Arrow 1x20/1x21 - Home Invasion/The Undertaking


Let's find him...

Logo de cara, temos a notícia da volta de um dos grandes vilões da série. Parece que a história de Diggle e DeadShot está para chegar a seu fim. Mas para isso, eles precisam da ajuda de Felicity para localizá-lo, já que ele está de volta ao país. Porém, graças a um caso que envolve Laurel e a coloca em risco, parece que nosso vigilante vai ter que deixar nosso guarda costas sozinho nessa empreitada, enquanto ele tenta salvar a vida de sua ex-namorada. Pela primeira vez, as cenas entre o triângulo amoroso não me irritaram, e pelo contrário, só me fizeram gostar mais dos personagens. Eu que amoleci ou eles que estão menos chatos? Porém, isso não impede que o casal termine, graças ao ciúme que Tommy tem de Oliver.

Na ilha, eles devem tentar salvar o pai de Shado das garras dos soldados. Só que eles precisam que Oliver seja melhor treinado, para que ele não acabe ferrando tudo. Gostei do envolvimento emocional deles, mas acho que isso pode acabar atrapalhando a missão. Porém, eles são traídos por Yao Fei e capturados. Como eles irão escapar eu não sei, mas fico ansioso para descobrir! Thea, por sua vez continua a sair com Roy, e ele está cada vez mais obcecado com seu salvador, querendo encontrá-lo a qualquer custo. Mal sabe ele que o vigilante está mais próximo do que ele imagina. Ainda assim, prevejo uma futura parceria entre os dois, e realmente espero que isso aconteça. Eu gosto do ladrãozinho e espero que ele fique fixo na série.

Com Diggle terminando sua parceria com Oliver, terminamos mais um episódio de Arrow. Como será que ele vai se virar só com Felicity a partir de agora?  Será que Roy vai entrar no lugar do veterano de guerra? Ou teremos um novo personagem para ocupar o lugar dele? Essas e outras respostas logo em seguida, na continuação da review de Arrow!



Finalmente parece que os personagens lembraram que o Walter sumiu e decidem correr atrás dele. O coitado tá em cativeiro há seis meses e o filho adotivo dele fica matando bandido ao invés de procurá-lo. Porém, Oliver chamaria muita atenção procurando sozinho dentre a "baixa sociedade", então Felicity é quem deve se infiltrar, já que Diggle os abandonou. Gostei de eles terem dado um destaque maior a ela nesse episódio. Ela se mostrou corajosa e sem medo de enfrentar o perigo para salvar Walter. Após suspeitas de sua morte, ele finalmente é encontrado pelo vigilante e é salvo. Porém ele colocou sua família em grande perigo ao fazer isso, e eu espero que ninguém morra até o fim da temporada por ele ter desafiado Merlyn e a tríade. Oliver também acabou descobrindo sobre a parceria entre sua mãe e Malcolm, o que pode mudar e muito a dinâmica dessa família.

Flashbacks dessa vez não tiveram a ver com a ilha, e sim com o passado de Moira e Robert Queen. Descobrimos finalmente qual é o plano de Malcolm para "melhorar a cidade". Ele quer destruir toda a área perigosa e reconstruir tudo de novo, só para vingar sua mulher. O problema é que ele quer fazer isso com toda a população da área lá dentro, o que bate de frente com os princípios do pai de Oliver. Descobrimos também que foi por causa desse atrito que o acidente de barco ocorreu. No presente, acabamos sabendo que essa "bomba" está chegando na cidade, e resta a Moira fazer algo pra impedir.

Com a provável volta de Diggle e a declaração de guerra contra os vilões da temporada, se encerra um dos melhores episódios. Gostei da forma como ele foi conduzido e de toda a explicação por trás do grande acidente que deixou Oliver preso na ilha. Acho que flashbacks do tipo poderiam ser mais explorados daqui pra frente. Com a perspectiva de uma grande guerra para começar nessa season finale, eu fico ansioso para saber o que vai acontecer. E você leitor, o que achou? Não deixe de comentar e até amanhã, no próximo episódio de Arrow!
Share on Google Plus

About Bruno

Apaixonado por séries e por tudo que é novo e diferente, infelizmente não tem mais tempo para ser um seriemaníaco, desde que vendeu a alma para a faculdade. Faz faculdade de Biologia, e tenta ao máximo conciliar o curso com suas séries e, principalmente, seus realities. Começou com Harper's Island por recomendação de um amigo, e desde então não parou. Tenta manter pelo menos uma série/reality por temporada, mas nem sempre é possível, já que seu interesse por ficção e séries diferentes nem sempre é preenchido. Além disso, gosta de ir ao cinema pelo menos uma vez por semana, e assiste alguns animes quando consegue acompanhar. (@bkaozzz)
    Blogger Comment
    Facebook Comment