Freaks Watch On - O que eu assisto!

E finalmente, chegou a minha vez de mostrar as séries que assisto e a razão por tê-las encaixado em cada item. Espero, que gostem!

Primeira série: Full House. Bom, não foi ela propriamente que me inseriu por completo no mundo das séries. Porém, foi minha primeira. Afinal, era apenas uma criança, quando ainda transmitiam o seriado. Mas, isso não impediu de me encantar pelo enredo, nem pelos personagens. Me recordo, de passar horas admirando o pai, com ajuda de seu irmão, e um amigo cuidando de três meninas. Alias, sinto uma nostalgia enorme sempre que vejo as gêmeas Olsen na TV. Que para quem não se lembra, elas revezavam-se entre si pra interpretar a caçula Michelle.


Melhor série: Friends. Sem duvidas, a série é considerada assim, por muitos. Ross, Chandler, Monica, Joe, Rachel e Pheebs encantaram uma legião de fãs. Fãs tão fieis, capazes de assistir os mesmos episódios, quantas vezes necessárias. Até porque, é impossível enjoar da série, ou não se divertir com os plots, e as características marcantes de cada personagem. Sempre que ouço alguém falando "OH MY GOD", lembro-me imediatamente de Friends. O fato, é que a série vai além de uma comédia, e só quem a conhece, sabe tal dimensão. Você acaba aproximando-se de cada friend, desse jeito, compartilhando cada emoção.


Série preferida: One Tree Hill. Primeiramente, preciso dizer, que se você não conhece, recomendo assistir o quanto antes. Afinal, está perdendo a maior genialidade que a vida, ou melhor, que Mark Schwahn pôde nos oferecer. A verdade, é que encontrei meu lar em Tree Hill. Tornei os personagens em meus melhores amigos. Tirei lições, e apliquei em meu cotidiano. Ao decorrer de nove temporadas, tomei cada dor, e felicidade, como se fosse minha. Pode parecer clichê, mas desconheceria minha vida sem OTH e tudo o que me proporcionou  Cada um deles, me faz almejar ser alguém melhor: generosidade (Haley), paixão (Peyton), evolução (Nathan), altruísmo (Brooke), coragem (Lucas). Estas, são apenas algumas das características que me remetem à cada, e que os tornam tão singulares. Portanto, é devido a tudo isso e muito mais, que One Tree Hill é meu amor maior. Amor suficiente, para que nenhuma outra série consiga atingir. E utilizo a frase Naley "Always and Forever" para a série mais humana e incrível que já existiu.


Pior série: 90210. Confesso, que assisti as duas primeiras temporadas. Mas, para tudo há um limite, e 90210 conseguiu saturar o meu. Na verdade, eu já assistia por entretenimento e quando não havia nada melhor pra fazer, porém, conseguiram estragar o que ainda restava de bom na série. Os personagens regrediram, as histórias tornaram-se vazias, plots boring, e mais uma sucessão de coisas, que foram acarretando e me levaram a desistir do seriado.


Quero voltar a assistir: Arrow. Assisti apenas os dois primeiros episódios, e por falta de tempo, não consegui acompanhar. Mas, gostei bastante do enredo, e toda a ação que envolve. Para minha sorte, a série ainda está em sua primeira temporada. Portanto, pretendo retornar o quanto antes.


Poderia virar filme: The Lying Game. A série é bem amarrada, porém, deixando aquele ar de suspense à cada episódio. Os plots despertam curiosidade, e os personagens coadjuvantes, são tão interessantes quanto os principais. Por isso, acredito que faria sucesso, em filme. Seria daquele tipo, que te prende até acabar, e deixaria todas as suas hipóteses para trás, com um final surpreendente.


Não quero que acabe nunca: Hart of Dixie. Muitos ainda não a conhecem, mas quem assiste, sabe o quão incrível é.  Afinal, é impossível não sofrer overdoses de amor à cada episódio com os moradores de Bluebell, e nossa doctor Zoe Hart. A série contém tudo que há de melhor: carisma, personagens bem construídos, casais para shipparmos, e mais um milhão de coisas, que fará você se viciar, até não conseguir largá-la mais.


Se minha vida fosse uma série seria: Uma junção de Brooke Davis (OTH), com Jess (New Girl). Me identifico, tanto com suas personalidades, como também, com suas frustrações -inclusive, amorosas. Sou atrapalhada, estabanada, desligada, tenho um ciclo de amizades masculinas, da qual, não troco por nada. Sem contar, minhas tentativas mal sucedidas de cantoria em Dirty Dancing. Tudo isso, contribui para me sentir semelhante à Jess. Já, em relação à Brooke, confesso envolver um pouco de ambição. Afinal, é minha personagem favorita de todo o universo de séries, filmes, e afins. Parte de mim, se identifica com sua mudança visível, sua sorte em ter amigos extraordinários, sua paixão por moda, o jeito de encarar a vida, e principalmente as decepções nos relacionamentos. Alias, tenho esperanças, que um dia encontrarei meu Julian, também. 
Share on Google Plus

About Caroline Lustoza Boos

Cinéfila assumida. Apesar de colecionar séries, One Tree Hill ocupa maior parte do seu coração. Apaixonada por todos os filme de Alfred Hitchcock. Consumista por séries, filmes,livros, bonecos e afins. Sonha em rodar o mundo. É mãe de 3 gatos, porém, se pudesse teria muito mais. É reservada, mas quando faz uma amizade de verdade, leva para a vida inteira. (instagram/snapchat: @cahlboos)
    Blogger Comment
    Facebook Comment