Game of Thrones 3x04 - And Now His Watch has Ended


This bitch has its army...

Finalmente, um dos episódios que eu mais estava esperando. Toda a ação, desde os confins da floresta gelada depois da muralha, até as baías quentes de Astapor, trouxeram alguns dos melhores momentos de todo o terceiro livro. Sem dúvidas ainda temos muitos mais por vir, mas ainda assim foi interessante poder ver alguns acontecimentos que vão mudar o rumo de nossos personagens. Começando por Jaime e Brienne, capturados pelos homens de Roose Bolton. Com a mão decepada pendurada em seu pescoço e a fraqueza por causa da amputação, eu adorei ver a preocupação que a guerreira tinha com ele. Não sei se ainda está relacionada ao serviço e à promessa que ela fez a Catelyn ou se certos sentimentos começam a surgir naquele coraçãozinho. E de qualquer forma, o sentimento parece ser recíproco por parte do Regicida. Arya, por sua vez, é levada ao líder da Irmandade, Beric Dondarrion, um grande amigo de seu pai, e eles se preparam para o julgamento por combate de Cão de Caça. Será que ela vai ter a vingança por Mycah ou não?

Enquanto isso, Tyrion tenta esclarecer com Varys o que ocorreu exatamente durante a batalha da Água Negra, onde o anão quase fora morto a mando de Cersei, e assim aprendemos um pouco mais sobre o passado da Aranha e se desejo de vingança. Gostei de ver um lado mais humano e vulnerável do mestre dos segredos, porque sempre acabamos pensando nele como manipulador e não confiável, e esquecemos que ele é um homem como qualquer outros por trás dos sussurros. Em Porto Real, também temos Margaery dando um tapa na cara da rainha Lannister e mostrando o que é ser uma governante de verdade, em uma cena que eu não consegui segurar o riso ao ver sua genialidade, e ainda é apoiada pelo próprio pai de sua rival, Lorde Tywin. Além disso, as cenas posteriores entre Varys e Olenna foram divertidíssimas, e não poderia ser diferente. Juntar dois dos personagens mais inteligentes e sarcásticos de toda série só poderia trazer diversão. Mas os assuntos são mais sérios a partir de um certo momento, e têm a ver com o futuro de Sansa. Será que a ruivinha Stark finalmente vai ser feliz?

Do outro lado da muralha, os corvos sobreviventes da batalha no Punho dos Primeiros Homens continuam trabalhando para Craster para pagar sua hospedagem, mas alguns deles não parecem muito felizes com isso., causando uma certa rixa entre os homens da patrulha. Graças a isso temos a maior carnificina do mundo na Fortaleza, com irmãos lutando contra irmãos, o selvagem sendo morto, assim como o senhor comandante Mormont, entre outros patrulheiros. Pelo menos Sam fez seu segundo ato de bravura na vida e salvou Goiva e seu filho, fugindo do local o mais rápido que conseguiu. Será que eles sobreviverão ao frio e aos Caminhantes Brancos?

Por fim, em Astapor, Dany completa o acordo com o vendedor dos Imaculados em mais cenas que nunca perdem a graça e que só nos fazem imaginar do que ele está chamando ela. Mas a khaleesi dá a volta por cima e mostra que não está para brincadeira, em uma das melhores sequências de toda a série, onde ela revela que entendia tudo o que ele falou dela, e se vinga de toda a cidade escravagista. Ao contrário do livro, onde as cenas da menina Targaryen eram as mais chatas, na série são sempre as que mais me deixam ansioso, justamente por serem tão especiais e tão bem feitas.

Bran também apareceu no episódio, mas foi uma cena tão inútil que nem vou me dar ao trabalho. Theon também teve uma história circular que nem vale a pena comentar. Ainda assim, foi de longe o melhor episódio da temporada. Comédia na medida certa, com cenas de ação e diversos acontecimentos importantes para deixar qualquer fã da série ansioso pelo que está por vir. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até semana que vem, no próximo episódio de Game Of Thrones!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment