Chicago Fire 1x16/17 - Viral / Better to Lie

E a Shay não dá sorte nunca, ein? Mas parecem que as coisas vão melhorar pra ela... ou não


Sabe, desde que a Clarice - a que, segundo o Otis, estava experimentando com a coitada da Shay - resolveu voltar, eu já não fui com a cara dela e de uma certa forma sabia que as coisas não iam acabar bem pra tadinha da Leslie. Mas aí ela estava grávida, teve o filho, voltou pra Shay e elas pareciam a família do comercial da Margarina, e eu pensei um "hm, é, parece que agora vai". Pois não é que não foi? Pra raiva daqueles que já estavam shippando Clay (-q) e já estavam no fanfiction.net lendo as histórias sobre as duas, isso foi por água abaixo porque a Clarice mais uma vez saiu correndo e pegou a saída mais fácil. Ao invés de ficar com a ShayShay e lutar contra o ex-marido, ela resolveu aceitar o acordo de se mudar de NY com o menino. Nem preciso falar que a coitada da S ficou com o coração partido, né? Só que ela parece ser uma daquelas pessoas que quando ficam tristes, tomam um monte de decisão louca e a da vez foi: quero ter um filho. Assim, do nada! Nem preciso dizer que a Gabriela ficou em desespero e o Severide super apóia a ideia. Olha, eu também apoio isso, mas quero um bebê da Leslie com o Kelly. Ia ser interessante a lésbica e o melhor amigo pegador tendo um filho. Hello, Grey's Anatomy alguém? Essa história ainda não terminou mas eu vejo a Shay adotando um bebê ainda mais depois de ter atendido uma chamada e se deparado com um recém-nascido levado pelo serviço social.

Tirando a história da Shay, que acho que dura mais uns episódios, entre esses dois tivemos conclusões de três casos também. O Cruz, que estava agindo todo suicida por causa do Flaco, depois de quase ter matado o Mouch com a irresponsabilidade por causa de um cachorro, recobrou a consciência. A pessoa que entra numa casa em chamas pra salvar um cachorro, se perde no meio do fogo e ainda quase causa a morte de um colega de trabalho não é normal. Achei que demorou demais pro Casey dar uma dura nele, o ameaçando a se demitir senão ele contava pra polícia. Mas o Mouch que quase nunca aparece e serviu pra alguma coisa, convence o tenente a dar mais uma chance. E devo dizer, Joe Minoso (Cruz) mandou muito bem na atuação na hora que confessou pro Mouch o que fez com o Flaco. Pena que depois dessa  choradeira toda, o ator tenha voltado pro fundo de cena e quase não apareceu no seguinte.

E tivemos também a visita da Renee original, que apareceu apenas pra encher espaço vazio quando os roteiristas não tinham nada pra adicionar. Só deixou no ar um possível romance (de novo) com o Kelly. Mas só teve mesmo sabor de história encerrada. A Mama Casey foi outra história encerrada, a mulher saiu da cadeia e quer curtir a vida estilo Ferris Bueller e deu o pé no bunda do Matt e foi morar com a ex-companheira de cela (inserir piada aqui :x). Otis, Herrman e Dawson parecem que finalmente vão abrir o bar, Molly's, e depois de uma boa ação com um velhinho, a sorte do Herrman parece ter mudado mas isso ainda vai dar muita confusão.


Se um Severide já é sinônimo de confusão, imagina o Severide pai? O cara apareceu de novo para o tal jantar da Academia e logo mostrou que não gostava do Mills - na realidade do pai dele, mas os pecados do pai são os pecados do filho, certo? - e que tinha alguma rixa com o Boden. E que melhor forma de descobrirmos a rixa do que na frente da Dawson (que resolveu 'sair do armário' e assumir o namoro com o Pete)? Parece que o pai dele não morreu como herói nada, e sim, por culpa do Comandante Boden que estava furando o olho do amigo e dormindo com a Mamãe Mills e o marido descobriu. Detalhes não deu pra entender, só que o cara sabia e foi tentar superar o Boden em uma coisa na vida pelo menos mas isso com certeza não acaba aqui e eu quero ver o que a Gabriela vai fazer com essa informação. E pelo andar da coisa, parece que vamos saber logo no próximo episódio.

Ah, e viram que a NBC anunciou que vai fazer um spin-off de Chicago Fire e nada de renovação?
Share on Google Plus

About Karina Nascimento

Estudante de Jornalismo, viciada em série, filmes, música e livros. O vício começou em 2000, com Dawson's Creek na Sony e depois disso, só piorou. Completamente órfã de Gilmore Girls e Veronica Mars, no momento acompanha 21 séries e pede para que parem de recomendar séries porque ela precisa de vida própria longe da televisão. (@_kaarii)
    Blogger Comment
    Facebook Comment