Dexter 8x03 - What's Eating Dexter Morgan?

Uma mistura de decepção e apreensão.

Enquanto vi comentários que acharam esse episódio com um 'Q' de finalmente algo bom engatando, pra mim foi exatamente o contrário e achei o pior da temporada até agora. E sim, eu sei que as coisas na série não costumam andar rápido mas pra mim esse episódio não andou nada e pior, foi uma combinação de situações meio absurdas até pra o que a série se tornou.

Vou começar com aquela cena inicial envolvendo o Harrison, tipo, pra quê aquela apreensão desnecessária com os pingos de picolé no chão? Cheguei a pensar que fosse sonho do Dexter, o que seria melhor do que a sequência culminada na frase de efeito brega dele dizendo que podia findar a agonia do filho com o remédio mas que infelizmente não podia fazer algo assim pela Deb. 

Pelo visto a Evelyn tem mesmo um cúmplice porque sim, eu ainda não creio que ela esteja sendo ameaçada de coisa alguma. Mas bem curti, tal como o Dexter, a ideia usada pra despistar a polícia e tirar a Miami Metro do caso do 'Neurocirurgião'. E, beleza, não é a primeira vez que o Dexter usa uma lista predeterminada pra vigiar e descobrir quem é o suspeito mas eu achei tão forçado o encontro dele com o candidato da vez e aquilo de mostrar  o livro da Vogel e ficar olhando a reação do cara. 

E olha que o pequeno projeto de Hannibal poderia até ter um potencial maior, com sorte ele montaria um jantar delicioso não ao lado do nosso famoso psiquiatra. No final, a única coisa boa disso foi ver o Morgan matando outra vez e aos moldes do ritual, tudo nos conformes. Eis uma coisa que nunca vou cansar : a interpretação do C.Hall nessas cenas de matança, os olhares e feições dele são sempre incríveis.



Perdi alguma coisa ou a relação Quinn-Dexter está mais cordial do que já esteve durante a série inteira? Eles nunca se deram bem e eu até entendo isso ser deixado de lado em prol da Deb, mas não acham que está na hora do Quinn questionar a Debra os motivos dela não ligar ou recorrer ao irmão nessas horas? Ele só avisa ao Dexter de tudo e acata todas as decisões sem tentar entender além.

E aí o Dex nem raciocinando direito mais está e depois da válida tentativa de tentar mostrar a Deb o bem que ela já fez ao mundo, o que eu achei fofo da parte dele, já partiu logo pra injeção/algemas/pedir ajuda a Vogel. Pra quem se ver sem alternativas qualquer uma lhe parece atraente, né? Só acho que essa doutora pode comprometer ainda mais o relacionamento dos dois. E apesar dela questionar que ele só ama a irmã por tudo que ela fez por ele ao longo da vida, nós bem sabemos que o amor dele pela irmã é genuíno (vide salvar a vida dela e matar o ITK na Season 1) e talvez uma das únicas coisas verdadeiras de toda sua vida.

Share on Google Plus

About Rebeca Barros

Sarah, we make a family, yes? (@bkbarros)
    Blogger Comment
    Facebook Comment