Freaks 4 Music - 07/04



Boa noite pra você que tá curtindo o fim do domingão largadão no sofá. Aproveita aí pra curtir as melhores músicas da semana!

Pois é, galere. O fim está próximo. As séries da fall season estão entrando em suas últimas semanas e a coisa tá que tá fervendo. Grey's trouxe uma bomba para Bailey, Oliver está tendo que lidar com cada vez mais gente sabendo de seu segredo em Arrow, o espetáculo de Jimmy em Smash está cada vez melhor mas ainda carrega nas costas o temperamento instável de seu diretor... E tudo isso veio acompanhado de ótimas músicas.

Confira a lista aí embaixo e curte o som!


The Carrie Diaries - Like a Virgin (Madonna)


Em The Carrie Diaries, nossa jovem amada protagonista decide que é hora de perder a virgindade e dizer eu te amo para Sebastian. Em uma série que se passa nos anos 80, "Like a Virgin" não poderia ficar de fora dessa trilha sonora, tanto que ao início pudemos curtir a versão original cantada por Madonna num momento de descontração, em que Carrie ao invés de dizer que amava Sebastian confessa, sem querer, que quer transar com ele. A segunda versão da música, cantada por Fay Wolf, vem para embalar uma Carrie pouco inspirada e deprimida com o término de seu relacionamento.

Smash - Reach For Me (Krysta Rodriguez)


Confesso que não tinha gostado muito da personagem da Ana como parte de Hit List. No episódio da semana passada, quando ela cantou "If I Were a Boy", da Beyoncé, para tentar convencer Derek a lhe dar um papel maior no espetáculo, eu a achei fraca demais numa performance que não me convenceu (tanto que não entrou no F4M da semana passada). Mas essa semana as coisas mudaram. Apesar de ainda não entender direito a função da personagem "Diva" em Hit List, achei a performance dela de Reach For Me simplesmente uma das melhores da temporada e me vi mudando meus conceitos sobre ela.

Smash - Bittersweet Symphony (The Verve Cover by Megan Hilty)


Tô confusa. Sei que Smash mudou para os sábados, mas não entendi por quê esta semana tivemos episódios inéditos da série na terça-feira E no sábado. Anyway, gostei mesmo assim, é mais episódios pra gente, né. Já comentei aqui que mudei muito meus conceitos sobre as personagens de Karen e Ivy da 1ª para a 2ª temporada. Tô amando a storyline de Ivy. Ela finalmente perdeu a arrogância que a impedia de brilhar na Broadway. E tirando as músicas de Jimmy e Ana em Hit list, adoro quando colocam covers de músicas lindas na voz da Megan Hilty. E a música da vez foi Bittersweet Symphony, do The Verve.

Cougar Town - Don't Waste Yourself (General Ghost)


in love pela trilha de Cougar Town. A série pode não ser uma comédia muito famosa, mas ainda diverte muito seu público fiel que a acompanhou até pela troca de emissoras. E a música que amei no episódio desta semana foi Don't Waste Yourself, que toca como som ambiente no bar de Grayson quando Ellie e Tom o falam que ele tem um olhar muito preconceituoso.

Bones - In The Hearts of Men (First Aid Kit)


Bones anda bem chatinha, o que é uma pena e um desperdício de uma série que já foi brilhante. Mas não podemos negar a série tem uma trilha sonora impecável. Raramente tem mais de uma música em cada episódio, mas são músicas lindas cujas letras nos fazem refletir sempre. Esta semana ouvimos a música In The Hearts of Men, que, através de uma melodia linda, tem uma letra muito bonita, falando sobre como o ser humano erra tentando acertar. Veio bem a calhar com toda a situação de Hodgins ter acabado com o molho da avó de Finn e depois ter feito um gesto tão bonito que vai ajudá-lo não somente a guardar a memória de sua finada avó, mas também melhorar um pouco seu padrão de vida.

Grey's Anatomy - The Day You Went Away (The Rubens)



Como sempre Shonda nos traz episódios estranhos que nos deixam meio que sem saber o que que tá rolando na cabeça daquela mulher. E logo no início, ouvimos a música do grupo The Rubens quando Bailey dá a notícia de que Mer tem mais de um dos genes compatíveis do Mal de Alzheimer.



Arrow - Nothing Can Change This Love (Lisa Creahan)

 

O pai de Laurel vem sempre batendo de frente com a filha. Quando ele acusou Tommy pela morte da menina da boate, eu achei que ela não fosse mais perdoar o pai por se intrometer mais uma vez de forma errada em sua vida. Mas achei bonito o fato de ela valorizar o pedido de desculpas dele e também reconhecer o simples gesto de ver seu pai não se embebedando para afogar as mágoas, tudo isso ao som da música Nothing Can Change This Love, que tem uma vibe meio antiga, mas é muito gostosinha de se ouvir.

Ficamos por aqui com as músicas da semana, mas não se esqueçam que na próxima tem mais! Até lá.
Share on Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment