Revolution 1x14 - The Night The Lights Went Out In Georgia

This thing kept your son alive...


O episódio começa com Monroe perdendo, mais uma vez, seu braço direito. Primeiro Miles, e agora Tom. Ele parece não ter sorte em escolher as pessoas em quem confia, não é mesmo? Todo mundo acaba abandonando o coitado. Porém, a cada traição ele parece se tornar mais assassino e perigoso, o que é ótimo pra um vilão e péssimo pra nossos mocinhos. Graças a essa nova crise de loucura, ele decide usar a bomba nuclear que conseguiu anteriormente para atacar Georgia, e cabe a nossos mocinhos resolver a situação. Para isso, ele vão até o outro estado tentar conversar com a governante de lá, Kelly, e ajudar com a situação, e encontram um mundo totalmente diferente. Mas, para isso, Miles vai ter que enfrentar um fantasma do passado. Adoro os flashbacks, principalmente quando eles contribuem para o desenvolvimento dos personagens.

Enquanto isso, Aaron e Rachel tentam chegar à torre para trazer de volta toda a energia para o mundo. Seria interessante assistir à série com o pessoal tentando se readaptar ao uso de aparelhos eletrônicos, e toda guerra envolvida nisso. Eles vão à procura de Jane, que conhece o local melhor e pode levá-los para dentro da Torre. Mas eu nunca imaginaria que ela ia ser uma senhora tão forte e cruel que não tem medo de destruir aqueles que a incomodam. Ou seja, já se tornou uma de minhas personagens favoritas. Descobrimos também um dos benefícios dos "nanites", os vírus eletrônicos. Com a existência deles, pessoas com doenças terminais podem sobreviver, já que eles destroem tumores e organismos prejudiciais ao corpo. A pessoa só precisa ter uma cápsula, como a que Rachel tirou do corpo de Danny, dentro do corpo. Adorei saber um pouco mais sobre os mistérios do apagão e sinto que ainda saberemos muito mais segredos por trás do que aconteceu. Além disso, nos trouxe uma das cenas mais emocionantes da série, onde a esposa da médica decide se sacrificar para que as luzes voltem a se acender.

Com um final empolgante, esse foi um dos episódios mais consistentes pra mim. Introduziu diversos novos elementos, teve uma narrativa direta, simples e eficiente, teve suas cenas de ação, de emoção e de tensão e ainda desenvolveu personagens e explicou mistérios. Pra mim, isso faz desse um dos melhores episódios da série até agora, se não o melhor, e me trouxe uma perspectiva de futuro para a história. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até semana que vem, no próximo episódio de Revolution!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment