Glee 4x18 - Shooting Star


Um episódio digno de Glee.

Depois de um pequeno hiatus, Glee volta a surpreender nos proporcionando um dos melhores episódios da série. E detalhe: sem NY, ou seja, sem Rachel, Kurt e Santana. Às vezes fico besta com a evolução de Glee. Infelizmente, acredito que este amadurecimento (e evolução, também) é meio tardio. Mas vamos levar para o lado positivo das coisas: um episódio destes, com um roteiro muito bom e com uma situação tão comum (tiroteio em escolas) deverá resultar na sua renovação, afinal, Glee vem trazendo uma audiência bastante satisfatória para a Fox, apesar de sua queda.

O bom neste episódio foi ver o destaque que um garoto, vencedor de TGP (que infelizmente não retornará mais) pode receber. Amei ter visto um pouco mais de Ryder e fiquei com dó dele, pelo simples fato de descobrir que alguém o está enganando. Nós finalmente conhecemos a Katie, só que ela não é a garota que anda conversando com ele. Na verdade, trata-se de um fake profile (falso perfil). Sim, eu meio que desconfiava que era Marley & eu, mas pelo visto ela não é, já que nosso amado garoto a confrontou juntamente com seu namorado, onde ambos negaram tudo isso. Entretanto, uma coisa nós sabemos: é alguém do Glee Club, ou pelo menos aparenta ser, já que na hora mais sofrível da escola, Ryder ligou para a garota e tocou o telefone daquela sala. Quem vocês acham que seja a garota que conversa com Ryder? Aposto ou na Unique ou na Kitty. Isso é se não for a Marley & eu.

Outra pessoa que merece total destaque nesse episódio é Brit. Amo esta loirinha burra com o maior coração de todos. Senti pena dela e tudo mais, mas pelo menos Sam estava ao seu lado. Falando nele, continuo achando o Sam um fofo e sei que muitos não gostam do relacionamento dele com Brit, mas não tem como eu não amar, justamente por ele ser tão, tão fofo. Sou Brittana, mas também curto muito Bram! Sam é o tipo de namorado que 99% das mulheres gostariam de ter: carinhoso, atencioso, amigão e bonito! Mas, infelizmente, a maioria destas garotas acabam ficando com um Finn da vida: aquela pessoa que por mais que seja legal, nunca passará de um bobão! Desculpa fãs de Finn, mas é verdade. Ainda não engoli ele ter acreditado em como engravidou a Quinn, lá na 1ª temporada, rs.

No final descobrimos quem foi o "atirador" e para a minha surpresa, Sue apareceu para salvar o dia. Achei linda a atitude da treinadora, pena que quando justamente ela age corretamente, acaba sendo demitida. Embora eu ainda acredite que ela voltará para a escola e com tudo, achei as cenas dela com Becky e Will muito bonitas. Assim como a atitude do Will com a treinadora Beiste. Já disse um milhão de vezes o quanto eu adoro a amizade dos dois e achei que novamente eles provaram o quão valiosa é a amizade deles. E não foi desta vez que teremos Weiste, rs! Até semana que vem, Gleeks!!!

PS 1: Quem também amou a Lady Tubbington?
PS 2: Ken Tanaka está de volta? Podemos comemorar? rs
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment