NCIS: Los Angeles 4x18/19 - Red / Red-2

E o que acontece quando o spin-off faz tanto sucesso quanto o original? Aparece o spin-off do spin-off.



Há um tempo atrás começou o rumor de que os produtores iam fazer a apresentação do NCIS: Red em NCIS:LA. E depois de um tempo, isso foi confirmado e no 18° episódio tivemos um gosto disso. Pra quem acompanha a franquia NCIS sabe como as coisas funcionam. Mas se você, como eu, só vê o NCIS: LA, um pequeno tutorial:
  • NCIS (original): acompanha a equipe de Washington que é a responsável por investigar mortes de marinheiros americanos. É uma equipe que faz mais o uso da ciência forense e dos investigadores. Sem as tecnologias que vemos em NCIS:LA.
  • NCIS: Los Angeles: é a equipe divertida. Aonde temos um monte de brinquedos legais e uma atmosfera mais descontraída. Tanto no ambiente de trabalho quanto aos agentes.
  • NCIS: Red : pelo que se deu a entender nesse episódio, essa equipe é aquela que não tem vínculo com nada e nem ninguém. São agentes que vivem viajando atrás de casos e que moram em containers que são transportados ao redor do país. Louco, eu sei.
O caso de introdução vem de uma execução de um marinheiro americano, que é executado na beira de uma estrada numa cidade meia boca chamada Moscou, não a Russa, a de Idaho e em LA um outro cara é executado da mesma forma. Nisso conhecemos a equipe de RED. A chefe é a Agente Paris Summerskill (Kim Raver - Grey's Anatomy e Third Watch); o cara dos computadores, Kai Ashe (Edwin Hodge - One Tree Hill, Leverage); Roy Quaid (John Corbett - O Casamento Grego, Sex and the City), que tem um passado com a Paris mas que parece ser o mistério inicial da série; Dave (Scott Grimes - ER); e Claire (Gillian Alexy - Damages) que parece ser a expert em armas.

Sinceramente, o caso é o que menos importou nesse episódio, já que o foco foi ver a química do elenco novo e eu devo dizer. Não fede nem cheira. Foi uma coisa tão sem graça mas tão sem nada de especial, que eu curtia mais quando a Hetty aparecia. Assassino morto, terrorista morto, tudo certo, o time vermelho partiu pra outro fim de mundo atrás de outro caso. E quem sabe na próxima eles não se destaquem mais, até porque se for essa coisa chatinha que tá agora, esse spin-off vai funcionar tanto quanto o Criminal Minds: Suspect Behaviour funcionou. O jeito é esperar até o final do ano pra ver o pilot.

Obs¹. Aquele caminhão é ou não é a coisa mais legal do mundo?
Obs². O que tem naquela caixa afinal de contas? Se é tudo que o Deeks quer, então certeza que são fotos íntimas da Kensi, não?


Share on Google Plus

About Karina Nascimento

Estudante de Jornalismo, viciada em série, filmes, música e livros. O vício começou em 2000, com Dawson's Creek na Sony e depois disso, só piorou. Completamente órfã de Gilmore Girls e Veronica Mars, no momento acompanha 21 séries e pede para que parem de recomendar séries porque ela precisa de vida própria longe da televisão. (@_kaarii)
    Blogger Comment
    Facebook Comment