Crítica: Veronica Mars - o filme.


Nós já vimos essa história várias vezes antes, um seriado não atinge os percentuais de audiência que uma emissora deseja e ele é cortado, sem dó, nem piedade, e nesse caso, sem um final. Veronica Mars nunca foi o tipo de seriado que definiu uma geração, nem ao menos tinha uma audiência enorme, eram míseros três milhões de telespectadores semanalmente, no auge de sua história. Mas isso não quer dizer que o seriado não deixou milhões de órfãos ao redor do mundo, sedentos por um final decente de um dos seriados mais cools já feitos.

Depois de inúmeras tentativas falhas de dar um desfecho ao seriado pela parte dos atores e produtores, e várias brigas com a WB, que retém os direitos do seriado, os fãs, que durante seis anos mandaram inúmeros e-mails de forma incansável para a produtora, finalmente tiveram a oportunidade real de ajudar o filme se tornar uma realidade.

A voz dos pequenos finalmente foi ouvida e o projeto sairá do papel, porém o impacto da arrecadação recorde feita no Kick Starter é grande, e essa ação pode começar a mudar, aos poucos, a forma como as grandes empresas de entretenimento veem os fãs e consumidores de seus produtos. Os fãs começam a ser vistos não somente como seguidores de tendências e blockbustes, mas como detentores de uma voz ativa que requisita por produtos e serviços de seu interesse (e que estão dispostos a contribuir financeiramente).

Firefly, também é um caso de seriado que teve seu desfecho produzido para a telona devido a pressão dos fãs sedentos por descobrir a origem de River e os mistérios que o seriado escondia. Porém, com Firefly/Serenity a história é um pouco diferente, já que o filme foi financiado pela Universal, produtora do seriado. Com Veronica Mars, são os fãs que doaram parte de seu suado salário para terem seus desejos atendidos e colocar um ponto final naquele vazio deixado pelo final frustante do seriado, mandando assim uma enorme mensagem para as emissoras: não é a audiência que define a qualidade de um produto e está na hora de vocês começarem a ouvir nossa voz, não somente o seu lucro. 
Share on Google Plus

About Armando Wunsch

Formando em Comércio Internacional, se apaixonou por séries depois de assistir o piloto de Ugly Betty na Sony. Desde então seu entusiasmo por seriados só aumentou. Fã convicto de Grey’s Anatomy, Modern Family e The Good Wife, acompanha mais de 20 seriados semanalmente (na Fall Season). Já deixou muitas vezes de estudar e trabalhar para assistir seriados. Apaixonado por música, chocolate, Big Mac e coca-cola, sonha em ganhar na mega-sena para não precisar mais trabalhar. (@_wunsch)
    Blogger Comment
    Facebook Comment