The Carrie Diaries 1x02 - Lie With Me


"(...) we create our own problems."

Após o piloto adorável de The Carrie Diaries, já era até previsto que seu segundo episódio, não nos decepcionaria. Afinal, quando sabem utilizar um elenco carismático, com abordagens interessantes, não há erro. Podem até dizer, que se a série der certo, é devido ao sucesso de S&TC e seus fãs fieis, porém, é inegável que os dois episódios foram carregados de amor-por conta própria.

Primeiramente, preciso dizer, que o fato de não enrolarem com o relacionamento entre Walt e Maggie, é um enorme alívio. Afinal, todos já sabemos os motivos para Walt ficar se guardando. Inlcuindo Carrie, e até mesmo Maggie, que deve ter suas suspeitas. No entanto, optou por não enxergá-las. Alias, gostei bastante da forma que terminaram o namoro. Pois, pelo menos, um dos dois foi sensato o bastante e acabou com essa relação sem futuro. E convenhamos, que toda a insegurança e o receio de não ser desejada pelo próprio namorado, são até motivos compreensíveis para trair- compreensíveis, não plausíveis. Mas, se em algum momento, Maggie passar a se martirizar, estes motivos se tornarão inválidos. Contudo, espero que logo desfrutemos de uma amizade entre os dois, o que é bem provável.

Não sei ao certo, afirmar qual o problema com Larissa. Mas, sinto que a personagem só está ali para causar problemas. E digo mais, que a bolsa tão especial de Carrie será o meio para perceber a furada que se enfiou. Que ela se cuide, pois todo o glamour que está almejando por conta de Larrisa, pode custar seu estágio na preciosa Manhattan.

Já Sebastian, conquistou minha simpatia neste episódio. Não sei qual o problema com sua família, e nem a razão do pai de Carrie desconfiar do rapaz. Porém, achei sincera a conversa entre eles, e  todo aquele papo, que na presença dela, não sente a necessidade de fugir. Também acho, que Donna só está ali para atrapalhá-los, e não que conseguirá algo com isso. Pelo menos, não propriamente algum romance com Sebastian. E sim, interferir para que o casal não fique junto. Pois, a única coisa que provou até então, é  seu cargo de bitch no seriado.  Só espero, que Carrie tenha aprendido que precipitar-se seria um equívoco.

Resumindo: se você gostou do primeiro episódio, continue assistindo. Se não for pelo roteiro, então que seja pela trilha sonora, ou então pelas citações. Overdose de fofura, define TCD.

- Se no episódio anterior as cenas entre Carrie e Dorrit eram maçantes. Neste, tornaram-se completamente o contrário.
- Impossível não lembrar de Carrie/Samantha/Miranda/Charlotte na cena final entre as quatro.
- Mouse me ganhando à cada cena. Fofa!
Share on Google Plus

About Caroline Lustoza Boos

Cinéfila assumida. Apesar de colecionar séries, One Tree Hill ocupa maior parte do seu coração. Apaixonada por todos os filme de Alfred Hitchcock. Consumista por séries, filmes,livros, bonecos e afins. Sonha em rodar o mundo. É mãe de 3 gatos, porém, se pudesse teria muito mais. É reservada, mas quando faz uma amizade de verdade, leva para a vida inteira. (instagram/snapchat: @cahlboos)
    Blogger Comment
    Facebook Comment