Supernatural 8x14 - Trial and Error


Voltando as origens.


Gente que episódio mais que perfeito foi esse? Sério, agora sim Supernatural está voltando com tudo e mostrando porque mereceu ser renovado. Eu digo e repito: quando Kevin, Crowley e Castiel aparecem, o nível do episódio só aumenta. Desta vez contamos com a brilhante participação de Kevin e só ouvimos falar do demônio mais amado por causa da tarefa do episódio. Sim, eu amo Crowley mesmo ele sendo tão malvado. Acho que é o demônio mais complexo que já apareceu na série, em parte por causa do ator que tem aquele carisma e a outra por conta do personagem. Para mim Crowley chega a ser mais fodão que o Lúcifer.

Kevin depois de dias sem dormir direito e sem se alimentar corretamente, finalmente consegue desvendar uma parte da tábua. Infelizmente esta conquista vem com um preço: o cansaço físico e emocional do menino. Senti muita pena dele quando disse todos os sacrifícios que anda fazendo em prol de fechar o inferno para sempre. Mas gostei de saber que Dean, Sam, Garth e sua mãe confiam nele. Assim, Kevin diz para os rapazes que eles precisam passar por três provas (fases de resistências, por assim dizer) para que finalmente o inferno fique lá para sempre. A primeira missão é matar um cão do inferno e lançar um tipo de feitiço logo depois.

Para a nossa alegria, os Winchesters vão para um rancho que lembra muito Dallas (creio que foi uma singela homenagem que os roteiristas fizeram para a série, pois até Dean citou J.R), com uma família típica a do seriado que recentemente ganhou um remake. Lá eles acabam trabalhando para esta família milionária, que acharam petróleo numa fazenda que não tinha nada de tão especial (coincidência?). O melhor foi ver a cara do Dean limpando as merdas dos cavalos. Depois de muito suor, os irmãos acabam ficando desconfiados da família toda, que decide se reencontrar após a morte do marido (que fora morto por um cão do inferno) de uma das filhas do chefão da fazenda.

Neste meio tempo, Dean descobre que óleo sagrado ajuda a proteger dos cães e que óculos batizados pelo óleo fazem com que as pessoas enxerguem os cães do inferno. Solução: colocar os óculos e ficarem mai sexys ainda. Detalhe para a chamadinha de Dean como Clark Kent. Meninas, suspirem, porque Jensen ficou um gato! O Jared também não ficou muito atrás não, rs. Novamente vimos o quanto os dois se sacrificam por conta deste trabalho. Achei lindo demais e emocionante o discurso que Dean fez para o Sam, dizendo que o irmão merecia sobreviver e ter a vida que sempre desejou, pois ele sabia que o destino dele seria morrer com uma arma na mão, como herói. 

Ainda bem que a viúva se soltou da armadilha preparada por eles para protegê-los e Sam pode salvar seu irmão. Acho que eles ainda não entenderam que a maior fortaleza deles é quando trabalham juntos. Separados, eles não são fortes o suficientes e mesmo que sempre os dois acabam se ferrando, no fim as coisas acabam se acertando. Assim, Sam prova para Dean que ele quer vê-lo vivo com ele no final da guerra, pois acredita nele também. Eles vencem a primeira prova e agora terão que partir para as demais. Só espero que os dois saem vivos nesta luta.

PS 1: Como não rir e amar um Dean cuidadoso com seu 1º quarto, sabendo cozinhar (e muito bem pelo jeito) e sendo o irmãozão? Impossível!
PS 2: Alguém mais sabia que existem 6.000 tipos de tomates? 
PS 3: Dean roubando todas as falas cômicas, como sempre!
PS 4: Quem quer Kevin para o elenco fixo?
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment