sua sobrevivência quando percebeu que uma vez entrando nesse ramo a porta de saída evaporava, e ver ele se tornar alguém frio, alguém capaz de tudo (definitivamente tudo) para se proteger e ver um ego enorme que antes oculto torna-se dominante para que ele não queria mais parar, nem quando isso lhe foi permitido. Walter pode não ser alguém para se ter como amigo, pode não ser aquele exemplo de seguir mas é sem dúvida umas dos personagens mais brilhantes para se conhecer.


Lorelai Gilmore - Gilmore Girls (por Klaus Roger)


Gilmore Girls é uma das séries consideradas mulherzinha. Se só as mulheres conhecessem as garotas Gilmore seria um pecado. Lorelai Gilmore é exatamente o tipo de personagem que você não imagina sua vida sem. Ela é a mãe de Rory, a quem criou sozinha, enfrentando todas as dificuldades do mundo. É o tipo de personagem forte, que faz de tudo pela filha, capaz de abrir mão do seu maior orgulho para que a filha tenha o melhor futuro. Lorelai é super engraçada e criou Rory da melhor forma, rodeada de comida e filmes.  Ela tem referências para tudo, irônica de carteirinha e muito, muito encantadora. Falar da Lore é difícil porque é aquele tipo de personagem que você tem vontade de entrar na tv e abraçar. Ela te conquista de uma forma que é inexplicável. Eu tenho ciúmes dela, porém não tinha como deixa-la fora da lista, uma das melhores personagens de todos os tempos, em uma das melhores séries de todos os tempos. Você definitivamente não pode morrer antes de assistir Gilmore Girls e se apaixonar por Lorelai.

Joey Tribbiani - Friends (por Anna Paula Machado)



É muito difícil escolher um dos 6 Friends que "represente" a série. Nesta difícil seleção, escolhi Joey pelo simples fato de que ele foi o personagem que mais apresentou, na minha opinião, momentos e falas marcantes durante os 10 anos da série. Como não lembrar da cantada marcante do personagem "How You Doin'..?" ?. Ou da tentativa dele de falar francês na última temporada? O fato é que, a "inocência" de Joey é um dos maiores motivos das risadas que damos ao assistir Friends. Além de tudo, o ator sempre se mostrou um amigo muito verdadeiro como quando por exemplo pediu Phoebe e Rachel em casamento ao pensar que elas estavam grávidas, já que a vida é muito difícil para uma mãe solteira. O destaque de Joey era tão grande que o público não se despediu dele com o fim do show. Foi criado um spin-off (que levou o nome do personagem "Joey"), no qual ele muda para Los Angeles para investir em sua carreira dividindo a cena com sua irmã Gina e o filho dela. Conselho de amiga: Se você não conhece Joey (e Friends) corre, porque quem perde é você!

   Pacey Witter - Dawson's Creek (por Caroline Lustoza Boos)


A série se chamava Dawson's Creek, mas, não podemos negar que o brilho ficava por conta de Pacey. Já que, era ele quem ofuscava todo o restante, sempre que entrava em cena. Afinal, o personagem além de ser carismático, passou por várias mudanças e acompanhamos sua evolução, episódio após episódio. Como esquecer, daquele adolescente lá da primeira temporada, da qual, se apaixonou pela professora, e vivia em constante conflito com Joey Potter? E só depois de inúmeras brigas, acabaram percebendo o amor que nutriam um pelo outro. Desse jeito, nos foi apresentado um dos casais mais encantadores de todas as séries. Podem até dizer, que Pacey  só cresceu como pessoa por causa de Joey. Mas, tenho para mim, que foi algo recíproco. Pacey Witter ganhou seu destaque, justamente por ser um personagem tão real, que as pessoas se identificavam com ele. Sua insegurança, seus receios, seu sarcasmo, e seu coração enorme, foram apenas algumas das características para isso. Portanto, se você ainda não conhece a série, recomendo assistí-la o quanto antes. Este personagem incrível lhe mostrará o quão vale a pena.

Sheldon Cooper - The Big Bang Theory (Por Gabriella Siggia)


Uma das maiores razões de TBBT fazer sucesso se dá a Sheldon Cooper. O personagem não tem nada de carismático e é o nerd mais chato, orgulhoso e egocêntrico do seriado. Mesmo assim, não tem como não amá-lo. Suas manias e seu jeito totalmente irritante nos remete à algumas pessoas que fazem parte do nosso convívio social e que não conseguimos nos livrar delas porque de um jeito ou de outro elas são necessárias para o nosso aprendizado e convívio na sociedade. E com seu jeito crianção e por ser uma eterna criança mimada, nos divertimos com ele toda semana e até torcemos para que ele seja mais humano, afinal, como disse seu amigo Leonard, Sheldon mais parece um robô. Duvido que ninguém em algum momento pregou uma brincadeira e disse depois "Bazinga!". Ou já tentou fazer os extensos discursos que só Dr. Sheldon Cooper pode fazer. E se até ele conseguiu uma namorada, nós ainda temos chance de encontrar nossa alma gêmea, o que nos dá alguma esperança. Mas no final o que importa é que todos nós temos um pouco deste nerd dentro de nós e não adianta mentir.

Walter Bishop - Fringe (Por Wellington Laurindo)


Entre 10 fãs de Fringe, 11 consideram Walter Bishop o melhor personagem da série. Mesmo sendo Olivia a protagonista da série... que nada, Walter sempre foi o principal e foram suas ações no passado que deram base para tudo o que foi trabalhado durante os cinco anos que a série esteve no ar. Walter foi especial por vários motivos. Como não amar um cientista viciado em alcaçuz e que não faz cerimônia em tomar ácido para esquecer os problemas. Além disso, a facilidade que ele tem de trocar o nome de sua assistente de anos (Né, Astrid) e a forma como ele não tem pudor e consegue andar pelado pela casa ou pelo laboratório sem se importar com a presença da nora é surreal. Esse jeito todo excêntrico de Walter foi resultado da retirada de partes de seu cérebro, pedido feito por ele mesmo, para que ele não se tornasse uma pessoa perigosa e sem limites. Limites que ele não teve ao abrir uma fenda entre os universos para salvar vida do filho, que na verdade nem era seu. Deixando de lado toda a parte maluca e infantil, quem não gostaria de ter uma conversa por horas com um cientista inteligentíssimo sobre universos paralelos, buracos de minhoca, âmbares, paradoxos e sobre um plano onde lados A e B se colidissem para formar um “Brave New World”. Uma das coisas que me atrai na personalidade de Walter é seu amor por Peter, me identifico demais com essa relação dos dois e digo que os momentos mais emocionantes que eu vivenciei assistindo uma série foram com esses personagens. Então é o seguinte, preciso agora de September para construir uma máquina que me leve a 2167 para que eu possa ter um encontro com essa pessoa brilhante chamada Walter Bishop.

Gregory House - House (Por Rebeca Barros)


"Everybody Lies" é o quote mais famoso de hoje um dos personagem mais icônicos da TV Americana (se assim me permitem afirmar). O médico manco, ranzinza, viciado em Vicodin, super inteligente para resolver os quebra-cabeças e armadilhas do corpo humano mas um desastre quando se tratava de relacionamento com as pessoas é mais um da turma dos "bad guys" que nós, perdoem a redundância, amamos amar. Não que House seja ruim, longe disso, ele só era rancoroso demais, orgulhoso demais e humilde de menos, coisas que ao conhecermos sua história até somos capazes de entender. Mas combinemos que sua genialidade em 99% das conversas e das situações ou suas maneiras de manipular as coisas e mexer com as ações das pessoas que estão ao seu redor são sem dúvida motivos irrefutáveis para você se render e acompanhar a saga desse médico e até a querer ser ele em algum momento, nem que seja para descobrir que na maioria das vezes "It's not Lupus"


Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment