Nashville 1x11 - You Win Again


Quando tudo começa a ficar bem mais interessante.

Nashville parece estar em uma grande montanha russa quando o assunto é desenvolvimento de tramas. Não quero dizer em nenhum momento que a série tem mantido o roteiro engessado como muitas outras por aí, acontece é que muitas vezes o que está acontecendo em tela não é nada motivador pra quem está assistindo. Porém nessa semana a situação foi bem diferente, fazendo Nashville aumentar o nível de qualidade das tramas apresentadas.

Posso dizer que o motivo pra isso ter acontecido foi o esquecimento das tramas que ninguém se interessa para dar uma ênfase muito maior para a parte musical. Como a parte política ficou totalmente de fora (Graças a Deus) acompanhar os dramas de Rayna foi muito mais prazeroso. Pode parecer estranho, mas gosto de ver o casamento dela desmoronando, digo isso porque além da participação de Teddy ser cada vez menor, o arco de possibilidades para a vida dela se torna muito mais amplo. O engraçado é que quando vemos pela primeira vez um clima rolar entre Rayna e Liam, resolvem cortar a relação dos dois. Espero de verdade que não dispensem o personagem como fizeram com Sean. Acredito que uma futura rivalidade dele com Deacon traria uma boa dinâmica para esse núcleo da turnê.

Falando em Deacon, a saída dele da tal banda foi a melhor coisa que aconteceu com o personagem. Ele conseguiu se destacar de várias formas dessa vez. Além de contribuir no julgamento da mãe de Juliette, mesmo sendo só como apoio moral, ele conseguiu reacender os problemas não acabados com Rayna e ainda causar uma grande confusão na cabeça dela com a entrada para a banda de Juliette. Essa turnê promete grandes momentos!

Havia lido em algum lugar que Avery e Juliette poderiam se cruzar a acabar se envolvendo e nesse episódio tiveram indícios disso. Só fico imaginando o quão irritante seria esse casal de egocêntricos, mas como por enquanto é só especulação, vamos ficar no aguardo. Avery é uma figura detestável e não vou conseguir ficar satisfeito até ver esse cara se dando mal. Sinto que em algum momento ele vai acabar se ferrando feio por ser tão ambicioso.

Já Scarlett e Gunnar começam a dar seus primeiros passos em relação a uma carreira de verdade. Não sei se é só eu, mas não consigo confiar no integrante da antiga banda de Avery que está jogando as ideias na cabeça de Scarlett. Até então ele parece inofensivo, mas ninguém sabe se no fundo ele não e igual ao ex-colega e que tudo o que ele pode estar fazendo será para se beneficiar sozinho mais tarde.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment