Modern Family 4x19/20 - The Future Dunphys/ Flip Flop


Em busca de raízes...
Em seus últimos 2 episódios Modern Family nos apresenta um episódio morno e outro um pouco acima do bom nível da temporada.

Vamos então ao episódio 4x18 “The Future Dunphys”

Para bons pais, como Claire e Phil, o futuro dos filhos vem em primeiro lugar e educa-los de forma a fazê-los seres humanos melhores e mais bem sucedidos é uma meta. Entretanto, poder “dar um espiadinha” no futuro pode ser mais confuso do que benéfico. Enquanto Claire estava internada para fazer exames devido ao pequeno ataque do coração que teve no episódio de Valentine’s Day, conhecemos um “vizinho de cama” com filhos muito parecidos  com as crianças Dunphy porém um pouco mais velhos. O curioso foi ver como Claire o Phil trocaram de opinião ao conhecer um pouco mais dessa família, fazendo com que seus próprios filhos fiquem sem entender nada.  E apesar de achar as crianças realmente parecidas com os adultos mostrados não acho que o futuro deles será daquela forma. Haley já deu várias provas de que está amadurecendo e trocar de emprego não necessariamente significa que ela não valoriza o que tem. Dentro do possível Alex está se tornando mais sociável... Até um namoradinho ela já teve (mesmo que gay!). Quanto ao futuro de Luke, eu não tenho a menor dúvida que o “virador de panquecas” será a próxima sensação em eletrodomésticos, portanto seu futuro está garantido.

Assim como Phil e Claire projetaram sua família na família do outro paciente, Jay se projetou em Manny dando a maior força para o garoto conseguir entrar na escola particular. Na verdade, considerei esse plot bem chato e dispensável. Só achei graça do Manny fazendo Moonwalk para o entrevistador.

Vamos então a maior estrela de Modern Family no momento: Tem como não amar Lily? Ver a garota gritando aos 4 ventos que é gay simplesmente por querer ser parecida com os pais foi ÉPICO. A necessidade de ser parecido/copiar os pai é explicado pela psicologia e realmente a falta de uma figura feminina pode influenciar na formação da garota, por isso é muito válido que Cam e Mitchell tentem fazer com que a garota se conecte com Glória, tendo nela a “figura materna”. E nessa figura, Glória percebe que os pais da garota não estão lhe dando a oportunidade de saber mais de sua origem obrigando todos a irem a um restaurante vietnamita. O sentimento de Glória já estava aguçado pois ela percebeu como é difícil e será cada vez mais, fazer com que seus filhos tenham contato e mantenham alguns costumes da cultura colombiana.  Ao fim ela percebe que a vida dessa forma, mas que, mesmo assim ela tentará fazer com que os filhos não percam contato com suas origens.

Falando um pouco sobre "Flip Flop", gostei muito do fato de o episódio ser focado em apenas duas histórias que puderam ser mais bem desenvolvidas e ter um desfecho mais satisfatório e bem feito.

Tivemos o desfecho das histórias apresentadas nos episódios 4x10 e 4x18 sobre a casa comprada por Claire e Cam para revenda.  Confesso que me diverti muito principalmente com os comentários em off de Mitchell mostrando como ele era contra aquilo tudo. Mas vale ressaltar que, independente de sua opinião, ele apoiou Cam até o final, o que mostra o quão sólido é o casal. Haley se mostrou melhor que muito detetive por aí e tomara que ela tenha conseguido agarrar o carinha rico. Alguém imagina um futuro melhor para a jovem do que esse? Imaginem ela uma Madame... Nosso amado Phill ensinou bem a Gil como negociar e vender uma casa. Phil sem dúvida é o personagem mais carismático da série e não há como torcer contra ele. Adorei vê-lo sambando na cara de Gil utilizando o discurso/cantada/humilhação do próprio.

No outro plot tivemos o retorno do pai de Manny com a nova namorada que parece muito mais mãe de Manny do que a própria Glória. Achei muito curioso como a trama se desenrolou... Eu não imaginava que aquela mulher tão inteligente estivesse se sentindo tão inferior a Glória. É lógico que na vida real isso é muito comum, mas como estávamos vendo só o ponto de vista da esposa de Jay, em momento nenhum me passou pela cabeça que a moça pudesse se sentir intimidada por Glória. Vamos combinar que, ser comparada a Sofia Vergara é covardia com a maioria das mulheres do mundo. Me diverti com as reações de Glória enquanto a futura madrasta de Manny abria o coração.

A poucos episódios de fim, Modern Family continua cumprindo sua função de entreter e fazer rir... E que assim continue!

PS 1: Michell é o gay mais homofóbico da história!

PS 2: Não vou negar que Lily fez falta em “Flip Flop”!
Share on Google Plus

About Anna Paula Machado

A eterna estudante, formada em Matemática, atualmente cursa mestrado na área. O vício por séries começou ainda na adolescência com The O.C. e My wife and Kids. Amante das comédias e dramas e com pavor de séries de terror, adora também as famosas novelas mexicanas do SBT. Atualmente assite a mais de 25 séries entre fall/summer season contando também alguns realities. Fã incondicional de The O.C., One Tree Hill, TBBT, Friends, Modern Family, Glee, Revenge, Grey's Anatomy, The Voice e Survivor. (@annapmachado)
    Blogger Comment
    Facebook Comment