Freaks Look: The Carrie Diaries


Seja bem-vindo (de novo) ao mundo de Carrie Bradshaw.

Durante seis temporadas e dois filmes, acompanhamos a vida adulta de uma das personagens mais populares dos anos 2000. Carrie Bradshaw em Sex & The City inspirou milhares de pessoas a procurar um lugar ao sol, ao verem aquela personagem destemida, independente e com sérios problemas de relacionamento atrás do amor na cidade grande. Eu estava muito empolgado para ver como seria a adaptação do personagem para a sua adolescência, assunto raramente abordado em S&TC, e devo dizer que o seriado não me decepcionou em quase nada.

Eu imaginava que veríamos um monte de clichês, uma versão piorada de Sex & The City ou então Gossip Girl nos anos 80, mas eu vi um seriado teen, sem grandes exageros, personagens construídos de uma forma decente e o mais importante, altamente viciante. Tem algumas mudanças na personalidade do personagem que eu não gostei, jamais veríamos Carrie adulta ajudando alguém a roubar, mas vamos relevar, pois estamos assistindo um seriado teen da CW. Outra coisa que me encomodou foram cenas de Carrie com sua irmã, achei desnecessário, principalmente a cena em que Dorrit volta para casa depois de escapar.

Tem várias narrativas que serão boas de acompanhar durante a série, como o descobrimento do homossexualismo do amigo dela. Alias, gostei que colocaram um personagem homem no círculo de quatro amigos da Carrie, vejo bastante de Miranda, Samantha e Charlotte nesses personagens e gostei que preservaram esse aspecto. O seriado também me conquistou pelos pequenos toques que ficaram do outro seriado, como a escrivaninha de frente para a janela e a criatividade da personagem em transformar as coisas.

A forma como levaram Carrie para Nova York foi muito boa, assim vemos a personagem se apaixonando pela cidade que ela nos fez amar, mas não perdemos o núcleo da cidade natal dela, nem sua conexão com Sebastian, que da a pitada de drama adolescente e toda aquela descoberta do amor e sexo que roda tanto na cabeça dos adolescentes.

Por fim, o seriado me empolgou bastante, ver ela se apaixonando por Manhattan, a promessa de liberdade e as oportunidades que a cidade oferece, e claro a vida de glamour e festas, era algo que eu esperava ansioso e isso não me decepcionou nada. Claro que tem seus erros, mas o importante é ver Carrie Diaries sem pensar em Sex & The City, tenho certeza que você se apaixonará se fizer isso.

Obs: a trilha sonora do seriado é excelente.
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment