Grey's Anatomy 9x20 - She's Killing Me


She’s killing all patients.

O destaque dado a Bailey nesse final de temporada vem com uma história que pode render muito para a série. É possível ver o esforço de titia Shonda e de sua equipe de roteiristas em querer transmitir boas tramas para seu público e fico abismado com as almas que ainda dizem que a série está extremamente ruim e fora de foco. Como eu já disse, o que pode ter acontecido é a perca de entusiasmo, que depois de nove anos é bem natural, mas precisamos ser coerentes e saber reconhecer quando a situação está boa ou ruim, e nesse caso está boa.

A tal infecção que está pairando sobre os pacientes que Bailey operou ainda é um assunto difícil de opinar. Não se sabe o qual foi o descuido para que isso pudesse acontecer, mas certamente trará consequências negativas para nossa ex- nazista. O interessante é a dificuldade dela em aceitar suas falhas, coisa que é bem difícil de acontecer, mas que a gente sabe que é possível com qualquer médico.

Mas no que Bailey não errou foi no teste de genes de Meredith que indica que ela pode vir a ter Alzheimer.  Por enquanto tudo são apenas possibilidades, assim como Derek também pode vir a ter câncer de próstata e ficar careca. Não dá pra viver uma vida cheia de medos ocasionados de incertezas, mesmo assim Meredith deu um jeito de tomar algumas decisões pensando em Zola e no filho que ainda está gerando. Não dá pra saber se a doença será utilizada com a personagem antes do término da série ou se tudo isso é apenas uma forma de assustar os fãs. Vale lembrar que o roteiro do ultimo episódio está guardado a sete chaves e que algumas coisas foram reescritas de ultima hora, então dá pra deduzir que talvez teremos outra finale dramática.

O restante da trama é tradado de forma mais leve, como por exemplo, o caso de April e sua virgindade. Tudo o que ocorreu no término de sua relação com o tal paramédico foi bem previsível. Desde a hora em que ela mentiu pra ele sobre isso já dava pra saber exatamente como iria terminar. April chegou num ponto em que seus dramas pessoais não causam nenhum tipo de efeito na história e acredito que assim como Bailey ela deveria estar envolvida em tramas mais relacionadas a sua carreira médica.

O mais decepcionante disso tudo é ver que personagens como Karev se tornaram tão insignificantes que chegar a dar desânimo em algumas de suas cenas. E Arizona também não fica atrás nesse quesito. Não quero mimimi, mas quero vê-los em ação e em algo relevante para o andamento da trama. Apesar da visita dos médicos  que trabalham com poucos recursos ter sido interessante, uma trama mais sólida faria um bem maior para a personagem.

O caso de Owen e o menino com os pais em recuperação é um exemplo de trama que mescla bem os casos semanais com a vida pessoal do personagem. E olhando pra essa história eu começo a concluir que Cristina e ele podem não terminar juntos. Ela afirma cada vez mais e mais que não quer ser mãe e ele se envolve cada vez mais com o garoto, mostrando assim o quanto ele necessita ser pai. Mas se o final feliz de ambos for separado, acredito em um término amigável, porque não dá mais pra insistir nesse mesmo tipo de briga que não foi agradável nem na primeira vez.
Share on Google Plus

About Wellington Laurindo

Não vive sem música e tem em sua mente uma trilha para cada momento/ período de sua vida. Na vida de seriemaníaco há uns cinco ou seis anos, mas com um background de seriados clássicos desde sua infância. Está deixando a vida ditar por si própria os caminhos que deve seguir e esperando que isso venha dar certo. (@Wellington_Ign)
    Blogger Comment
    Facebook Comment