[Especial] Performances favoritas de Glee


4 temporadas, mais de 200 músicas no Top ITunes. Com 2 Golden Globes Awards como Melhor Série de Comédia, Glee vem conquistando seu lugar na TV norte americana, embora seu Golden Moment já tenha passado, a série ainda é um fenômeno musical. Com um filme em 3D, e com quase 20 álbuns, o seriado já nos presenteou com um reality show totalmente imprevisível (The Glee Project) e recentemente gravou o seu 500º número musical. Assim, nós do Freaks 4 Series elegemos as nossas performances favoritas. Tarefa complicada, afinal se Glee acerta em alguma coisa, com certeza são nas performances, embora existem algumas que não se encaixam perfeitamente com o episódio. Preparados para embarcar neste universo Gleek?

"Don't Stop Believin'" - 1x01 (Por Gabriella Siggia)



Foi com esta deliciosa música que me encantei por Glee. Impossível não se apaixonar por estes losers que conseguiram transformar uma música esquecida em cool. Este cover não é só um dos meus favoritos, como também não sai da minha playlist do celular. Havia algum brilho e algo muito especial quando Finn, Rachel, Mercedes, Tina, Kurt e Artie cantaram esta música que me fez apaixonar perdidamente pela série. E para mim e quase todos os fãs de Glee, Don't Stop Believin' tornou-se um hino para todos aqueles losers que tem alguma coisa de especial. Por isso é impossível não mencionar esta performance inesquecível no nosso especial. Afinal, nunca podemos deixar de sonhar.

Songbird - 2x19 (por Karina Nascimento)


Pra mim, essa foi sem dúvidas uma das melhores performances da season 2 e a melhor da Naya Rivera também. O episódio em si foi um dos mais maduros (na parte musical) e bem surpreendente com a escolha do especial Fleetwood Mac. Em questão de arranjo musical, não teve muita mudança, eles continuaram bem fiéis a original mas isso não tira os méritos. Uma das melhores músicas do LP Rumours e que eu fiquei bem surpresa por ter sido escolhida para ser cantada nesse episódio, até porque eu não achava aonde ela ia se encaixar, até que BAM! Santana resolve encarar e admitir o que ela sente pela Brittany e se declara da melhor forma possível e com a melhor música de todas. Foi com essa apresentação que eu comecei a reparar mais nos vocais da Srta. Rivera e a perceber que a guria é boa e que merece mais espaço.



"You're The One That I Want" - 4x06 (Por Anna Paula Machado)



Ao interpretar o clássico de Grease no musical da escola, o New Directions fez uma apresentação maravilhosa e que merece palmas de pé. Temos Ryder possuído como Danny Zucco e a doce Marley dando um show como Sandy Olsen. Fora isso, ainda podemos admirar a interação entre as duas gerações do coral, mesmo que seja só na imaginação de Rachel. Quem não sentiu uma nostalgia quando ela lembrou que essa foi a primeira música com a qual ela fez dueto com Finn. A apresentação foi toda muito bem feita e bem parecida com a versão original, mas com o toque que só nosso losers favoritos sabem dar!


Say a Little Prayer For You - 1x02 (por Bruno Kaninski)


Essa foi a primeira vez que vimos uma performance da "Unholy Trinity", formada por Quinn, Santana e Brittany, e eu pelo menos caí de amores por elas a partir daí. De começo malvadas e ajudando Sue a destruir o Glee Club, pra depois se tornarem parte fundamental do coral, as amigas sempre foram inseparáveis. Por mais que brigassem, se batessem ou discordassem, essa foi uma amizade que se manteve por toda a série e existe até hoje. Brittana antes tão apagadas, começaram a ter um papel recorrente e se tornaram duas das mais populares. Quinn sofreu nas mãos de titia Ryan com um plot mais bizarro que o outro. Mas essa é a imagem delas que vai ficar pra sempre na minha cabeça. Cheerios malvadas e grandes amigas, audicionando pro New Directions com uma música que eu adoro.

Mine - 4x04 (por Karina Nascimento)


Não podemos negar que a música já é legalzinha na versão original da Taylor Swift e também não tem como negar que os fãs de Brittana pegaram um certo ódio pela música depois de vermos a forma que ela foi usada. Eu sempre achei que a Naya Rivera, junto com a Lea Michelle e a Amber Riley, tinha uma das melhores vozes da série e que nunca foi muito bem aproveitada, já que o foco sempre foi a chata da Berry. Com um arranjo completamente diferente, que por sinal foi genial, e uma emoção que a música cantada pela Swift não tinha (e que, apesar de curtir bastante ela, quase nunca tem), nossa querida Santana conseguiu fazer todo mundo chorar, enquanto ela mesmo se segurava para não chorar, e sair correndo pra procurar um link para baixar a música. Eu tenho certeza que, depois dessa performance, a Taylor Swift nunca mais vai querer cantar Mine, que pra mim, deixou de ser dela e virou uma Naya Rivera original.

"Start Me Up / Livin' on a Prayer" - 2x06 (Por Gabriella Siggia)


Saudades daquela época em que os membros viviam competindo entre si para ganhar um prêmio bobo como jantar fora ou algo do tipo. Como esquecer das loucuras de Rachel em querer que tudo seja perfeito? Ou nos Mash Ups mais inesperados? Mas a parte que eu mais gostava era da competição entre meninas vs meninos, com Kurt sempre dividido com qual time iria se juntar. No 6º episódio da 2ª temporada, Mr. Schuester precisava trazer de volta os membros para a competição, então teve a brilhante ideia (com ajuda, claro) de repetir a ideia que teve na 1ª temporada: Girls vs Boys. Só que desta vez as meninas iriam cantar músicas de meninos e os meninos, de meninas. Nisso resultou numa das melhores performances das girls: o Mash Up "Start Me Up / Livin' on a Prayer" que entrou não só para a minha playlist, como também para a lista das minha performances favoritas de Glee. É o girls powers!

Blame It (On The Alcohol) - 2x14 (por Armando Wunsch)



Em algumas ocasiões Glee nos surpreende com apresentações despretensiosas, porém com uma versão melhor que a original. Esse é o caso de Blame It, do ator/cantor Jamie Foxx, a grande diferença da versão oficial para a de Glee é a adição de uma voz feminina que serve como uma luva para música R&B com batidas mais lentas e ritmizadas. A combinação das vozes de Artie, Puck e Mercedes são excepcionais.


"Loser Like Me"- 2x16 (Por Anna Paula Machado)


Concordo com a maioria das pessoas que diz que um dos maiores erros da segunda temporada de Glee foi a idéia de criar músicas inéditas. O que ninguém pode negar é que Loser Like Me nada mais é que um retrato fiel de todo o espírito da série. O contexto que eles escrevem a música e a letra final, fazem com que nos identifiquemos e não tem como, no mínimo, não ficar batendo o pezinho durante a apresentação. Vale lembrar que em vários momentos durante a música, os membros do coral fazem o “L” na testa, grande simbolo de Glee e pra finalizar a apresentação nada mais loser que uns slushies (mesmo que de papel picado)!

Smooth Criminal - 3x11 (por Bruno Kaninski)




A homenagem ao Michael Jackson não podia ficar de fora. Uma de minhas performances favoritas e o embate entre as duas maiores bitches da série: Santana e Sebastian. Toda a tensão que eles exalam durante a apresentação, misturada com a perseguição entre gato e rato entre eles e os violoncelos no meio tornaram essa performance memorável, a melhor da temporada sem dúvida. Além da voz dos dois, que eu nem preciso comentar, mas que casou super bem tanto com a música quanto com a apresentação. Perfeitos!


I Wanna Dance With Somebody (Who Loves Me) - 3x17 (por Karina Nascimento)




Ok, eu sei. Heather Morris não é a melhor cantora dali. Se formos sinceros, ela é a segunda pior, perdendo apenas para a Vanessa Lengies (Sugar Motta). Mas essa foi uma das melhores dela, a guria tá melhorando os vocais, sim. E eu digo, cantar Whitney não é fácil não e ela mandou super bem. O que é bom, porque antes dessa, ela só havia cantado mesmo em Landslide e nas da Britney ela só gemia e as da Ke-cifrão-ha parecia a própria cantando de tão parecidas que as vozes ficavam. Foi uma apresentação bem divertida e diferente pra ela, que depois dessa, ela passou até a cantar mais. Go, Hemo! Sem contar que essa música é o meu despertado!!!

"We are The Champions" - 3x21 (Por Gabriella Siggia)


Muitos criticaram por New Directions não terem cantado esta música nas Nationais, confesso que até eu critiquei, mas depois de vê-los cantando e fazendo uma belíssima homenagem ao professor do coral, tenho que dizer que foi a melhor maneira de vê-los cantando. É impossível não se emocionar com eles, ainda mais quando eles venceram o campeonato com garra e união. E isso é um dos motivos de eu continuar vendo Glee. São momentos como este que eu percebo que ainda existe aquela magia que eu via na 1ª temporada, aquele arrepio que eu sentia toda vez que Rachel Berry cantava como Diva, que Kurt mostrava com sua coragem em sair no armário, com Finn tentando unir o coral, com os agudos finais de Mercedes, com o romance fofo de Brittana, com Quinn tentando ser uma pessoa melhor, Puck tentando provar que pode ser mais do que um cara gostoso, Artie provando que ser nerd e cadeirante também pode ser sexy, com as choradeiras de Tina, com as danças de Mike e assim por diante. E neste performance eu pude ver o quanto eles amadureceram e como se tornaram amigos. Sim, "We are The Champions" é mais do que eles terem vencido as Nationais, é mais do que eles amadurecerem e serem amigos, é como cada um deles enfrentou o colégio e de losers passaram a serem vencedores, não porque ganharam uma competição, mas porque alguém acreditou neles e só mostrou o quanto cada um deles é especial. Por isso não tem como amar esta performance e se emocionar toda vez que a assistimos.


"Imagine" - 1x11 (Por Anna Paula Machado)


Emoção define essa apresentação. Ver a junção do New Directions com o coral de crianças com deficiência auditiva foi uma obra prima. A narração inicial e posteriormente a música sendo cantada tanto vocalmente quanto através da linguagem de sinais foi lindo e me sinto arrepiada só de lembrar. A letra da música por si só já tem um significado estrondoso e vê-la sendo cantada pelos dois corais só consagrou mais ainda essa apresentação como inesquecível.

I Wanna Hold Your Hand - 2x03 (por Bruno Kaninski)



A performance que me fez cair de amores pela voz do Kurt. Antes, sinceramente, eu achava irritante a forma como ele cantava. Não me interessava, não me animava. Porém, depois dessa performance emocionante, que me fez cair em lágrimas, acredito que o personagem finalmente tenha acordado não só para os meus olhos, mas para o de todo mundo. A partir daí, ele também foi ganhando seu espaço e tendo mais oportunidades de mostrar a voz maravilhosa e diferente que tem, e conquistou todo mundo. As cenas dele e de Burt passando no fundo enquanto o pai dele estava em coma só adicionaram um fator emocional a mais, fazendo com que essa performance se tornasse uma das mais memoráveis de todos os tempos pra mim.

Teenage Dream - 2x06/4x04 (por Armando Wunsch)



A primeira apresentação dos Warbles não poderia ter sido mais perfeita. Sincronizados, com vozes incríveis e muito estilo, Blaine conquistou o coração de Kurt. Até hoje essa é considerada uma das melhores versões feitas pelo seriado, a música até chegou no topo do iTunes. Mais tarde na quarta temporada, Blaine canta novamente essa música, desta vez solo, somente com o piano e arrematou nossos corações de novo, já que ele deu um novo significado para a música. Com as versões sendo perfeitas, fica difícil escolhermos somente uma para colocarmos no post.


"My Life Would Suck Without You" - 1x13 (Por Gabriella Siggia)


Uma das coisas que eu mais gosto em Glee são as músicas que eles cantam após as vitórias nos campeonatos de canto. E tudo começou porque na 1ª temporada eles ganharam as Sectionais depois de muitos anos. Com a deliciosa música de Kelly Clarkon, New Directions lançaram uma tradição que hoje é memorável não só para eles, mas para nós fãs do seriado também. A performance se encaixou direitinho com a temporada que, na época, nos fazia nos apaixonar episódio por episódio. Cada um dos membros originais dançavam as coreografias que tinham trabalhado até as Sectionais, o que acabou deixando a apresentação mais inesquecível ainda. Eu mesma já tentei encontrar todas as coreografias, mas sempre acabava me perdendo por querer acompanhar a melodia, rs. Assim, não tem como não deixar esta performance de fora deste especial, simplesmente porque, além de inciar uma tradição, é realmente uma das melhores deles.

Let's Have a Kiki/Turkey Lurkey Time - 4x08 (por Bruno Kaninski)




Por último aquela que, pra mim, aquela que é a performance mais divertida de todas as temporadas. Desde a coreografia bizarra(tentem fazer em casa assistindo o vídeo, vocês vão se divertir que nem eu!), até o mash-up de músicas que não tem nada a ver, e ainda por cima todos os convidados da chefe do Kurt, um mais estranho do que o outro, tornaram essa a apresentação mais memorável da season 4. Eu não costumo curtir apresentações temáticas(Natal, Dia dos Namorados, Ação de Graças), mas essa foi muito bem vinda no episódio tenso das seccionais e trouxe um alívio pro clima pesado que viria depois.

"Some Nights" - 4x07 (Por Wellington Laurindo)


Uma das performances mais memoráveis de toda a série porque mostra uma nova geração do New Directions se formando. As roupas vermelhas simbolizam muito esse momento de recomeço, já que o inicio foi bem parecido em "Don't Stop Believin'". Essa apresentação mostra o quanto o grupo está cheio de verdadeiros talentos, tanto na dança, quanto no canto. Se antes as performances eram trabalhadas apenas em cima de Rachel, Finn, Mercedes e Artie agora temos uma mistura muito boa onde as vozes conseguem se encaixar muito bem umas nas outras sem que muitos fiquem de fora. A música é dividida entre Blaine, Jake, Ryder, Sam, Marley, Kitty, Tina e Joe, ou seja, todos tiveram sua chance.

"Rumour Has It / Someone Like You"- 3x06 (Por Anna Paula Machado)


Na minha opinião, esse foi um dos melhores mashups já apresentados na série. Musicalmente, um dos grandes acertos da terceira temporada foi a criação das Troubletones, dando mais espaço musical para vozes que não tinham o destaque merecido. Mercedes e Santana arrasam nos vocais fazendo realmente com que a música pareça uma só. A coreografia e o coral de fundo, do qual Brittany faz parte, dão um charme todo especial a apresentação. Vale lembrar ainda que o ao término da música temos um dos finais de episódios mais inesperados de Glee com Santana, literalmente, metendo a mão na cara de Finn.

How Will I Know - 3x17 (por Karina Nascimento)



Eu nem tenho muito o que falar sobre essa apresentação além de PERFEIÇÃO. A música é uma das minhas preferidas da titia Whitney e as harmonias da Lea Michelle, Amber Riley, Naya Rivera e Chris Colfer são perfeitas e o clima de perda que o vt passava foi um "plus" que funcionou super bem com a música. Excelente.

E para vocês, quais são as suas performances favoritas? Alguma ficou de fora? Não deixem de comentar e até o 1000º número musical!
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment