Rookie Blue 4x05 / 4x06 - Poison Pill / Skeletons


As sombras do passado.

Finalmente parece que em Rookie Blue  as coisas estão esquentando e até melhorando. Claro que o clima não é um dos melhores, mas os personagens estão finalmente se entendendo ou quase. E quem novamente veio roubar as cenas? Nossa adorável bitch Gail Peck. Quem achava que a descoberta dos sentimentos do Nick pela Andy deixaria a nossa diva em tremenda angústia, magoada e chorando em frente a TV com um pote de sorvete, se enganou completamente. Gail pode ser mil coisas, mas jamais ficará chorando por causa de um amor não correspondido. No episódio "Poison Pill", a loira fez de tudo para evitar o ciumes crescendo dentro dela. Com a chegada do Detetive responsável pelos disfarces de Nick e Andy, Gail deu um jeitinho de descobrir o que realmente rolou com os dois. É aquele velho carma: quando você pergunta algo, deve estar preparado para a resposta. Ao descobrir que Nick teve a chance de voltar para a casa num fim de semana de folga, mas preferiu ficar com a Andy, a nossa amada bitch sentiu uma facada no estômago. Mas novamente ela veio mostrar o que os Pecks fazem, e decidida que rolou algo entre seu namorado e sua amiga (o velho discurso de condenar antes de encontrar o verdadeiro culpado), ela acabou cometendo o erro de dormir com o detetive. Sim, Gail acabou colocando um par de chifres no Nick.

O resultado não poderia ser mais desastroso: o remorso. Ok, talvez Gail Peck não seja aquela garota que não dorme por causa da consciência, mas sabemos muito bem que ela percebeu o erro que cometeu. Porém, como é teimosa, a loira prefere engolir tudo isso e agir como se nada tivesse acontecido. Até que o cara que a sequestrou e matou Jerry retorna e quer falar com ela. Uma pessoa normal estaria com medo, lutaria para não encontrar um psicopata daqueles, mas Gail não é assim. O interessante é que ela foi, com o nariz empinado, mas voltou com aquela cara de cachorro sem dono. Tudo isso porque seu segredo acabou sendo revelado e, com culpa (acredito eu que a vozinha da consciência começou a surgir), ela confessa que traiu seu namorado por ciúmes. Detalhe: Nick escuta tudo por trás do vidro escuro! Sim, um dos melhores momentos de Rookie Blue. Claro que no final as coisas iriam desandar e o que ela mais temia poderá se concretizar, afinal agora o Rookie tem tudo para chorar as mágoas com a amiga Andy e rolar algo a mais. Ponto para os roteiristas! Sei que poderei apanhar pelo o que vou dizer, mas essa trama toda só fez com que McCollins ganhe mais força agora. 

Já o outro personagem deste triângulo ou retângulo amoroso, Andy, continua sem sorte mesmo. Primeiro, ela quase morre por causa de um antraz encontrado numa droga (plot do episódio 4x05). Depois, ela continua sofrendo com as consequências da morte de Jerry (episódio 4x06). E para piorar mais ainda a situação dela, ela descobre que Marlo Man é bipolar e que Sam e ninguém da 15ª divisão sabem disso. E agora o furacão Peck está cada vez mais próximo a ela, o que provavelmente resultará em coisa ruim. Eu, como fã de Sandy, espero que ela se acerte com Sam o mais rápido possível, mas sei que isso não está programado para acontecer tão cedo, ainda mais agora que Nick está praticamente solteiro e que ela sabe do segredo da Marlo Man. Com certeza quando Sam descobrir tudo isso, a amizade deles vai sofrer mais um abalo. Minha esperança ainda é Dov salvar o dia e acabar ficando com a Marlo Man, rs.

Falando no Dov, como eu ri dele pensando que Chloe é bipolar. Acho que pela primeira vez Dov consegui me agradar num episódio. Infelizmente, isso não se repetiu no episódio "Skeletons". Ao praticamente dar um fora na Chloe, Dov consegui ser mais idiota que a saída do Diaz da divisão. E para a minha alegria, não sou só eu quem concorda com a idiotice de Dov. Eric Johnson (Det. Luke) twittou a sua indignação quanto ao Dov no seu twitter. É impossível resistir a aplaudi-lo e concordar com ele. Não acham?



O que importa é que com a saída de Chris Diaz, Dov continuará mais perdido que cego em tiroteio. Desejamos boa sorte a Olliver, Frank, Chloe e aos demais amigos do rapaz para aturar esse momento de quase luto. E, claro, fãs, aguardem pois tenho certeza que Dov e Diaz ainda vão se reencontrar e lançarem aquele olhar bromance. É como diz o velho ditado "a esperança é a última que morre!"

Voltando aos episódios, o interessante é que ambos se completaram. Vimos o crescimento dos personagens, especialmente o da Traci. A morte de Jerry abalou muito a Detetive, mas a força que ela tem é sobre humana. Gostei muito de vê-la mais ativa na série e seu relacionamento com Jerry a transformou no que ela é hoje. O mais interessante foi ver Frank preocupado com ela, tentando afastá-la do caso (por conta do Jerry) e no final ela deu aquela lição que todos esperavam. Gostei bastante de ver o irmão mais velho da Gail ajudando Traci e estou começando a achar que vai rolar algo entre os dois. Será?

O retorno do Luke só veio provar mesmo que a barba dele está esquisita mesmo (talvez seja falta de mulher?) e que Andy e Luke não existe mais. Adoro as cenas dele com Gail e as carinhas que Sam faz quando está perto do ex da sua ex. Ainda existe aquele tensão entre os dois (ou talvez entre os três), o que faz com que nós, fãs de Sandy, ainda tenhamos esperança.

PS 1: Ontem (25/07/13) perguntei para o Eric (Luke) quantos episódios ele iria aparecer em Rookie Blue. Ele me respondeu que aparecerá em 4. Ou seja, preparem os seus corações. rs

PS 2: Quando perguntei "quem ganharia numa luta: Sam ou Luke?", olha o que ele me respondeu:


PS 3: Alguém sentiu a falta do Chris Diaz no episódio 4x06? Pois eu não! rs
Share on Google Plus

About Gabriella Siggia

Formada em Direito, eterna estudante, bem humorada, alto astral e alegre, mora em São Paulo. Viciada em músicas, filmes e seriados americanos. Seriemaníaca de carteirinha! Mantém um blog pessoal em : http://gabyscseries.blogspot.com/ (@gabyever)
    Blogger Comment
    Facebook Comment